Qual o melhor banco digital para CDB e qual mais rende?

Afinal, qual o melhor banco digital para CDB e como começar a investir?

Anúncios



Qual o melhor banco digital para CDB?

Cartões mais recomendados

Se você tem interesse nesse investimento, sabe o quanto é importante procurar uma instituição financeira segura e consolidada no mercado.

Os bancos digitais, nos últimos anos, ganharam a preferência dos brasileiros, já que oferecem praticamente os mesmos recursos dos bancos tradicionais, mas cobram menos taxas.

Por esse motivo, muitas pessoas desejam começar a investir em renda fixa através de um desses bancos.

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos falar mais sobre algumas dessas instituições e como funciona o investimento em CDB!

Continue a leitura para saber mais.

O que é CDB?

Anúncios


Antes de tudo, é importante que você saiba exatamente o que é um CDB.

CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um investimento de renda fixa disponível na maioria dos bancos.

É um tipo de título emitido por instituições financeiras para captar recursos para financiar suas atividades.

Ou seja, ao investir em um CDB, você está emprestando o seu dinheiro para o banco, em troca de uma remuneração.

Normalmente, os CDBs emitidos por instituições financeiras menores costumam oferecer taxas de rendimento mais atrativas.


Quais são os títulos de CDBs disponíveis?

O CDB é uma aplicação muito procurada por investidores, já que é uma aplicação acessível e que conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Anúncios


Contudo, antes de realizar qualquer investimento, é importante que você saiba como cada uma dessas opções funciona, já que elas definem como e quanto o seu dinheiro irá render até o prazo de vencimento.

Abaixo, confira os tipos de títulos de CDB disponíveis no mercado:

Títulos pós-fixados

Os títulos pós-fixados são o tipo mais comum de CDB.

Eles remuneram o investidor seguindo o desempenho de um índice, como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

Ou seja, o emissor paga um percentual do índice de referência utilizado, como por exemplo, 110% do CDI.

O percentual é aplicado diariamente, fazendo com que a remuneração também seja diária.

Portanto, nessas condições, a rentabilidade será conhecida apenas na data de vencimento (fim do prazo do título).


Títulos prefixados

Nesse caso, a rentabilidade é conhecida no momento da aplicação.

Desse modo, ao investir em um título prefixado, você sabe exatamente o quanto vai receber na data de vencimento.

Isso significa que independentemente das oscilações do mercado, você vai receber o que foi combinado no momento da compra do título.


Títulos híbridos

O CDB híbrido não é tão comum no mercado.

A rentabilidade desse título é definida pela soma de uma taxa prefixada com uma pós-fixada.

Sendo assim, podemos dizer que os títulos híbridos combinam as duas formas de remuneração.


Qual o melhor banco digital para CDB?

Há vários bancos digitais que oferecem investimentos de renda fixa para os seus clientes.

Como você já sabe, é essencial escolher uma instituição séria e segura para começar a realizar investimentos.

Mas em relação a melhor opção, também é preciso levar em conta outros fatores, como por exemplo, as opções disponíveis de títulos.

Afinal, pode ser que determinada instituição, no momento, não esteja oferecendo o tipo de título que você quer comprar, como por exemplo, um título híbrido.

Sendo assim, além da rentabilidade, é preciso considerar outros fatores, como o prazo de vencimento, tipo do título, valor mínimo de aplicação, etc.

Abaixo, veja alguns digitais seguros que oferecem esse tipo de investimento:


Banco Inter

O Banco Inter é um dos principais bancos digitais do Brasil.

É uma instituição financeira que oferece abertura de conta digital sem tarifas, além de diversos outros recursos e operações, que podem ser realizados de forma totalmente online.

O Banco Inter também oferece diversas opções de investimentos para os seus clientes.

Uma delas é o CDB. No Banco Inter, você pode começar a investir em CDBs a partir de R$ 100.

Em relação ao prazo mínimo, tudo depende do CDB. Portanto, antes de adquirir um título, veja exatamente quais são as condições para resgatar o dinheiro.

No caso do CDB com liquidez diária, você pode realizar o resgate a qualquer momento, a partir do dia útil seguinte à data de aplicação.


Sofisa

A conta digital Sofisa é digital e possui todos os recursos padrão.

Além da conta digital, os clientes também podem solicitar o cartão Sofisa direto, que possui as funções débito e crédito no mesmo cartão.

Além de reunir as vantagens dos dois tipos de cartão, com o Sofisa direto, você pode movimentar a sua conta e realizar até mesmo transações internacionais.

Quanto ao CDB, o banco Sofisa trabalha com quatro opções:

• CDB com liquidez diária (110% do CDI)

• CDB pós-fixado

• CDB prefixado

• CDB IPCA

Além do Certificado de Depósito Bancário, os clientes do Banco Sofisa também podem fazer aplicações em LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e fundos de investimentos.


Banco BMG

O Banco BMG é uma instituição sólida e conhecida no mercado.

Uma das vantagens de ter conta nesse banco, é que você pode solicitar o cartão de crédito sem anuidade e ganhar cashback.

Quanto às opções de investimento em renda fixa, o BMG trabalha com CDB, LCI e LCA.

Há várias opções de CDB. O prazo de resgate pode ser de curto prazo (até 1 ano), médio prazo (2 a 4 anos) ou longo prazo (5 anos).

O banco trabalha com várias opções de CDB, cada um com características diferentes.

Para saber o quanto o título vai render, você pode fazer a simulação na página de investimentos em CDB do Banco BMG!

Conclusão

Qual o melhor banco digital para CDB?

Como você pode ver, há várias opções de bancos digitais para você começar a investir.

Entretanto, para você tomar decisões melhores, é muito importante que antes de começar a fazer aplicações, saiba exatamente qual é o seu perfil de investidor e crie uma estratégia de investimentos.

Além disso, para escolher o melhor CDB para a sua carteira, também é necessário analisar as características do título em questão, como rentabilidade, valor mínimo para investir e prazo de resgate!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais