Tipos de renda fixa: veja quais são e descubra como escolher

Há vários tipos de renda fixa para quem quer investir com segurança!

Anúncios



Os investidores que procuram por aplicações mais conservadoras, devem saber quais são os principais tipos de renda fixa.

Cartões mais recomendados

Afinal, essa categoria de investimento é a melhor opção para quem quer começar a investir, mas sem correr riscos.

É que os produtos de renda fixa oferecem mais segurança e previsibilidade do que a renda variável.

Entretanto, isso não significa que apenas os investidores mais conservadores devem considerar a possibilidade de fazer aplicações nessa categoria de investimentos.

Na verdade, os mais moderados e arrojados, também podem recorrer a renda fixa para diversificar o portfólio e minimizar os riscos.

tipos de renda fixa

Quais são os tipos de renda fixa?

Basicamente, há três tipos de renda fixa: prefixados, pós-fixados ou híbridos.

Anúncios


Em cada uma dessas modalidades, o cálculo do rendimento do título é fixado e definido no momento da aplicação, assim como o prazo de vencimento.

Os três tipos se diferenciam pela referência para calcular juros.

Vamos entender melhor como cada um deles funciona?


Rentabilidade prefixada

Os títulos prefixados possuem taxas de juros fixas.

Ou seja, na hora da contratação, você já pode saber exatamente o quanto vai receber na data de vencimento.

O rendimento é fixo e não muda de acordo com as condições econômicas.

Anúncios


Por exemplo, se você investir em um CDB prefixado que paga 7% ao ano, esse será o rendimento recebido ao final do período contratado, isto é claro, se você não fizer o resgate antes do vencimento.

É que quando você aplica seu dinheiro em um produto de renda fixa, é feito um acordo com o emissor do título para definir o período mínimo que esse investimento ficará rendendo.

Se tirar o dinheiro antes da data estabelecida, pode perder a rentabilidade ou até mesmo, ter que pagar taxas extras.


Quando um escolher um título prefixado?

Os títulos prefixados são boas opções para quem está em busca de segurança e previsibilidade.

Sendo assim, eles são recomendados para investidores conservadores, que não querem correr riscos.

Os investidores iniciantes também podem se beneficiar com esse tipo de investimento. É que ao começar com os títulos de renda fixa prefixados, você ganha experiência no mercado, mas sem correr riscos, além de saber exatamente o quanto vai receber na data de vencimento.

Uma outra vantagem dos títulos prefixados é a proteção nos momentos de baixa do mercado, já que o retorno do investimento não é impactado diretamente por nenhum indicador econômico.

Resumindo, se você quer saber exatamente o quanto o investimento vai render até a data definida, os títulos prefixados são ótimas opções para a sua carteira de ativos.

citação

Rentabilidade pós-fixada

A rentabilidade pós-fixada é expressa sob a forma de percentual da taxa ou índice que acompanha.

Isso significa que o rendimento está atrelado a alguns indicadores da economia e, portanto, varia conforme eles oscilam.

Há três índices que são utilizados para influenciar o rendimento desses títulos:

• Taxa Selic: a Selic é a taxa básica de juros da economia. É um instrumento de política monetária usado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação, definido a cada 45 dias pelo Copom (Comitê de Política Monetária) do BC.

• CDI (Certificado de Depósito Interbancário): o CDI é a taxa de juros cobrada nos empréstimos interbancários. A taxa do CDI tem correlação com a taxa Selic.

• IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo): esse indicador é considerado o termômetro oficial da inflação no Brasil.

Na data de vencimento dos títulos pós-fixados, o investidor irá resgatar os valores aplicados mais a rentabilidade adquirida através do indicador financeiro selecionado.


Quando escolher um título pós-fixado?

Os títulos pós-fixados estão entre os mais comuns do mercado, já que acompanham o momento econômico.

É uma boa opção para quem prioriza a segurança e não quer correr riscos.

Além disso, eles possuem pouca volatilidade e não causam prejuízo para os investidores que resgatam o valor aplicado antes do prazo de vencimento.

Ou seja, se você está pensando em construir a sua reserva de emergência, vale a pena investir em um título pós-fixado, como o Tesouro Selic, por exemplo.

Como esses investimentos estão atrelados a um indicador específico, os investidores encontram boas oportunidades de ganho através deles.

Desse modo, em decorrência da elevação de juros, conseguem obter rendimentos mais vantajosos, porém, de uma forma estável e segura.


Rentabilidade híbrida

Os títulos híbridos mesclam as características dos títulos prefixados e pós-fixados.

Ou seja, uma parte da rentabilidade é fixa e o investidor já a conhece no momento da contratação e a outra parte, acompanha um índice da economia, como o IPCA.

O título público Tesouro IPCA representa bem o tipo de rentabilidade desse investimento.

Esses títulos rendem a variação percentual da inflação, que é o IPCA.

O principal objetivo dessa aplicação é proteger o dinheiro do investidor contra a inflação, que diminui o poder de compra.


Quando escolher um título híbrido?

Os investimentos de rentabilidade híbrida são boas opções para quem quer investir pensando no longo prazo.

Afinal, dessa forma, o investidor consegue proteger o patrimônio e garantir o seu poder de compra.

A demanda pelos títulos públicos geralmente aumenta quando o país vive em um período de inflação acelerada.

Mas quando a inflação do país está sob controle, esses títulos não chamam tanta atenção.


Quais os principais produtos de renda fixa?

Existem diversos tipos de aplicação em renda fixa.

Elas são caracterizadas por rentabilidade, liquidez, risco, prazo, emissor, entre outros.

Abaixo, veja quais são os investimentos mais populares em renda fixa:

• Tesouro Direto

• CDB

• LCI e LCA

• LC (Letra de câmbio)

• CRI e CRA

6 motivos para investir em renda fixa 2022

Conclusão

Agora você já sabe quais são os principais tipos de renda fixa e quais as vantagens de cada um deles.

Se você quer investir com segurança e previsibilidade ou então, pretende diversificar o seu portfólio, a renda fixa é uma ótima opção para você.

Mas antes de qualquer coisa, é importante conhecer o seu perfil de investidor e traçar objetivos de curto, médio e longo prazo, além de claro, montar um plano financeiro!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu