Como se tornar um investidor qualificado?

Descubra o que é e como se tornar um investidor qualificado

Anúncios



Saber como se tornar um investidor qualificado é muito importante para quem deseja realizar grandes investimentos.

Cartões mais recomendados

De maneira geral, quem deseja começar a investir, precisa somente fazer uma aplicação em um produto financeiro de renda fixa ou renda variável.

Entretanto, há um grupo específico de classificação, conhecido como investidor qualificado.

E se você quer saber mais sobre o assunto, continue a leitura.

como se tornar um investidor qualificado?

O que é um investidor qualificado?

O investidor qualificado é a pessoa física ou jurídica que tem mais de R$ 1 milhão investidos no mercado financeiro.

Além disso, esse investidor deve ser aprovado em algumas certificações listadas dos investimentos.

Anúncios


A comissão de Valores Mobiliários (CVM) também pode considerar como investidores qualificados aqueles que se encaixam em outros critérios, como por exemplo:

• Pessoas que trabalham como investidoras profissionais

• Os clubes de investimento, desde que possuam a carteira gerenciada por um ou mais cotistas considerados investidores qualificados

• Agentes autônomos de carteiras

• Administradores de carteiras

• Analistas e consultores de valores mobiliários

Anúncios


• Pessoas aprovadas para essa categoria

Como você pode ver, é possível se tornar um investidor qualificado mesmo sem investir R$ 1 milhão. Contudo, para obter esse status, é necessário ser aprovado em algum exame de certificação aceito pela CVM.


Qual a diferença entre investidor qualificado e profissional?

No mudo dos investimentos, existe uma classificação diferenciada para os investidores.

Um investidor, basicamente, é quem faz aplicações em ativos negociados no mercado financeiro.

Qualquer pessoa pode fazer isso. Afinal, para começar a investir, não é necessário ser considerado um investidor qualificado ou profissional.

O investidor qualificado, como você já sabe, é aquele que possui valores iguais ou superiores a R$ 1 milhão investido.

Mas esse valor deve ser atestado por escrito ou então, o investidor precisa possuir alguma certificação, para que assim, a CVM aceite.

A CVM também classifica esses investidores como pessoas com muito conhecimento no mercado financeiro e que estão cientes dos riscos.

Já o investidor profissional, é aquele que possui pelo menos R$ 10 milhões investidos. Ele também precisa assinar um termo reconhecendo-se como um investidor profissional.

É importante lembrar que no caso do investidor profissional, ele deve ter o mesmo registro na CVM, isto é, apenas a certificação que dá direito ao registro não basta!

citação

Como se tornar um investidor qualificado?

Se você possui mais de R$ 1 milhão investidos, pode solicitar à sua corretora o Termo de Investidor Qualificado.

Você precisa confirmar que tem a quantia em investimentos e que possui o conhecimento necessário para fazer aplicações mais complexas, isto é, que possuem maior risco.

O processo varia de corretora para corretora. De qualquer forma, em várias delas é possível realizar o processo de forma online. Ou seja, a declaração para comprovar que você é um investidor qualificado, é realizada de modo 100% digital.

Entretanto, nós sabemos que não é todo investidor que possui essa quantia para realizar investimentos, não é mesmo?

Se esse é o seu caso e você quer se tornar um investidor qualificado, então pode optar por um exame de qualificação técnica.


Investimentos para os qualificados

Você sabia que existem investimentos que apenas os qualificados têm acesso?

Alguns fundos de investimento com estratégias mais sofisticadas, assim como debêntures, também possuem restrições.

Além disso, o CRA (Certificados de Recebíveis do Agronegócio), também é uma aplicação destinada a investidores qualificados.

Isso significa que para o investidor qualificado, que conhece muito bem as características e riscos dos produtos financeiros disponíveis no mercado, há uma variedade de investimentos, como por exemplo:

• Renda fixa (debênture, CRI e CRA) com taxas mais vantajosas

• Fundos com investimento no exterior

Fundos de investimentos imobiliários – Fiis que são exclusivos para os investidores classificados neste grupo


Quais as principais vantagens de se tornar um investidor qualificado?

Agora que você já sabe o que é e como se tornar um investidor qualificado, está na hora de conhecer as principais vantagens de receber essa classificação.

Dentre elas, podemos citar:


Produtos exclusivos

Os investidores qualificados têm acesso a produtos financeiros exclusivos, isto é, que não estão disponíveis para investidores comuns.

Portanto, essa é uma das principais vantagens de se tornar um investidor qualificado.

Afinal, esses investimentos, apesar dos riscos, oferecem bons retornos financeiros.

Assim, o investidor consegue diversificar o seu portfólio (o que é essencial para aumentar os ganhos e diluir os riscos).


Custos mais baixos

Esses clientes têm acesso à redução de custos operacionais de suas contas.

Desse modo, eles podem investir em vários produtos, mas com um custo de administração mais baixo do que é o que é cobrado para outros investidores.

Devido ao alto valor investido, é interessante para a operadora oferecer esses descontos.


Quais são os riscos de ser um investidor qualificado?

Há várias vantagens em se tornar um investidor qualificado.

Como você viu, o acesso a produtos financeiros exclusivos é um dos principais benefícios que esses investidores podem usufruir.

Entretanto, há determinados riscos que devem ser levados em conta.

Afinal, a volatilidade (termo que trata as altas e baixas dos investimentos) podem ser maiores do que em produtos financeiros comuns.

Segundo a CVM, o investidor qualificado precisa ter conhecimento e experiência para analisar os riscos, pois assim, ele pode proteger o seu portfólio.

Aliás, as classificações por patrimônio aplicado foram desenvolvidas justamente com esse objetivo: evitar que investidores com um capital menor, comprometam os seus recursos financeiros com aplicações arriscadas e que não estão alinhadas com o seu perfil de investidor.

Se você quer se tornar um investidor qualificado, é muito importante que entenda o que são fundos exclusivos e fundos de debêntures incentivadas.

Além disso, deve ter uma visão de longo prazo, pois assim, poderá lidar melhor com a volatilidade. Além disso, os juros compostos vão maximizar ainda mais o seu patrimônio.

aplicações disponíveis para investidores qualificados

Conclusão

Agora você já sabe como se tornar um investidor qualificado.

Esse processo faz com que o investidor possa ter acesso a oportunidades de rentabilidade superiores aos investimentos mais comuns.

Contudo, além dos ganhos, aplicações mais vantajosas e possibilidade de diversificar o portfólio, é preciso entender muito bem quais são os riscos envolvidos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu