O que é CDB? Tudo o que você quis saber!

Desde já, saiba tudo sobre o que é CDB e como dar início a esse investimento para começar a sua independência financeira. Separamos um guia completo com tudo o que você quis saber!

Anúncios



O CDB é hoje um dos investimentos mais procurados em renda fixa. Aliás, esse tipo de investimento é oferecido por quase todos os bancos. Além de ser uma das primeiras opções para quem procura deixar a caderneta de poupança e investir em algo mais rentável.

Cartões mais recomendados

Neste artigo vamos falar sobre a remuneração, vencimentos, valor mínimo de aplicação, liquidez diária, entre outros aspectos dessa modalidade de investimento. Veja só o que você vai conferir:

  • O que é CDB e como funciona?
  • Quais são os tipos de CDB’s?
  • Como funciona o Certificado de Depósito Bancário com liquidez diária?
  • Quais são as vantagens?
  • Quais são as desvantagens e os riscos?
  • Qual é o investimento mínimo em CDB?
  • O que é CDI e qual a sua relação com o CDB?
  • Como investir em CDB? (Passo a Passo)
  • Qual o melhor CDB do Mercado hoje?
o que é cdb

O que é CDB e como funciona?

De antemão, o CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um título de renda fixa emitido pelos bancos que conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Essa cobertura, de fato, tem o limite de R$ 250 mil por depósitos e investimentos em cada instituição ou conglomerado financeiro, com teto de R$ 1 milhão por CPF ou CNPJ renovados a cada 4 anos.

Sendo assim, ao comprar papéis de CDB você está fazendo um empréstimo a uma instituição bancária que financia as atividades relacionadas a projetos, crescimento e pagamento de dívidas do mesmo.

Ademais, a rentabilidade do título está vinculada a uma taxa, e CDBs emitidos por instituições menores apresentam taxas de rendimento maiores. Os CDBs com maiores prazos de vencimento também oferecem maior rentabilidade.


Quais são os tipos de CDB?

Anúncios


Os 3 tipos de investimentos em CDB são títulos pós-fixado, pré-fixado e híbridos. O conhecimento de cada uma dessas modalidades é necessário a análise do investimento mais rentável para a sua aplicação.

CDB Pós-fixado

Primeiramente, essa é a classe mais comum de CDB, apresenta taxa de rentabilidade relacionada a um indexador econômico. Assim, o emissor dos papéis de CDB  paga um percentual do índice de referência vigente, como por exemplo, 110% do CDI ao ano.

Os juros pagos pelo CDB pós-fixado ficam sujeitos às variações do indexador até o vencimento da aplicação – que normalmente sobe quando seu indexador sobe – quando seu saque pode ser realizado.

CDB Pré-fixado

Em seguida, o título de CDB pré-fixado tem uma taxa de rentabilidade fixa, como 5% ao ano, por exemplo. Assim, o investidor consegue saber a remuneração exata que terá na data de vencimento do CDB. As oscilações do mercado não  interferem na taxa pré-fixada.

CDB Híbrido

Já, o CDB híbrido é o menos ofertado no mercado. Sua taxa de rentabilidade é dividia em fixa e variável.

Dessa forma, podemos ter por exemplo uma opção de investimento com rendimento de 2% + IPCA (índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo que mede a variação da inflação). O valor para resgate final do seu investimento está subordinado a variação do IPCA.


Como funciona o Certificado de Depósito Bancário com liquidez diária?

Anúncios


O principal objetivo de quem investe no CDB com liquidez diária é a constituição de uma reserva de emergência ou ter um dinheiro à disposição para sacar quando precisar.

Aliás, esse investimento está atrelado a estratégias mais sólidas, visto que sua rentabilidade está muito acima da poupança.

O CDB com liquidez diária, efetivamente é uma aplicação de renda fixa com rendimentos diários, que pode ser resgatada a qualquer data. Ao contrário da poupança por exemplo, que tem um vencimento mensal, o CDB com liquidez diária tem vencimento diário.

No entanto, a taxa de rendimentos é uma das menores. Mas mesmo assim, a vantagem em investir no CDB com liquidez diária é poder fazer o resgate sempre que precisar.


Quais são as vantagens?

Vejamos agora as principais vantagens do investimento em CDB.

Rentabilidade

A rentabilidade do CDB é um aspecto que o coloca em destaque, uma vez que encontramos hoje investimentos que superam o CDI em 100%

Facilidade

Para investir em CDB você precisa apenas ter conta em instituição financeira e acesso à internet, porque a compra do título é online. Sendo necessário apenas escolher o título de CDB que melhor atende às suas necessidades e comprá-lo.

Diversificação

O investimento em CDB é muito indicado na diversificação de investimentos por ser um investimento estável. Pois, ele irá assegurar uma parte da rentabilidade da sua carteira de investimentos. Assim, você pode conservar bons rendimentos diante das oscilações do mercado.

Segurança

A quarta vantagem é que o CDB é muito procurado em face da segurança fornecida pela cobertura do FGC, que falamos no início. Com isso, se o emissor dos seus papéis falir, você está assegurado e não perde o valor investido.

Liquidez

Com a variação de opções disponíveis no mercado, o CDB vem se tornando um investimento flexível, com uma variedade de opções com prazos de liquidez menores.


Quais são as desvantagens e o risco?

As desvantagens do investimento em CDB são:

Tributação

À princípio, a rentabilidade de um CDB tem um desconto de 15% a 22,5% de Imposto de Renda na data de vencimento da aplicação. Nesse cenário, se você optar por investimentos mais longos, a sua aplicação terá uma incidência menor de tributos.

No entanto, se você resolver resgatar seu CDB com apenas 30 dias de aplicação, seus rendimentos sofrerão ainda incidência de IOF.

Valor mínimo para investimento

O valor mínimo para investimento em CDB normalmente corresponde a R$ 1 mil. E a depender do título do seu emissor, esse valor mínimo pode variar, atingindo por exemplo até R$ 10mil.

Resgate

Como o resgate de um CDB ocorre apenas em sua data de vencimento, se você precisar antecipar o seu saque, terá uma rentabilidade final prejudicada.

Dessa maneira, o maior risco presente no investimento em CDB é o de crédito, uma vez que a instituição financeira emissora dos seus papéis pode ter problemas de caixa ou mesmo falir e assim, não remunerar seus investidores.

Por isso, é aconselhada a pesquisa sobre a reputação e solidez do emissor antes da compra do título.

Agências de classificação de risco de crédito, ou ratings, são uma boa fonte de informações sobre a capacidade de solvência dos bancos e instituições financeiras.

Resumidamente, o rating é uma nota medida por essas agências que avalia se a instituição é ou não boa pagadora.

A remuneração oferecida pelos títulos de CDB cresce de acordo com o risco de crédito de seu emissor. Por isso, um CDB com promessa de rentabilidade relativamente alta precisa ser avaliado com cuidado antes da tomada de decisão pelo investimento.


Qual é o investimento mínimo?

As instituições financeiras têm certas exigências quanto ao investimento em CDBs e entre elas está o valor mínimo de investimento. Essa aplicação varia conforme o nível de risco e potencial de retorno do título escolhido para investimento.

Alguns CDBs emitidos diretamente por grandes bancos possuem valores mínimos reduzidos, como por exemplo R$ 500,00. Esses papeis possuem também uma rentabilidade menor, chegando em média a 80% do CDI, o que não é um retorno tão atrativo, por ser considerado baixo.

Assim, é nas corretoras e plataformas de investimentos que podemos encontrar alternativas de maior remuneração. Uma vez que elas emitem CDBs de instituições com variados portes e características, além de ampliar as opções do investidor.


O que é CDI e qual a relação com o CDB?

Em síntese, o termo CDI corresponde a Certificado de Depósito Interbancário. Ele diz respeito aos títulos de natureza privada usados nos empréstimos entre bancos. Esses títulos são emitidos apenas entre as instituições financeiras, na forma de empréstimos de curto prazo.

O Banco Central determina que os bancos encerrem o dia sempre com saldo positivo em suas contas. Portanto, quando o número de saques é superior ao número de depósitos, a diferença negativa é tomada como empréstimo pelo CDI.

Nessas negociações, o dinheiro é tomado para pagar a taxa Selic e reembolsado ao investidor com base no CDI. O objetivo é não gerar lucros ou prejuízos nos empréstimos entre bancos.

Inclusive, o CDI é também utilizado como indexador de rentabilidade de aplicações pós-fixadas em renda fixa.


Como investir em CDB (Passo a Passo)

Apesar de ser um investimento muito conhecido, é importante observar certos pontos para a compra de um CDB e avaliar se um investimento é bom, ruim ou adequado às suas necessidades e metas. Vejamos esses pontos a seguir.

Pesquise as melhores opções entre bancos e corretoras

Faça uma pesquisa e verifique a variedade de CDBs nas plataformas de investimentos e os bancos que apresentam as maiores remunerações na venda de CDBs.

A escolha do CDB

Para escolher o CDB onde irá investir, verifique a remuneração oferecida em cada título, seu prazo de vencimento, a liquidez e o nível de risco do emissor do CDB.

Pois, através dessa análise você poderá encontrar a melhor opção de acordo com os seus objetivos.

Se você nunca precisou recorrer à cobertura do FGC nos seus investimentos em renda fixa, pode ser interessante investir num papel com um risco de crédito mais alto e que normalmente oferece uma remuneração mais elevada. Às vezes também, uma corretora oferece o mesmo CDB com uma remuneração maior do que outra.

Abrindo sua conta na corretora

Após escolher o CDB correto para investir, você deve abrir sua conta em uma corretora. Nesse processo você precisará apenas preencher algumas informações e anexar cópias de documentos como RG e CPF.

Além da análise dos CDBs, também é interessante conhecer bem a corretora através da qual você realizará seus investimentos.  

Atenção aos limites do FGC

Como já sabemos, os papéis de CDB são assegurados pelo FGC em até R$ 250 mil por instituição. A recomendação dos especialistas é a diversificação, com o investimento em papéis de diferentes emissores.

Assim, você consegue ampliar consideravelmente o valor da sua garantia, que tem o limite global de cobertura em até R$ 1 milhão renovado de quatro em quatro anos desde 2017.

Simule

O passo final antes da compra da CDB é o uso do Simulador de Investimentos na plataforma, que irá lhe mostrar o quanto o seu dinheiro pode render na aplicação escolhida.

Transfira seu dinheiro e dê início às suas aplicações

Para adquirir seus CDBs, você precisa apenas transferir o montante que deseja aplicar da sua conta corrente para a sua conta na corretora e comprar seus títulos. Essa transferência é concluída em até 24 horas por meio de DOC ou TED.

o que é cdb

Qual o melhor CDB do Mercado hoje?

Os melhores investimentos para CDB com liquidez diária para 2021 segundo analistas são:

Banco RCI

O melhor CDB  para investir hoje é o do Banco RCI Brasil (112% do CDB). Aqui, você pode fazer um investimento inicial de apenas R$ 50,00 com isenção de tarifas. O Banco RCI Brasil é uma instituição financeira aliada ao Renault-Nissan-Mitsubishi, dona dos melhores ratings do mercado, segundo a agência Moody’s.

Sofisa

Para investir no CDB Sofisa, que oferece rentabilidade de 115% CDI, você precisa apenas baixar o aplicativo do Banco Sofisa.

Banco Pan

O CDB do Banco Pan, pertencente ao BTG Pactual, possui rentabilidade de 102% do CDI. O investimento mínimo aqui é de apenas R$ 100,00.

Banco XP

O CDB do Banco XP tem rentabilidade de 121% do CDI e investimento mínimo de R$ 1000,00.


Conclusão

O CDB é um título de renda fixa que apresenta taxas de rentabilidade bem atrativas e baixo risco.

Assim, é uma opção interessante a investidores de perfil conservador e moderado. Pois, são papéis que cabem no bolso com maior facilidade e cujo investimento é recomendado para metas de médio e longo praz, como compra de bens móveis e imóveis.

Os CDBs de liquidez diária são indicados para objetivos de curto prazo, como viagens ou formação de reservas. Ou seja, este título se apresenta como uma alternativa flexível que pode ser adequada a diferentes estratégias de rendimentos e perfis de investidores.

Se você gostou desse artigo, veja também “LCI e LCA: o que é e como funciona? Descubra tudo!”.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu