8 técnicas para se tornar um poupador

Descubra as melhores técnicas para se tornar um poupador e organizar a sua vida financeira

Anúncios



Você quer encontrar as melhores técnicas para se tornar um poupador e poder realizar seus objetivos financeiros com mais facilidade?

Cartões mais recomendados

Muitas pessoas querem economizar mais. Porém, esse processo não é tão simples, já que para poupar, é necessário se organizar financeiramente, realizar um planejamento, reduzir despesas e muito mais.

Para te ajudar, preparamos um conteúdo exclusivo, com várias dicas para você se tornar um poupador e adquirir a tão sonhada liberdade financeira!

Continue a leitura para saber mais.

8 técnicas para se tornar um poupador

O que significa poupar dinheiro?

É comum confundir o conceito de economizar com o de poupar.

Por isso, vamos explicar as diferenças entre as duas coisas.

Anúncios


Economizar significa não gastar dinheiro de forma desnecessária. Ou seja, é o hábito de evitar compras supérfluas e adquirir apenas o que você precisa.

Você economiza o seu dinheiro quando deixa de comprar um produto ou troca um item mais caro por um mais barato, por exemplo.

Já poupar é o ato de guardar uma parte do dinheiro que você ganhou.

Quando você poupa, está, na verdade, reservando uma parte do seu dinheiro para guardar e não usá-lo em nada.

Resumindo, quando você economiza, deixa de gastar de forma desnecessária. Já quando poupa, está guardando o dinheiro que foi economizado.

De qualquer forma, os dois conceitos estão relacionados e uma coisa complementa a outra!


As melhores técnicas para se tornar um poupador

Anúncios


Poupar é um dos principais pilares da educação e da inteligência financeira.

Ou seja, é uma forma de adquirir mais tranquilidade e segurança, já que você vai deixar de gastar dinheiro, para que assim, possa criar um patrimônio financeiro no médio e longo prazo.

Se você está gastando mais do que devia e está com dificuldades para economizar, veja as dicas que preparamos para você organizar a sua vida financeira:


1. Anote todos os seus gastos

Anotar todos os seus gastos é essencial para controlar o seu orçamento.

Se você não entende a sua realidade financeira, fica muito mais difícil economizar e fazer boas escolhas.

Portanto, se você quer realmente se tornar um poupador, crie o hábito de anotar todos os seus gastos.

Pode ser em um caderno de finanças ou uma planilha de Excel, por exemplo.

Todos os seus gastos devem ser anotados, independentemente do valor, pois até as despesas pequenas, quando acumuladas, se transformam em uma bola de neve.


2. Classifique as suas despesas em fixas e variáveis

As despesas fixas são aquelas cujo valor é fixo ou varia muito pouco.

Além disso, elas ocorrem praticamente todo mês, independentemente do nível de consumo.

Exemplos de despesas fixas: aluguel, condomínio, plano de saúde, faculdade, escolha dos filhos etc.

Já as despesas variáveis variam de acordo com a intensidade e frequência do consumo.

Exemplos de despesas variáveis: alimentação, energia elétrica, gasolina, lazer, cuidados pessoais etc.

Para criar um planejamento financeiro realmente eficaz e objetivo, é importante que você classifique as suas despesas em fixas e variáveis.

Também recomendamos dividi-las em categorias. Dessa forma, você consegue analisar os gastos que podem ser reduzidos.

citação

3. Defina seus objetivos financeiros

Poupar, como você já sabe, é um dos pilares da educação financeira.

Mas se você não possui objetivos definidos, terá dificuldades para manter o foco, a motivação e o controle financeiro.

É que ao estabelecer objetivos, você aumenta o seu foco, a disciplina e a motivação.

Por isso, é muito importante que você estabeleça objetivos financeiros que realmente pretende realizar.

Exemplos de sonhos financeiros:

• Viajar para fora do país

• Comprar um carro

• Conseguir se organizar financeiramente

• Comprar uma casa

• Pagar todas as dívidas

• Adquirir liberdade financeira

• Ter dinheiro para casar


4. Cuidado com as promoções e compras compulsivas

As compras por impulso podem ser consideradas grandes vilãs do orçamento financeiro.

Por isso, se você quer se tornar um poupador, não tem outro jeito: é preciso evitar as compras compulsivas.

Um dos principais erros das pessoas nessas horas, é comprar um produto só porque ele estava na promoção.

Você não deve adquirir um item só porque ele está barato. É que ao fazer isso, você corre o risco de comprar algo desnecessário e que talvez, nunca vai chegar a usar.

Uma dica é ter sempre o orçamento das suas compras em mãos para que você compre apenas o que já está na sua lista. Desse modo, fica mais fácil resistir às tentações.

Dicas para evitar compras compulsivas:

• Faça listas

• Defina um orçamento para o que deseja comprar

• Não faça compras quando estiver triste ou irritado


5. Lazer de graça

Aproveite para frequentar os lugares e eventos gratuitos da sua cidade.

Desse modo, além de você se divertir e passar por bons momentos com a pessoa que você ama, também consegue economizar.

Praças, museus, passeios de bicicleta e caminhadas ao ar livre são algumas opções de lazer gratuitas!


6. Crie o hábito de pesquisas preços

Com a internet, fica muito mais fácil pesquisar preços.

Entretanto, ao fazer pesquisas, não olhe apenas o preço, mas sim, o custo-benefício do produto.

Ou seja, tome cuidado com o barato que sai caro.

Para fazer essa pesquisa, utilize ferramentas específicas, como o Buscapé, por exemplo!


7. Saiba dizer não

O hábito de dizer ‘não’ traz benefícios não apenas para a sua vida pessoal e profissional, mas também para a sua vida financeira.

Isso significa cortar gastos por impulso e aprender a dizer não para você mesmo.

Contudo, também é importante que você saiba dizer não sempre que alguém te convidar para um evento cujo orçamento você não possa entender.

De forma alguma, você deve abrir mão da sua vida social. Porém, tome cuidado com os eventos que fogem da sua realidade financeira.


8. Invista o seu dinheiro

Além de poupar, é importante começar a investir.

Desse modo, você potencializa os seus recursos e consegue manter o seu poder de compra no médio e no longo prazo.

como criar a sua reserva de emergência?

Conclusão

Agora você já sabe quais são as melhores técnicas para se tornar um poupador.

Guardar dinheiro é importante para que você tenha mais tranquilidade na hora que um imprevisto surgir, possa criar a sua reserva de emergência e realizar os seus objetivos.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu