O que é preciso para começar a investir em ações?

Se você pretende investir e ver o seu dinheiro render mais, está no lugar certo! Confira tudo o que é preciso para começar a investir em ações.

Anúncios



Começar a investir em ações é um dos principais objetivos de quem quer aumentar o patrimônio financeiro.

Cartões mais recomendados

Afinal, ao aplicar o seu dinheiro em boas modalidades de investimentos, fica mais fácil realizar alguns sonhos, como por exemplo, comprar a casa própria e ter uma aposentadoria mais tranquila.

Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura.

Como funciona a bolsa de valores?

Antes de começar a investir em ações, é importante entender todo o funcionamento do processo.

A bolsa de valores é um ambiente em que são negociadas as ações e ativos de diversas empresas, títulos de renda fixa, commodities, etc.

As negociações ocorrem diariamente através do pregão – momento destinado à oferta de lances e fechamento de negócios de compra e venda de ações.

Anúncios


Ao comprar uma ação, você se torna acionista de uma empresa, como por exemplo, o Magazine Luiza, Itaú e Petrobras.

Como você pode ver, estamos falando de um mercado totalmente organizado. De um lado, há os que querem vender ações. Do outro, os que querem comprar.

o que é preciso para começar a investir em ações

Passo a passo para começar a investir em ações

Se você está lendo esse artigo, é porque sabe a importância de investir para garantir um futuro mais tranquilo.

Para te ajudar a entrar para esse mercado, nós vamos te mostrar todos os passos para começar a investir em ações. Veja só:


1. Organize a sua vida financeira

Organizar a vida financeira é algo essencial para quem quer começar a investir em ações.

Como será possível ter consistência nos seus aportes e na sua carteira, se você não sabe exatamente o quanto ganha, quais são seus principais custos e despesas e se possui dívidas em aberto?

Anúncios


Se você tem qualquer pendência financeira, o ideal é quitá-la primeiro. Dessa forma, irá conseguir investir de forma muito mais tranquila e organizada.

É importante lembrar que quanto mais tempo você deixar uma dívida em aberto, maior será a bola de neve. Afinal, os juros das pendências financeiras são mais altos do que o que você vai conseguir de retornos nos investimentos, principalmente se o seu foco é no curto prazo.

Portanto, é muito importante analisar os seus ganhos, custos e despesas financeiras.

Por isso, recomendamos que antes de começar a investir, faça um planejamento financeiro.

Nesse planejamento, é importante colocar o seu salário, despesas mensais, pendências em aberto e claro, o quanto você pretende investir.

citação

2. Comece a economizar dinheiro para investir

Alguns especialistas falam que o certo é separar 20% do seu salário para investimentos. Outros, dizem que o ideal é que esse valor seja de 30%.

De fato, quanto mais você puder guardar para investir e ter segurança financeira no futuro, melhor.

Contudo, o que realmente importa, é que você realmente tenha motivação suficiente para economizar e aplicar o seu dinheiro em investimentos.

Se por enquanto, você pode economizar apenas 5% dos seus ganhos para investir, ótimo! Desde que, claro, você se comprometa a separar essa quantia todos os meses.

Com o tempo, você vai conseguir ter mais consistência em seus aportes e diversificar a sua carteira. Desse modo, seu lucro será maior e você poderá usar seus rendimentos para investir ainda mais.

É um erro esperar acumular um valor significativo para só então começar a investir em ações.


3. Crie uma reserva de emergência

A reserva de emergência é essencial para qualquer pessoa, seja ela investidora ou não.

É essa reserva que vai garantir os recursos financeiros necessários quando uma situação urgente ocorrer, como por exemplo, perda do emprego ou gastos inesperados.

O ideal é que o fundo de emergência construído seja suficiente para cobrir os seus gastos por pelo menos seis meses.

4. Descubra o seu perfil de investidor

Você é conservador, moderado ou arrojado? Ou não sabe qual é o significado dessas palavras?

Nós estamos falando do seu perfil de investidor: o resultado da análise das suas características em relação a investimentos e à tolerância aos riscos envolvidos.

Há três perfis diferentes:

• Conservador: como o nome já diz, são os investidores que possuem maior aversão ao risco. Preferem investimentos mais seguros, mesmo que o rendimento deles seja menor.

• Moderado: são as pessoas que aceitam uma certa volatilidade em troca de bons rendimentos. Contudo, não estão dispostos a correr grandes riscos.

• Arrojado: são os investidores que estão focados em investimentos que trazem bons retornos a longo prazo, mesmo que estes, sejam mais arriscados.


5. Estude sobre a bolsa de valores

O conhecimento é essencial para os investidores de sucesso.

Pode ter certeza de que até mesmo os mais experientes, nunca deixam de estudar sobre o mercado financeiro.

O estudo e o acompanhamento das mudanças e tendências do mercado evitam que você aja de forma precipitada e assim, tome decisões equivocadas, que possam trazer prejuízos.

Quem quer começar a investir em ações, deve saber que a renda variável é volátil. Ou seja, tudo pode mudar em questão de dias, horas ou até mesmo, minutos.

Por esse motivo, busque por fontes confiáveis e sempre acompanhe as principais notícias do mercado.


6. Abra uma conta em uma corretora de valores

Depois de criar um plano financeiro e estudar sobre a bolsa de valores, será necessário criar uma conta em uma corretora de valores.

Não há como investir em ações sem abrir uma conta em uma corretora, pois são essas as instituições que fazem a ponte entre os investidores e o mercado acionário!

As operações de compra e venda são realizadas pelo home broker, a plataforma disponibilizada pelas corretoras para realizar as negociações.

o que é preciso para começar a investir em ações e se ter sucesso?

Conclusão

Agora que você já sabe como começar a investir em ações, ficará muito mais fácil aplicar o seu dinheiro e assim, ter mais segurança financeira no presente e no futuro!

Se você gostou desse artigo, veja também “Como começar a investir em ações: passo a passo”.

Clique aqui.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu