Como investir em bitcoins no Brasil? Saiba tudo sobre a criptomoeda!

De antemão, bitcoin é uma famosa criptomoeda e tem atraído muitos novos investidores interessados na sua rentabilidade e liquidez. Para quem deseja conhecer melhor o universo das criptomoedas, reunimos neste artigo as informações essenciais para saber como investir em Bitcoins no Brasil nos dias atuais.

Anúncios


Portanto, continue a leitura e confira exatamente:

  • O que é bitcoins e como funciona;
  • Para que serve;
  • 4 possibilidades para investir em bitcoins no Brasil;
  • Como investir em biticoins no Brasil com segurança.
como investir em bitcoins no Brasil

O que bitcoins é e como funciona?

Cartões mais recomendados

Em suma, o bitcoin é uma moeda virtual – a pioneira no mundo – então, não possui moeda ou cédula física, sendo assegurada por criptografia — tecnologia que permite a compra e a venda diretamente por meio da internet.

Isto é, trata-se de um dos investimentos mais rentáveis da década, podendo ser usado para a compra de bens, produtos e quaisquer outros itens em estabelecimentos que aceitem ser pagos com ele.

De fato, essa é uma moeda virtual com segurança. Criada em 2008, foi a primeira entre as criptomoedas e desde então tem gerado cada vez mais interesse.

Parece uma coisa complicada, né?! Mas não é! Para poder adquirir bitcoins, seja para investimento, seja para outro fim, o consumidor primeiramente precisa criar uma carteira virtual.

Ou seja, um ponto virtual em que todos os bitcoins ficam armazenados.  Essa carteira só pode ser criada no site oficial, chamado de “blockchain” (cadeia de blocos).

Anúncios


Existem duas formas de comprar bitcoins: on-line no próprio site da blockchain, o mesmo da carteira virtual, ou em caixas eletrônicos especiais.

No entanto, esses tipos de caixas eletrônicos não existem no Brasil.  Vale destacar que para a aquisição de bitcoins, independentemente do local escolhido por você, é necessário estar atento ao valor da cotação.

As regras no sistema Bitcoin são bem específicas. O número de bitcoins é limitado a 21 milhões de unidades, pela “mineração” essas unidades são emitidas.

Para validar uma transação, também é necessária a mineração. Dessa forma, o procedimento é realizado em computadores super potentes. Onde os mineiros, com seus computadores, estão atentos para desvendar as operações.

Nesse processo todo, você recebe uma pequena parte da recompensa do Bitcoin, uma unidade. Aliás, ela pode ser dividida em até 100 milhões de partes, chamadas de “satoshis”.

Para que serve?

Anúncios


Antes de mais nada, as criptomoedas servem para comprar bens e assinar serviços na internet. Além de servir também como um investimento bem rentável nos dias atuais.

Inclusive, há pessoas que compram criptomoedas, como o bitcoins, com o intuito de fazer especulação financeira.

Você sabe o que é especulação financeira?

Resumidamente, especulação financeira é o processo de negociar um ativo, seja uma ação, uma criptomoeda, commodities ou cotas de fundos de investimento. Esse procedimento é feito para obter lucro com a variação a curto prazo dos preços desses ativos, no caso, da criptomoeda.

Como investir em bitcoins no Brasil? Conheça 4 possibilidades

como investir em bitcoins no Brasil

1.     Exchanges (Corretoras especializadas)

À princípio, a Exchange é uma corretora especializada na negociação de ativos criptográficos. Elas atuam como plataformas digitais, sendo intermediários para a compra, venda e troca de criptomoedas e tokens.

Assim, o papel da Exchange é reunir compradores e vendedores de criptomoedas e proporcionar um ambiente seguro para a ocorrência de transações de compra e venda.

Antes de adquirir esses ativos, é importante estudar essas empresas porque os serviços e taxas variam muito entre elas. Além disso, algumas bolsas exchanges  usam álcoois que não estão nos portfólios de outras.

Se você deseja comprar criptomoeda, não há nada que o impeça de fazer isso diretamente com outras pessoas que deseja vender.

Esse tipo de negociação é denominado “ponto a ponto” (P2P) e, após a conclusão, é impossível saber a origem do recurso. É por isso que existem as bolsas de criptomoedas.

Nesse sentido, o processo oferece aos usuários uma estrutura semelhante às corretoras tradicionais para que essas transações sejam realizadas com mais facilidade e segurança.

2.     Negociação P2P

A negociação em P2P é um tipo de cambiação em que os usuários não querem ser intermediados pelas exchanges. Combinado com o conceito de descentralização do blockchain.

Este método de pagamento permite que uma pessoa transfira Bitcoin (ou outra moeda) diretamente para outra pessoa e receba o pagamento.

Porém, é preciso ter bastante atenção, pois as pessoas não se conhecem muito bem no ambiente virtual. Bem como, o grande risco que o P2P traz é que uma pessoa transfira criptomoeda sem receber o dinheiro da outra parte.

Recentemente, têm surgido grupos em redes sociais a fim de criar um ecossistema para quem quer usar o P2P como mecanismo de troca. Mas, isso apenas, não consegue evitar fraudes.

Com o passar dos anos, mesmo para sistemas P2P, a troca provou ser uma boa escolha. Devido ao alcance global e ao público da plataforma, os crypto brokers apresentam os compradores aos vendedores, facilitando a vida de ambas as partes.

Atualmente, o P2P é um método utilizado por alguns compradores para não declarar uma compra, mesmo que não seja uma exigência de receita no Brasil. O que aconteceu é que alguns desses profissionais não declarariam seu negócio em troca de receita, o que deve ser feito por meio de bolsas cadastradas no país.

Para quem opta pelas trocas P2P, outra vantagem considerável é a forma de pagamento. Por ser uma empresa, a organização permite negociações por meio de cartão de crédito, débito, TED e até outros meios (como carteiras digitais).

3.     Casa de Câmbio

Uma casa de câmbio é uma empresa que fornece a troca de uma moeda por outra. A expressão francesa “bureau de change” é amplamente utilizada na Europa e no Canadá francófono. Nos Estados Unidos e no Canadá de língua inglesa, esse tipo de negócio costuma ser chamado de “câmbio de moeda”.

As casas de câmbio são instituições financeiras especializadas na compra e venda de moedas de diversos países. Assim, elas podem ou não ter ligações com bancos ou outras instituições financeiras. As moedas mais trocadas são o dólar americano, o euro, a libra esterlina e o iene.

No mundo das criptomoedas, as casas de câmbio também existem e funcionam da mesma forma. Alguns investidores lucram em cima o valor de diferença entre o preço de compra e venda.

4.     Caixa automático convencional

Antecipadamente, há opções mais tradicionais para quem quer lucrar com criptomoedas. Pois, existem caixas eletrônicos exclusivos para negociação de criptomoedas.

Embora sejam apenas 8 unidades espalhadas no país, sendo todos eles no eixo Rio-São Paulo. Trata-se de uma opção bem fácil de usar.

Os caixas automáticos são operados pela Coin Cloud, uma empresa norte-americana, em parceria com o Mercado Bitcoin. Ainda temos poucas máquinas de autoatendimento no Brasil. Mas, há uma previsão de que haverá um total de 50 equipamentos no Brasil até o fim deste ano. No site da empresa é possível consultar a localização de cada máquina.

Como investir em bitcoins no Brasil com segurança?

O bitcoin é também um tipo de investimento e precisa dos mesmos cuidados. Caso ainda não tenha pensado em algum plano de ação, esta é a hora!

A princípio, considere abrir uma carteira de investimentos diversificada para que você não sofra muitos riscos financeiros. Por exemplo, se você tem R$ 10.000 para investir, escolha investir em algum ativo que possui uma boa liquidez e pouca carência.

Com o valor que será obtido desse investimento aproveite para aplicar  em projetos mais voláteis, como o Bitcoin. Uma boa ideia é investir em Tesouro Direto, que é um ativo mais indicado para investidores conservadores.

Informação nunca é demais! Leia bastante sobre os ativos que você se interessa, sobretudo as criptomoedas. A informação é a principal matéria-prima do mundo financeiro, e o Bitcoin não é exceção. Isso é especialmente importante para prestar atenção às tendências de moedas com volatilidade muito forte.

Se o seu objetivo é fazer especulações, escolha uma mediadora de troca bem confiável. Para fazer isso, pesquise a empresa e descubra sua reputação no mercado. Lembre-se de pesquisar e analisar como um investidor, OK?!

A rentabilidade e a liquidez do Bitcoin são notáveis. Agora que você conhece um pouco mais sobre essa famosa criptomoeda, você já está pronto para começar a investir.

Conheça mais categorias de investimento, leia nosso próximo post: Investimento em agronegócio: tudo o que você quis saber!

Investimento em agronegócio

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu