Como funciona a previdência privada?

Está preocupado com a sua aposentadoria? Então saiba como funciona a previdência privada através desse guia!

Anúncios



Como o próprio nome já diz, a previdência privada inclui os planos de aposentadoria que não estão ligados ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Cartões mais recomendados

Mas ao contrário do que muitos pensam, você não precisa escolher entre a previdência e o INSS. Estamos falando de modelos complementares, que podem ser adotados ao mesmo tempo quando a aposentadoria chegar.

Mas será que a previdência privada é uma boa opção para garantir a sua tranquilidade financeira na aposentadoria? Como funciona a tributação?

É isso que você vai descobrir neste guia! Continue a leitura para saber mais sobre o assunto.

como funciona a previdência privada

O que é previdência privada?

A previdência privada é uma forma tradicional de poupar e investir dinheiro para o futuro.

É um tipo de previdência contratada por vontade própria pelas pessoas.

Anúncios


Além disso, como você já sabe, ela é complementar à previdência oferecida pelo governo através do INSS.

Através dessa modalidade, o contratante faz recolhimentos periódicos durante o período de acumulação. Quando ele desejar, pode sacar o dinheiro.

Tanto a forma de aplicar quanto de resgatar a previdência mudam conforme o plano escolhido.

Você pode, por exemplo, fazer um único depósito de valor mais alto e resgatá-lo depois de um tempo. Ou então, existe a possibilidade de fazer aportes mensais e, depois do período de contribuição, resgatar o investimento.

Devido a Reforma da Previdência, esse tipo de investimento tem chamado a atenção dos brasileiros que não se sentem seguros em depender apenas do INSS.

Isso significa que garantir outra fonte de renda é uma forma interessante de fazer com que na terceira idade, você possa manter o seu padrão de vida.

Anúncios


Caso esse seja o seu objetivo, é necessário começar a se preparar o quanto antes.

Lembre-se de que o dinheiro aplicado na previdência irá render. E a boa notícia, é que o poder dos juros compostos, é um dos maiores benefícios que todo investidor que pensa a longo prazo possui ao seu favor.


Como a previdência privada funciona?

Um plano de previdência privada funciona como uma aplicação financeira.

Ao contratá-la, você decide o quanto pretende investir por mês, (caso queira fazer aportes mensais), por quanto tempo pretende investir e depois de quantos anos irá realizar o resgate.

Obviamente, seus planos podem mudar. Felizmente, é possível sacar o dinheiro investido (ou apenas uma parte dele) antes do prazo, caso você precise lidar com uma eventualidade.

O principal objetivo da previdência privada é fazer com que o investidor contribua com um valor periódico ao longo do tempo para que no futuro, possa resgatar o valor aplicado e os rendimentos obtidos.

Você pode escolher entre receber todo o valor, uma parte dele, ou então, convertê-lo em uma renda mensal.

O cálculo da previdência privada leva em conta a taxa de rentabilidade, tempo de investimento e aplicação.


Quais são as principais diferenças da previdência privada e do INSS?

No INSS, a contribuição mensal não é opcional.

Além disso, ela é proporcional ao regime de trabalho.

Já a previdência privada, é uma forma livre de investimento. Ou seja, você escolhe se quer investir, o período em que pretende realizar aportes e o quanto poderá investir.

A previdência é opcional e você paga enquanto durar o plano que foi escolhido.

Outra grande diferença é que você pode contratar o plano quando quiser.

Isso significa que até mesmo uma criança, pode ter uma previdência privada contratada pelos pais.

Ou então, um adulto de 45 anos, que começou a pensar na aposentadoria agora, pode contratar um plano de previdência.

citação

Como escolher a previdência privada?

Como você já sabe, o investidor pode aplicar uma quantia todo mês e resgatar o capital acumulado em forma de resgate programado ou forma de renda.

Para você entender como funciona a previdência privada, é importante saber que existem duas modalidades de investimento.

Ambas possuem suas vantagens. A melhor opção, é aquela que mais se aproxima do seu perfil de investidor e do seu estilo de vida. Veja só:


PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livres)

Os planos tipo PGBL são indicados para quem entrega a declaração do Imposto de Renda utilizando o modelo completo.

Quem contrata esse plano, tem o benefício de reduzir até 12% da renda tributável compensável por ano.

Nesse caso, o IR é cobrado sobre todo o valor que estava no fundo no momento do resgate.

Por exemplo, se você sacar R$ 50 mil do fundo, terá que pagar IR sobre todo esse valor.


VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)

Os planos do tipo VGBL não incluem o benefício fiscal proporcionado pelos PGBL.

Eles são recomendados para quem faz a declaração do Imposto de Renda no modelo simplificado.

No fundo VGBL, a tributação é cobrada somente sobre o valor de rendimento da previdência, ou seja, a diferença entre o valor total investido e o valor de resgate.


Tributação progressiva ou regressiva?

Além de escolher entre PGBL ou VGBL, é preciso escolher a forma como o plano de previdência será tributado no momento em que você fizer o resgate (seja parcial ou total).

Progressiva

Nesse modelo de previdência privada, as alíquotas do IR vão de 0% a 27,5%, a depender do valor resgatado.

É indicado para quem prefere receber a quantia em parcelas e não de uma vez só.

Além disso, quando o contratante faz o resgate do saldo da previdência, é recolhido 15% de IR na fonte.

É importante lembrar que o valor do desconto, que pode ser compensado na declaração.


Regressiva

Nesse caso, as alíquotas do Imposto de Renda diminuem ao longo do tempo.

O imposto de renda varia de 35% a 10%, de acordo com o tempo de aplicação.

Ou seja, esse regime de tributação costuma ser bem mais vantajoso para quem está investindo pensando no longo prazo.

6 vantagens da previdência privada

Conclusão

Agora você já sabe como funciona a previdência privada, quais os planos de previdência e como é a forma de tributação.

Se você está pensando em ter tranquilidade financeira na sua aposentadoria, a previdência privada é uma ótima opção para complementar a sua renda na terceira idade.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu