Investimentos em renda fixa BB: quais as opções disponíveis?

Saiba como investir em renda fixa BB

Anúncios



Você já ouviu falar em renda fixa BB? 

Cartões mais recomendados

Ao criar uma conta no Banco do Brasil, você pode começar a investir com segurança e praticidade já que essa instituição oferece diversas possibilidades de investimento para os seus clientes!

Se você quer conhecer melhor essas aplicações, continue a leitura. Vamos explicar como tudo funciona e te apresentar as opções disponíveis.

os melhores investimentos em renda fixa bb

Por que investir na renda fixa BB?

O Banco do Brasil é um dos principais bancos do país.

Aliás, é o mais antigo de todos – sua fundação ocorreu em 12 de outubro de 1808.

Atualmente, o Banco do Brasil possui mais de 54 milhões de clientes no país.

Anúncios


Ao abrir uma conta nesse banco, você poderá ter uma conta poupança, solicitar cartão de crédito, empréstimos e ter acesso a vários outros serviços.

Além disso, também poderá realizar investimentos tanto em renda fixa como variável.

Dentre os principais motivos para investir em renda fixa pelo Banco do Brasil, podemos citar:

• Diversidade de aplicações

• Segurança na hora de investir

• Produtos financeiros acessíveis

Anúncios


• Time de especialistas que fornece relatórios e análises com informações sobre o mercado


Quais os produtos de renda fixa BB?

Agora que você já sabe os motivos para investir em renda fixa através do Banco do Brasil, está na hora de conhecer as principais aplicações desta categoria de investimento.

Confira:


CDB

O Certificado de Depósito Bancário é um dos investimentos mais comuns de renda fixa.

A lógica do investimento é parecida com a do Tesouro Direto. A diferença é que ao adquirir um título de CDB, você está “emprestando” o seu dinheiro para os bancos financiarem atividades de crédito.

As instituições captam recursos com o CDB, oferecendo em troca uma remuneração. Isso significa que no final da aplicação você irá receber o dinheiro acrescido de juros.

Os CDBs apresentam diferentes taxas de rentabilidade, que variam conforme a instituição, o prazo e as regras de liquidez.

Os títulos disponíveis são:

• Títulos pós-fixados: é o mais comum dos CDBs. A taxa de rentabilidade é atrelada a um indicador da economia, como o CDI, por exemplo.

• Títulos prefixados: no momento da contratação, você saberá exatamente o quanto o seu dinheiro vai render até a data do vencimento.

• Títulos híbridos: o CDB híbrido possui uma taxa de rentabilidade composta por uma parte fixa e outra variável.

Os títulos de CDB contam com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).


LCI e LCA

LCI e LCA são, respectivamente, as siglas para Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio.

Assim como o CDB, as letras de crédito também têm garantia do FGC. Contudo, elas são isentas de Imposto de Renda (IR), o que é uma vantagem para os investidores.

As LCIs e LCAs são emitidas por financeiras para captar recursos e financiar o setor imobiliário e o agronegócio.

Em relação às desvantagens das letras de crédito, podemos citar o valor para investimento mínimo.

É que normalmente, elas exigem aportes iniciais de valores um pouco maiores do que outras aplicações de renda fixa, como o CDB e Tesouro Direto.

Também é importante mencionar que muitas letras de crédito possibilitam o resgate apenas depois do prazo de investimento.

De qualquer forma, as LCIs e LCAs são aplicações seguras, muito recomendadas para os investidores com foco no médio e longo prazo.

Títulos de crédito privado

Os títulos de crédito privado são comuns entre os investidores que querem diversificar seus ativos em aplicações de renda fixa.

Basicamente, funciona da seguinte forma: o investidor irá “emprestar” o seu dinheiro para uma empresa, em troca de uma taxa de juros.

Para as empresas, esses títulos são uma forma de arrecadar recursos.

A vantagem desses ativos é que eles proporcionam um rendimento superior aos produtos de renda fixa tradicional.

Por outro lado, os riscos também são um pouco maiores, já que os títulos de crédito privado não contam com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Os principais títulos de crédito privado são:


Debêntures

Uma Debênture é um título de dívida emitido por empresas que oferecem direito de crédito ao investidor.

Em 2021, a procura por esse tipo de investimento aumentou consideravelmente.


CRIs e CRAs

O certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e o certificado de recebíveis do agronegócio (CRA) são títulos de renda fixa isentos de Imposto de Renda.

Esses investimentos são lastreados em operações de crédito ligadas ao setor de imóveis e do agronegócio.


FIDC

FIDC é a sigla para Fundo de Investimento em Direitos Creditórios.

É um tipo de fundo de investimento que aplica em títulos de crédito criados a partir de contas a receber de uma determinada companhia.

Ou seja, os direitos creditórios são créditos que as empresas têm a receber, como cheques e pagamento a prazo no cartão de crédito.

As dívidas são convertidas em títulos e oferecidas no mercado financeiro.

No Banco do Brasil, a negociação dos FIDC é realizada apenas nas agências de relacionamento.


Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais acessíveis de renda fixa.

Com pouco mais de R$ 30, você já pode comprar títulos públicos.

Basicamente, o Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, de forma 100% online.

Na plataforma do Tesouro Direto, é possível encontrar diversos tipos de títulos públicos.

Os principais tipos de títulos públicos são:

• Tesouro prefixado: no momento da compra, você já sabe exatamente o quanto vai obter de retorno;

• Tesouro Selic: é um título pós-fixado que acompanha a variação da Selic, a taxa básica de juros da economia;

• Tesouro IPCA: é um título de categoria híbrida, com parte de sua rentabilidade atrelada ao IPCA e parte a uma taxa prefixada.

O Tesouro Direto é considerado um dos investimentos mais seguros do mercado, já que é 100% garantido pelo Tesouro Nacional.

principais perguntas sobre o investimentos de renda fixa

Conclusão

A renda fixa BB é uma excelente opção para quem quer investir com segurança, praticidade e ter maior previsibilidade de retorno.

Na plataforma de investimentos do Banco do Brasil, você pode fazer o teste para descobrir o seu perfil de investidor e, assim, encontrar os ativos mais adequados aos seus objetivos, necessidades e realidade financeira!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu