LCI e LCA: o que é e como funciona? Descubra tudo!

De antemão, LCI e LCA – títulos de renda fixa relacionados aos setores imobiliário e do agronegócio – estão em alta devido à isenção de Imposto de Renda. Vamos saber como essas aplicações funcionam, suas vantagens, desvantagens e riscos.

Anúncios


À princípio, para investir em letras imobiliárias e do agronegócio, o primeiro passo é avaliar o seu próprio perfil de investidor e o seu objetivo com o dinheiro aplicado e remunerado.

Cartões mais recomendados

Afinal, é preciso analisar quais são as chances de você necessitar dos seus recursos antes do vencimento dos investimentos, entre outros pontos. Apesar de compartilharem estruturas parecidas, as letras de crédito têm características particulares que devem ser consideradas.

Portanto, continue com a leitura e descubra tudo sobre:

  • O que é LCI e LCA e como funciona;
  • Como é a rentabilidade;
  • Como é a liquidez;
  • Quais são os riscos em investir em LCI e LCA;
  • Como funciona a tributação e as taxas;
  • Quais são as vantagens e desvantagens;
  • Como investir em LCI e LCA passo a passo!
lci e lca o que é e como funciona

O que é LCI e LCA e como funciona?

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são investimentos de renda fixa isentos de IR que proporcionam retornos superiores ao da poupança.

Esses dois tipos de investimentos são semelhantes aos CDBs emitidos pelos bancos. Assim, ao adquiri-los, você está emprestando dinheiro a instituições financeiras e recebendo como remuneração os juros dos recursos aplicados.

As LCIs são títulos utilizados pelos bancos, sociedades de crédito imobiliário, associações de poupança e empréstimo, e companhias hipotecárias na captação de recursos que substanciem suas atividades de emissão de crédito.

Anúncios


Já as LCAs são emitidas por produtores rurais e cooperativas, com financiamentos direcionados desde a produção até a comercialização e industrialização de produtos, insumos e máquinas que alimentam o setor agropecuário.


Como é a rentabilidade?

Tanto as LCIs como as LCAs atuam com papéis prefixados, pós-fixados ou atrelados à variação da inflação. Vamos entender o funcionamento de cada modalidade.

A escolha do papel onde investir está subordinada às características e metas do investidor. Quem quer ter um valor mais definido como remuneração da sua aplicação no longo prazo, tem nos papéis pós-fixados a opção de investimento mais estável e conservadora.

No entanto, se o seu objetivo for manter o poder de compra do dinheiro, as letras atreladas à inflação podem ser a melhor opção.

Letras pré-fixadas

Aqui, o investidor conhece a taxa de juros definida no momento da aplicação, o que lhe permite saber o valor exato que receberá na data de vencimento do papel. Essa taxa pode variar, por exemplo, entre 5% e 7% ao ano.

Letras pós-fixadas

O investidor tem acesso a um indicador de referência ao qual ficam subordinadas as variações nas remunerações da LCI ou da LCA, que normalmente é a taxa do CDI.

As altas e quedas desse indicador determinam a remuneração desses investimentos. Assim, o retorno do investimento numa letra pós-fixada é indicado como 90% do CDI, por exemplo.

Letras atreladas à inflação

Anúncios


As LCIs e LCAs são formadas por uma parcela prefixada e outra pós-fixada. Na maioria das vezes o papel garante uma taxa de juros, como 3% ou 4% ao ano, mas a variação é calculada pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo)ou pelo IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) para a inflação.


Como é a liquidez?

A facilidade na conversão em dinheiro e resgate dos recursos de uma LCI e LCA é normalmente inferior à de outros títulos de renda fixa. A primeira coisa que o investidor interessado nesses títulos precisa observar é o prazo de carência.

Uma vez que as LCIs e LCAs obedecem a um tempo mínimo de investimento, regulado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Antes de mais nada, para as LCIs, o prazo mínimo normalmente é de 90 dias, para letras pré-fixadas e pós-fixadas. Esse prazo é estendido quando a remuneração do título for vinculada a um índice de preços, como 12 meses para um título de atualização anual e 36 meses para um título de atualização mensal.

O mesmo prazo mínimo é aplicado às LCAs pré-fixadas e pós-fixadas, com 12 meses para letras anuais conforme índice de preços utilizado.

Quanto ao resgate dos papéis antes do vencimento, ou seja, antes do prazo de carência, o investidor tem opções de LCAs e LCIs com liquidez diária após o tempo mínimo de 90 dias que podem ser resgatadas a qualquer momento.

Contudo, quando o resgate é possível apenas no vencimento do investimento, este pode variar de um a três anos.

Outra opção para quem precisa resgatar seu investimento antes do final da aplicação é negociar suas letras no mercado secundário, onde o investidor pode levar algum tempo até conseguir negociá-las ou se ver forçado a ceder descontos para captar investidores interessados.

No mercado secundário os papéis são negociados a preço de mercado, ou seja, a preços estabelecidos para atender a demanda dos investidores, que podem estar acima ou abaixo do valor pago inicialmente.


Quais são os riscos em investir em LCI e LCA?

Mesmo sendo títulos lastreados nas operações de empréstimos imobiliários e agrícolas, as LCIs e LCAs estão sujeitas aos riscos das instituições financeiras emissoras.

Assim, mesmo que o banco, por exemplo, tenha problemas de liquidez não relacionados ao lastro dessas letras de crédito, suas valorizações serão influenciadas.

O Fundo Garantidor de Créditos, FGC, cobre até R$ 250 mil do valor aplicado pelo investidor por instituição financeira, protegendo-o de eventual quebra da mesma.

No entanto, essa garantia é registrada por CPF e instituição. Assim, se o investidor tiver dinheiro em conta corrente ou na poupança da entidade em questão, essas aplicações ocuparam parte do limite para cobertura de recursos.

Então, excedentes acima de R$ 25 mil não serão reembolsados e a orientação dos especialistas é a diversificação dos investimentos em letras de instituições diferentes, o que naturalmente amplia o valor coberto pelo FGC. O limite total coberto por CPF é de R$1 milhão renovados a cada 4 anos.


Como funciona a tributação e taxas?

Como vimos, as LCIs e LCAs são isentas de IR, e com isso, a rentabilidade obtida com esses investimentos já é líquida, sem nenhum valor a ser descontado no momento do resgate.

Nos demais investimentos de renda fixa, o investidor paga o IR de acordo com as alíquotas de uma tabela regressiva. Uma aplicação resgatada antes de 6 meses, por exemplo, paga 22,5% de IR sobre a rentabilidade. Mas se ela for resgatada após 10 anos, a alíquota de IR cai para 20%.

Assim, se uma LCI apresenta um retorno menor que um CBD, isso não quer dizer que este investimento é mais vantajoso. Com a isenção de IR, o rendimento de uma LCI que pague 87% do CDI pode ser superior ao de um CDB com uma remuneração de 100% do CDI, ao compararmos aplicações de um ano.

Outro ponto favorável ao investimento em letras de crédito é a ausência de incidência de taxa de administração. Algumas corretoras ainda cobram taxas de corretagem ou de custódia sobre os investimentos, enquanto outras já eliminaram esse custo.


Quais são as vantagens e desvantagens?

Antecipadamente, as LCIs e LCAs são investimentos interessantes para quem busca opções rentáveis em renda fixa no momento de juros em baixa que vivemos hoje.

Pois, as letras de crédito são emitidas por instituições de portes variados, atuantes em diferentes segmentos.

Os títulos de LCI e LCA são garantidos pelo FGC

Com isso o investidor tem aqui um amplo leque para diversificar sua carteira com títulos garantidos pelo FGC – que não cobre todos os investimentos de renda fixa.

Remuneração alta

Os títulos públicos envolvem apenas os riscos referentes aos recursos do governo, enquanto a LCI e LCA estão expostas ao risco de crédito das instituições financeiras, o que torna suas remunerações mais altas.

Isenção do imposto de renda na LCI e LCA

Mesmo não alcançando o nível de outros investimentos em crédito privado, a isenção quanto a incidência de Imposto de Renda sobre seus rendimentos torna o investimento nesses títulos vantajoso.

Ponto negativo: Não tem liquidez diária!

Entretanto, para quem precisa sacar seu dinheiro rápido, o investimento em letras de crédito pode não ser tão interessante, uma vez que não tem liquidez diária. Ou seja, o resgate pode ser feito somente na data do vencimento do título.


Como investir em LCI e LCA (passo a passo)

lci e lca

Abra sua conta em uma corretora

Os bancos emitem letras de crédito próprias, mas as corretoras emitem letras de diferentes bancos, disponibilizando ao investidor mais opções de papéis rentáveis.

Estude o tipo de título de LCI e LCA que irá comprar

Compare os títulos pré-fixados e pós-fixados e descubra os melhores e mais atrativos produtos para atender as suas metas financeiras de investimentos.

Quem teme a queda de juros ao longo do tempo até o resgate da aplicação – o que de fato não é fácil de calcular – prefere investir em títulos pré-fixados.

Na análise das opções de LCI e LCA para investimentos na sua corretora, você irá visualizar uma tabela similar à que veremos abaixo, que dispõe de informações fictícias a fim de exemplo:

EMISSORLIQUIDEZRENDIMENTORATINGAGÊNCIAVALOR MÍNIMO DE APLICAÇÃO
Banco 190 dias88% CDIA+FitchR$1000,00
Banco 1120 dias85% CDIAA+Moody’sR$3000,00
Instituição190 dias87% CDIAA-Moody’sR$5000,00
Instituição290 dias89% CDIB2FitchR$3000,00
Banco 2120 dias88% CDIAA-Moody’sR$1000,00
Banco 3180 dias90% CDIA+FitchR$15000,00
Instituição3180 dias92% CDIB2FitchR$10000,00
Inatituição3360 dias91% CDIAA-FitchR$5000,00

A coluna 1 representa diversos emissores de LCI e LCA. Na coluna 2, a liquidez corresponde ao número de dias que o investimento ficará sob custódia do banco, ou seja, a data de vencimento onde ele poderá ser resgatado.

A coluna 3 indica a taxa que o LCI ou LCA pagará no vencimento do investimento. Esses retornos estão atrelados à taxa CDI.

A coluna 4 indica como as instituições são classificadas conforme sua capacidade de solvência. Assim, quanto melhor o histórico de pagamento de dívidas, a instituição é tida como estável e dona de boa saúde financeira e tida como estável.

As agências de rating – coluna 5 – classificam bancos, financeiras e até mesmo países quanto ao seu risco de crédito, atribuindo-lhes nota. Na coluna 6, temos os valores mínimos que podem ser investidos na compra dos papéis.

Ao avaliar sua tolerância ao risco, quais providências você poderia tomar se a instituição emissora apresentar problemas de solvência?

É preciso classificar se os recursos que você está aplicando são um extra ou se integram o seu patrimônio e se o valor total que você irá investir será coberto pelo FGC.

Por falar nisso, o ressarcimento do FGC normalmente não é rápido, podendo levar semanas e até mesmo meses. E nesse espaço de tempo. Seus recursos não são mais remunerados, e você pode estar deixando de aproveitar um bom custo de oportunidade se tem outros investimentos em vista.

Fique atento ao valor mínimo

Os valores mínimos de aplicação por investimento variam conforme o nível de risco e potencial de retorno inerente. As LCIs e LCAs mais atrativas têm valores mínimos que ficam entre R$ 30 mil e R$ 50 mil ou mais. Para facilitar, as corretoras oferecem versões do investimento com valores iniciais mais baixos.

Observe o limite de R$ 250 mil

Como o limite de cobertura do FGC é de 250 mil por instituição, para investir com maior segurança, o ideal é respeitar esse valor distribuindo o seu investimento entre as diversas opções de bancos, sociedades de crédito imobiliário, associações de poupança e empréstimo, companhias hipotecárias, produtores e cooperativas rurais.

Veja o prazo de vencimento

A variação dos prazos de vencimentos estão subordinadas às características de cada título. Quanto maior o prazo de vencimento da aplicação, mais rentável ela é. Esses papéis não possuem liquidez diária e somente podem ser resgatados na data do vencimento.

Simule

O passo final antes da compra da LCI ou LCA é o uso do Simulador de Investimentos, que lhe mostrará o quanto o seu dinheiro pode render na aplicação escolhida.

Se você gostou desse artigo, convido a ver também “Como investir em bitcoins no Brasil”. Clique no botão e saiba mais!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu