Fundos para investir no exterior: o que é e como funciona?

Conheça melhor os fundos para investir no exterior e suas principais características

Anúncios



As incertezas econômicas e políticas que acompanham o ano de 2022, estão fazendo com que muitos brasileiros comecem a se interessar pelos fundos para investir no exterior.

Cartões mais recomendados

Entretanto, para muitos investidores, pode ser um pouco difícil escolher entre as opções oferecidas pelo mercado internacional.

E se você quer aproveitar o que há de melhor no exterior, os fundos de investimentos podem ser alternativas interessantes para a sua carteira.

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos explicar como funciona esse produto financeiro e suas principais características. Boa leitura!

fundos para investir no exterior

O que são fundos de investimento?

Antes de saber quais são os melhores fundos para investir no exterior, é necessário saber como funciona esse tipo de produto financeiro.

Os fundos, basicamente, são uma espécie de “condomínio” de investidores.

Anúncios


Isso significa que eles reúnem recursos de vários investidores e delegam as decisões para um gestor profissional.

Os recursos dos investidores formam o patrimônio do fundo.

Para diversificar a carteira, aumentar as oportunidades de ganho e diluir os riscos, é muito comum que os investidores apliquem em fundos diferentes, com objetivos e riscos distintos.

O gestor é o profissional que decide que investimentos serão feitos com o dinheiro aplicado pelos investidores. Sendo assim, é ele que vai escolher quais ativos financeiros serão adquiridos ou vendidos, em que quantidade e por qual valor.


O que são fundos para investir no exterior?

Os fundos internacionais são fundos de investimento no exterior que têm seus rendimentos atrelados a moedas estrangeiras.

Ou seja, são uma modalidade coletiva de investimento, que permite aos investidores terem acesso aos resultados de investimentos internacionais.

Anúncios


A aplicação em ativos internacionais funciona de forma muito parecida com as aplicações em fundos de outras categorias.

Os fundos internacionais podem ser fundos de renda fixa, renda variável ou fundos cambiais. Conheça melhor cada um deles:

• Renda fixa: a maior parte do patrimônio é aplicada em renda fixa de outros países. Entre os ativos mais encontrados, estão os títulos públicos e as debêntures de empresas estrangeiras.

• Renda variável: possuem uma estratégia de investimentos que prioriza ativos internacionais com boas chances de ganhos. Por outro lado, os riscos envolvidos também são um pouco maiores.

• Fundo cambial: é um tipo de fundo que realiza aplicações baseadas em moedas estrangeiras. Normalmente, quem escolhe esse fundo, são os investidores mais arrojados.

citação

Como funciona um fundo de investimento internacional?

Os fundos de investimento no exterior funcionam de forma semelhante aos fundos tradicionais.

Porém, nesse caso, o patrimônio é alocado no mercado externo.

Em relação a seleção de ativos, esse processo é de responsabilidade de um gestor especializado, que é o profissional responsável pela implementação da estratégia do fundo.


Como investir em fundos internacionais?

Os fundos internacionais são indicadores para investidores moderados ou arrojados, que estão dispostos a correr determinados riscos em troca de bons retornos financeiros.

O Brasil já possui corretoras de valores que disponibilizam esse ativo de ativos para os investidores (há fundos em dólar e em reais).

Para começar, você deve abrir uma conta em uma corretora de valores. Na plataforma de investimentos, você vai encontrar as cotas dos fundos internacionais.

Depois de comprar a quantidade desejada de cotas, é importante que você comece a monitorar os resultados da sua carteira com uma certa frequência.

Para escolher uma boa corretora, é necessário verificar as certificações, analisar a reputação da empresa e, também, as taxas cobradas.


Quais são as principais características dos fundos para investir no exterior?

Agora que você já sabe o que são fundos para investir no exterior, precisa conhecer as principais características deles. Veja só:


Taxas

Antes de realizar qualquer tipo de investimento em fundos, é muito importante que você conheça todas as taxas cobradas.

A grande maioria dos fundos de investimento cobram taxas para remuneração da administração e gestor.

A taxa de administração de fundos é uma quantia paga por todos os cotistas do fundo. Basicamente, é a remuneração paga pelo serviço de administração e gestão. Ou seja, remunera os profissionais e empresas envolvidas no fundo.

A taxa de performance também pode ser cobrada. Essa taxa, na verdade, é cobrada sobre a parcela da rentabilidade do fundo que ultrapassa a variação de um índice de desempenho previamente determinado.

Sendo assim, podemos dizer que ela é um tipo de recompensa.


Aplicação mínima inicial

A aplicação inicial mínima, como o nome já diz, é o valor mínimo para começar a investir em um fundo.

É importante lembrar que esse valor varia de fundo para fundo.

Enquanto alguns possuem um valor mínimo inicial mais acessível, outros exigem aportes maiores.


Quais são os principais riscos de investir no exterior?

Embora esse tipo de investimento possa trazer bons retornos, é importante lembrar que, assim como no mercado brasileiro, os investimentos no exterior estão expostos aos riscos daquele país.

Afinal, não há investimento totalmente livre de risco, principalmente quando estamos falando de ativos de renda variável.

Isso significa que antes de começar a pensar em investir no exterior, é importante criar uma estratégia de gestão de riscos e de diversificação, para que assim, você possa diluir os riscos.

De maneira geral, os fundos de renda variável apresentam riscos relativamente maiores do que os de renda fixa, já que estão mais expostos à volatilidade do mercado.

Um dos principais riscos é a variação cambial. Ou seja, os ativos cotados em moedas estrangeiras estão sujeitos às variações do câmbio.

Além disso, também é preciso considerar o risco de mercado.

Esse risco está relacionado às oscilações que um determinado ativo pode sofrer no decorrer do tempo.


6 vantagens dos fundos de investimentos

Conclusão

Agora você já sabe o que são fundos para investir no exterior e as melhores opções para a sua carteira.

Antes de começar a investir em fundos, independentemente da categoria, é importante que você entenda muito bem o seu perfil de investidor, defina objetivos de investidores e, claro, estude sobre o fundo desejado.

Dessa forma, você consegue lidar melhor com os riscos envolvidos e encontrar as melhores oportunidades no mercado!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu