A oferta secundária de ações explicada de uma maneira fácil!

Saiba agora quais são as diferenças entre as ações primárias e a oferta secundária de ações e entenda como funciona os principais tipos de ofertas públicas de ações!

Anúncios



Você já ouviu falar sobre oferta primária e secundária de ações? Esses são os principais tipos de ofertas públicas de ações.

Cartões mais recomendados

Quando uma empresa realiza um IPO, os investidores podem se tornar acionistas dela.

Entretanto, é importante entender que há diferentes tipos de ofertas de ações na bolsa, que dependem dos principais objetivos buscados pela companhia.

E se você quer entender mais sobre o assunto, continue a leitura. Vamos explicar como tudo funciona.

a oferta secundária de ações explicada de uma maneira fácil
A oferta secundária de ações explicada de uma maneira fácil / Reprodução: Valorizei

O que é oferta de ações?

A oferta de ações é o processo que possibilita a venda de ações de uma empresa para pessoas interessadas em investir nela.

Esse processo, na verdade, é mais conhecido como oferta pública de ações, que na maioria das vezes, pode ser primária ou secundária.

Anúncios


Assim, o capital da companhia é aberto e os papéis passam a ser negociados no mercado.

Além de empresas, os fundos imobiliários (Fiis) também realizam IPO, já que possuem cotas negociadas na bolsa.


O que é oferta primária?

Quando uma empresa decide abrir seu capital, ela realiza a IPO Initial Public Offering ou em português Oferta Pública Inicial.

Ou seja, a companhia irá oferecer ações de emissão própria em uma bolsa de valores.

Sendo assim, IPO é o processo em que uma empresa passa a ser listada na bolsa. Já o investidor, pode fazer uma aplicação nas ações e, assim, tornar-se acionista minoritário.

Nesse caso, o dinheiro da venda dos papéis emitidos, vai diretamente para o caixa da companhia.

Anúncios


Isso significa que a companhia emissora vai disponibilizar ações e captar recursos para financiar seus projetos.

Com a emissão de novas ações, a companhia em questão consegue aumentar a sua base de acionistas.

Para fazer um IPO ou uma oferta primária, é necessário passar por um processo regulamentado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).


Quais os riscos de uma oferta primária?

Quem investe em um IPO, conta com a possibilidade de boa rentabilidade no médio e longo prazo.

Entretanto, estamos falando de renda variável e, portanto, é preciso ficar ainda mais atento aos riscos envolvidos.

O principal risco relacionado a uma oferta primária, está no fato de que como as ações daquela companhia nunca foram negociadas na bolsa, não dá para saber exatamente como ela irá se comportar no mercado.

Afinal, as ações podem sofrer oscilações para cima, o que é bom para os acionistas. Contudo, também podem oscilar para baixo.

Obviamente, essas oscilações sempre acontecem. Mas quando se trata de empresas já listadas, os investidores podem conferir gráficos e fazer uma análise a partir disso.

Por esse motivo, é muito importante ler o Prospecto de Emissão, ou Prospecto Preliminar, que contém informações importantes como riscos da operação, período de reserva, estudo de viabilidade, entre outros.


O que é uma oferta secundária de ações?

O termo oferta secundária de ações pode se referir a diferentes conceitos no mercado financeiro. A principal delas é quando os investidores vendem suas ações de IPO no mercado secundário para outros investidores.

Nas negociações entre si, o dinheiro é trocado entre os investidores, ou seja, não vai para o caixa da empresa.

Outra definição muito comum para uma oferta secundária é quando as empresas procuram soluções para levantar capital adicional em uma oferta de acompanhamento algum período após o IPO.

O principal objetivo de uma oferta secundária de ações é aumentar o número de ações de uma empresa listada na Bolsa de Valores.

Neste caso, seu lance é reservado às companhias que já possuam capital aberto e tenham lançado uma oferta pública inicial anteriormente.


Qual a principal diferença entre ações primárias e secundárias?

Como você pode ver, na oferta primária, a companhia vende as ações e o dinheiro vai logo para o caixa.

Ela acontece com a emissão de novas ações/cotas de fundos de investimento que serão ofertados no mercado.

Já a oferta secundária ocorre quando são ofertadas ações/cotas de fundos de investimento já existentes, fazendo com que os recursos circulem entre os investidores.


Quais são as vantagens de uma oferta pública de ações?

A oferta pública de ações, geralmente, traz várias vantagens para a empresa.

Afinal, é uma das principais formas de obter recursos financeiros, além de debêntures e empréstimos.

Porém, os empréstimos, em razão dos juros, apresentam custos muito elevados. Outra grande desvantagem dos financiamentos, é que a companhia em questão, poderá ter que assumir uma dívida por vários anos.

Portanto, para a empresa, a oferta pública de ações ajuda na obtenção de recursos e a evitar o endividamento.

Já os investidores, podem começar a investir em ações por preços reduzidos, pois quando uma empresa estreia na bolsa, as companhias iniciam a venda de papéis com um valor abaixo do esperado.

Os ativos tendem a se valorizar no dia da estreia e nas semanas seguintes. Porém, essa valorização nem sempre acontece. Por esse motivo, antes de comprar ações, é muito importante levar em conta o seu perfil de investidores.

Afinal, como há menos dados históricos para analisar, os riscos podem ser maiores.


Como participar de uma oferta de ações?

O primeiro passo é abrir a sua conta em uma corretora de valores ou em um banco de investimentos.

É através dessas instituições que você poderá fazer a sua oferta de negociação.

Depois, é importante entender o seu perfil de investidor, para que assim, você possa fazer uma análise das suas características, preferências e tolerância aos riscos no mundo dos investimentos.

Assim, você poderá avaliar se a compra ou venda de ações de uma determinada empresa é uma estratégia interessante para a sua carteira.

Também não deixe de ler o Prospecto de Emissão, ou Prospecto Preliminar, pois isso é essencial para você conhecer melhor a empresa em questão.

Caso você já tenha decidido que quer participar da oferta pública, terá que fazer uma reserva de ações, preenchendo o volume financeiro que deseja gastar comprando ativos daquela oferta.

vantagens de abrir o capital da empresa

Qual a diferença entre distribuição primária e secundária?

Qual a diferença entre distribuição primária e secundária?

A oferta primária é exclusiva para levantar capital. Geralmente, a empresa emite novas ações para investidores com o propósito de arrecadar dinheiro.

O dinheiro arrecadado, por sua vez, pode ser usado para o crescimento da empresa, financiar operações comerciais, pagar dívidas prestes a vencer e evitar até mesmo a contratação de um empréstimo a juros moderados para elevados.

As ofertas primárias de ações, ou seja, IPO, acontecem logo quando a empresa abre capital na bolsa pela primeira vez.

Contudo, as ofertas secundária de ações, no que lhe diz respeito, acontece quando a empresa já tem ações em negociação na bolsa e deseja aumentar a quantidade, dessa forma, fazendo uma emissão pela segunda vez.

Nessa oferta, os investidores que já possuem suas ações de IPO podem negociá-las entre si.

Normalmente, esses sócios querem desinvestir ou reduzir a sua participação no negócio. O dinheiro arrecadado vai para os sócios que venderam as ações.


O que devo saber sobre oferta primária e secundária de ações?

Para entender um pouco mais sobre a diferença entre oferta primária e secundária de ações, veja a tabela abaixo.

IPO – Oferta primáriaFollow on – Oferta secundária
Emissão e venda de novos títulos.Negociação de ações já existentes.
Dinheiro vai para o caixa da empresa.Dinheiro vai para os investidores que negociam as ações.
Não há como restringir o acesso dos investidores, ou seja, a oferta sempre será pública.A empresa pode convidar os investidores que deseja, tornando a oferta mais restrita.
Levantar capital para determinados projetos e objetivos.Deixar de ser sócio ou diminuir sua participação na sociedade.
Diz no que você está investindo.Diz quanto de uma ação você possui.

Como investidor, é importante que você esteja atento às ofertas secundárias de ações: elas podem ter um impacto considerável nos preços das ações.

Isso porque, uma das principais vantagens que ela oferece é o aumento de liquidez das ações de uma empresa.

Fora isso, quando uma empresa anuncia uma oferta secundária, os seus papéis acabam tendo uma volatilidade mais avançada.

Dessa forma, o especulador ou o investidor podem ter uma grande oportunidade de comprar ações com preços mais atraentes.

Outro fato importante que o investidor deve analisar sobre o follow on é porque a companhia está fazendo uma oferta secundária de ações antes de decidir investir. 

Isso porque, os preços das ações podem ser afetados tanto no curto quanto no longo prazo, dependendo dos motivos.

Quando o objetivo da empresa por meio da oferta de ações primárias é conseguir dinheiro para fazer a empresa crescer e concretizar projetos, o investidor tem mais confiança, pois vê que a empresa acredita no seu negócio.


O que é uma oferta pública?

Em suma, é quando uma companhia disponibiliza títulos e valores mobiliários para a venda.

Essa oferta é feita publicamente e é dirigida para todos os investidores, em simultâneo.

No mercado de capitais, existem diferentes modelos de ofertas públicas, sendo as principais delas:

  • IPO;
  • Oferta pública primária;
  • Oferta pública secundária.

As ofertas públicas, além do IPO, dão aos investidores mais alternativas em renda fixa e variáveis.

Além disso, é uma boa oportunidade de conseguir ótimos ganhos com ações que estão sendo ofertadas pela primeira vez no mercado.


O que é uma oferta pública inicial?

Também conhecido como IPO, uma oferta pública inicial é quando uma companhia emite e oferta ações pela primeira vez.

Esse é o primeiro passo para uma empresa iniciar na Bolsa de Valores. Na oferta pública inicial, as ações não são restritas, ou seja, são vendidas para o público em geral, ao contrário da oferta secundária de ações.


Como funciona a oferta pública de valores imobiliários?

Segundo a lei 6385/1976, alterada pela lei N° 10.303/2021, são considerados valores mobiliários:

  • Ações, debêntures e bônus de subscrição
  • Cotas de fundos de investimentos em valores mobiliários;
  • Certificados de depósitos de valores mobiliários;
  • Entre outros.

O incisivo nove (IX) ainda diz o seguinte: “quando ofertados publicamente, quaisquer outros títulos ou contratos de investimento coletivo, que gerem direito de participação, de parceria ou de remuneração, inclusive resultante de prestação de serviços, cujos rendimentos advêm do esforço do empreendedor ou de terceiros”.

Numa Bolsa de Valores os valores imobiliários são comprados e vendidos. Eles são títulos financeiros com características especiais, tais como, ações e cotas de Fundos de Investimentos.

Ao adquirir um título financeiro o comprador recebe sempre algum direito de cunho financeiro, o direito recebido depende de cada produto.

Os títulos de valor mobiliário seguem uma regulamentação que fica a cargo da CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Para emitir um valor imobiliário, a instituição precisa ter registro na CVM, mas, além disso, ela precisa registrar esse título na entidade.


Quais são as ofertas públicas em andamento?

Segundo a B3, bolsa de valores oficial do Brasil, as ofertas públicas em andamento no momento, são:

No site da B3 você descobre como participar, contudo, é válido adiantar que você precisa ser cliente de um banco ou corretora que esteja participando da oferta.

Leia também 👉 Quais corretoras que não cobram corretagem?

Conclusão

Agora você já sabe qual a diferença entre ações primárias e secundárias!

A oferta pública de ações representa uma oportunidade para comprar ações. Entretanto, antes de tomar qualquer decisão, é necessário que você entenda o seu perfil de investidor, para que assim, você possa analisar se esse tipo de investimento está alinhado aos seus objetivos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu