Como funciona a renda fixa Banco Inter?

Saiba quais os produtos de renda fixa Banco Inter!

Anúncios



A renda fixa Banco Inter possui várias opções de investimento!

Cartões mais recomendados

Portanto, se você está em busca de aplicações mais seguras e que oferecem previsibilidade de investimento, vale a pena pensar em investir em renda fixa.

Pensando nisso, vamos te mostrar quais são os produtos financeiros dessa categoria que estão disponíveis no Banco Inter. Confira!

como funciona a renda fixa banco inter?

Como investir em renda fixa Banco Inter?

Pessoas Físicas e Jurídicas que tenham a conta digital aberta poderão realizar investimentos nas aplicações disponíveis.

Sendo assim, o primeiro passo é abrir uma conta digital no banco.

Desse modo, você terá acesso aos produtos de renda fixa disponíveis para aplicação.


É possível resgatar a aplicação a qualquer momento?

Anúncios


Isso depende da aplicação que foi realizada.

Por exemplo, caso tenha investido em um CDB, que é uma modalidade de investimento com liquidez diária, poderá resgatar o valor investido antes da data de vencimento.

Contudo, algumas aplicações em renda fixa, como a LCI e LCA, só permitem o resgate em uma data de vencimento determinada.

Portanto, antes de começar a investir, é preciso pensar em alguns fatores, como por exemplo, perfil de investidor, objetivos financeiros e o prazo em que você pretende fazer o resgate.

Agora que você já sabe disso, está na hora de conhecer as principais aplicações de renda fixa Banco Inter:


Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros do mercado.

Anúncios


Basicamente, é um programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para a venda de títulos públicos federais para pessoas físicas.

Atualmente, com pouco mais de R$ 30, você já consegue investir em títulos do Tesouro Direto.

Existem três principais tipos de Tesouro Direto:

• Tesouro prefixado: a rentabilidade é definida no momento da contratação do título.

• Tesouro Selic: é um título pós-fixado cuja rentabilidade está atrelada à taxa Selic, a taxa básica de juros da economia.

• Tesouro IPCA: a taxa de rentabilidade desse título é composta por uma parte prefixada mais a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA no período.


CDB

O CDB é o Certificado de Depósito Bancário.

Esse título é emitido por bancos para captar dinheiro e financiar suas atividades, como projetos e pagamento de dívidas, por exemplo.

Ao comprar um título de CDB, você está, na verdade, emprestando o seu dinheiro para o banco.

Em troca, na data acordada, você receberá o capital investido acrescido de juros.

Um título de CDB pode ser prefixado, pós-fixado ou híbrido.

Os CDBs com prazo de vencimento mais longo costumam ter uma rentabilidade mais atrativa.

Uma das principais vantagens desse investimento é a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) até o limite de R$ 250 mil por CPF ou CNPJ.

LCI e LCA

LCI e LCA são, respectivamente, as siglas para Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio.

Ambos são bem parecidos com os CDBs emitidos pelos bancos. Isso significa que quem compra um desses papéis, empresta o dinheiro para uma instituição.

Mas a vantagem das LCIs e LCAs em comparação com o CDB e o Tesouro Direto, é que estas são isentas de Imposto de Renda.

Do ponto de vista do investidor, não faz muita diferença investir em uma LCI ou LCA, o que muda, basicamente, é o lastro do papel.

As letras de crédito imobiliário são lastreadas na carteira de empréstimos do setor imobiliário. Já as letras de crédito do agronegócio, são papéis utilizados para captar recursos financeiros para o agronegócio.

Em relação a principal desvantagem das letras de crédito, como já comentamos, é a liquidez com restrições.

É que normalmente, é preciso esperar o vencimento do papel para resgatar o investimento e transformá-lo em dinheiro novamente na sua conta.

O investidor até pode tentar resgatar o capital investido antes do prazo. Porém, os bancos e corretoras podem cobrar uma “multa”, que irá afetar consideravelmente a rentabilidade acumulada.

Portanto, se você está pensando em investir para construir a sua reserva de emergência, o indicado é investir em um CDB pós-fixado ou no Tesouro Selic.

As LCIs e LCAs também contam com a proteção do FGC.


CRI e CRA

O certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e o certificado de recebíveis do agronegócio (CRA) são títulos de renda fixa.

A vantagem desse tipo de investimento é que ele oferece uma remuneração mais vantajosa do que os títulos públicos. Por outro lado, os riscos também são um pouco maiores.

O CRI e CRA são emitidos por instituições securitizadoras – empresas responsáveis por comprar a dívida da companhia.

A principal diferença entre os CRIs e CRAs é a origem dos recebíveis securitizados.

Os CRIs são créditos ligados ao setor imobiliário, enquanto os CRAs são investimentos para financiar atividades ligadas ao agronegócio.

A remuneração pode ser prefixada, pós-fixada ou atrelada à inflação.

Uma vantagem dos CRIs e CRAs é que essas aplicações são isentas de Imposto de Renda, isto é, a rentabilidade oferecida aos investidores é líquida.

Porém, assim como as LCIs e LCAs, os certificados de recebíveis são considerados investimentos de baixa liquidez.

Ou seja, eles são mais recomendados para investidores com foco no médio e no longo prazo.


Debêntures

Uma debênture é um título representativo de dívida emitido por companhias com o objetivo de captar recursos para diversas finalidades.

Funciona como um empréstimo feito para que as empresas possam realizar planos financeiros.

As debêntures são valores mobiliários que representam a dívida da companhia. Ou seja, quem detém o título, garante o direito de crédito que deve ser pago pela empresa emissora.

O investidor será remunerado através de juros que podem ser prefixados, pós-fixados ou híbridos.

Esse investimento é recomendado para quem está pensando no médio e longo prazo. Geralmente, as aplicações duram, no mínimo, dois anos.

Para escolher uma debênture, você deve levar em conta o prazo do investimento, rendimento e emissor da debênture, já que nesse investimento, não há garantia do FGC.

6 motivos para abrir uma conta no banco inter

Conclusão

Os produtos de renda fixa Banco Inter são boas opções para quem deseja investir nessa categoria de investimento em 2022.

O primeiro passo, como você já sabe, é criar a sua conta.

Mas antes de começar a investir, faça um estudo sobre a aplicação que mais te interessa. Dessa forma, você saberá se ela é a opção mais adequada para a sua carteira de investimentos!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu