Como evitar compras compulsivas

As compras compulsivas estão começando a comprometer as suas finanças? Então está na hora de saber como evitá-las!

Anúncios



Comprar, comprar e comprar… por que as pessoas têm tanta dificuldade em evitar as compras? O simples ato de adquirir algo novo, já faz com que as pessoas sintam uma sensação de prazer.

Cartões mais recomendados

O problema é que essa sensação momentânea passa bem rápido. O que realmente fica, são as contas e em algumas situações, as dívidas.

Para aumentar a sua qualidade de vida e segurança financeira, é essencial evitar as compras impulsivas.

Se você quer mudar essa realidade, mas não sabe por onde começar, leia esse artigo até o final.

Vamos te dar várias dicas sobre o assunto!


O que contribui para as compras compulsivas?

É fundamental compreender as razões pelas quais muitas pessoas não conseguem evitar as compras compulsivas.

Anúncios


Afinal, esses existem alguns fatores para isso, como por exemplo:

• Necessidade de satisfação imediata

• Desejo insaciável ligado ao consumo

• Comprar porque vê outras pessoas comprando

• Comprar porque viu um produto na promoção

• Facilidade de acesso ao crédito, que dá a sensação de “dinheiro fácil”

como evitar compras por impulso

8 formas de evitar as compras compulsivas

Anúncios


Todo mundo sabe que comprar em excesso faz mal para o bolso e até mesmo para a sua saúde mental.

Mas não é tão fácil assim resolver esse problema, não é mesmo? Em alguns casos, a ajuda psicológica se torna necessária.

Porém, existem formas relativamente simples de evitar as compras compulsivas. Ao seguir essas dicas, você terá mais facilidade em poupar dinheiro e evitar o hábito de gastar compulsivamente.

Veja as dicas que preparamos para você:


1. Conheça as suas verdadeiras necessidades

 Não tem como economizar 100% do seu salário. Afinal, existem despesas essenciais, como por exemplo, aluguel, compra do primeiro imóvel alimentação, transporte, etc.

Por isso, o primeiro passo é entender o que você realmente precisa.

Faça uma lista e nela, coloque tudo o que é fundamental para você viver ou então, que você já se comprometeu a pagar.

Desse modo, fica mais fácil identificar quais são as despesas que você pode eliminar da sua vida.


2. Saia com dinheiro contado

Esse hábito é uma excelente forma de evitar as compras compulsivas.

Se você é uma pessoa consumista e está sempre com vontade de adquirir algo novo, comece a seguir esse conselho o mais rápido possível.

Basicamente, o que você pode fazer é sair com uma quantia limitada de dinheiro. Obviamente, não leve o cartão de crédito e nem o de débito.

Assim, você vai se sentir obrigado a gastar apenas o que tem ou, se possível, não gastar nada.


3. Pesquise e espere um pouco antes de comprar

Você com certeza já passou pela seguinte situação:

Estava passeando no shopping, olhou a vitrine e viu algo que gostou. Entrou na loja e comprou.

Mas ao chegar em casa, percebeu que o produto que havia comprado, não era algo que você realmente precisava e que talvez, nem vá utilizar no futuro.

Em algum momento, todo mundo já fez isso.

O problema é quando você adquire esse hábito. Ou seja, faz várias compras por impulso, sem analisar se é algo que você realmente precisa.

Pense em quanto isso já te prejudicou. Comprar sem pensar traz uma sensação de prazer momentânea, mas que passa logo após você chegar em casa e perceber que tem mais uma conta para pagar.

4. Faça listas

As listas de compras te ajudam a poupar tempo e dinheiro.

Está indo no mercado? Então, antes de sair de casa, faça uma lista das coisas que você realmente precisa.

Desse modo, você evita comprar coisas que, na verdade, não precisa e só vão comprometer as suas finanças.


5. Fique longe das promoções

As promoções te ajudam a economizar dinheiro? Depende.

Se você compra algo que realmente precisa por um valor mais baixo, de fato, você fez um bom negócio.

Mas se você faz compras compulsivas apenas porque os produtos estavam com um “preço barato”, você está, na verdade, perdendo o seu dinheiro.

Se você viu que algum produto estava na promoção, antes de comprar, pense se você vai realmente utilizá-lo. Caso a resposta seja não, é melhor evitar essa compra.


6. Invista nos seus sonhos

Muitas pessoas fazem compras compulsivas porque elas querem suprir desejos momentâneos.

Mas a verdade é que ao focar em sonhos de longo prazo, você adquire muito mais motivação e satisfação pessoal.

Que tal guardar dinheiro para fazer aquela viagem que você tanto deseja? Ou então, abrir o próprio negócio? Pense no que você realmente quer. Trace objetivos.

Assim, você consegue evitar as compras compulsivas, pois terá objetivos maiores, pelos quais vale a pena fazer pequenos sacrifícios.


7. Para evitar compras compulsivas separe uma parte do seu dinheiro para gastar com besteiras

Essa dica pode parecer estranha, não é mesmo? Afinal, se a ideia é parar de fazer compras compulsivas, por que você deveria separar uma parte do seu orçamento para isso?

É que ao separar uma parte do seu dinheiro para essas compras, você consegue controlar melhor o seu orçamento.

Ou seja, você saberá que a outra parte do seu dinheiro, utilizada para gastos essenciais, não deve de forma alguma, ser usada para fazer compras desnecessárias.

Obviamente, o valor separado para essas compras deve ser bem menor do que o que você usa para gastos essenciais.


8. Não faça compras junto com pessoas que gastam demais

Você tem amigos que te incentivam a gastar e utilizam o argumento “só se vive uma vez?”

Então é bom evitar sair com eles, pelo menos temporariamente. Ou pelo menos, evitar sair com eles em lugares como shoppings, comércio de rua, bares, supermercados, etc.

Se você deseja controlar esse hábito, procure sair com pessoas que conseguem controlar seus impulsos de compra. Dessa forma, você evita decepções quando a fatura do cartão chegar.

como evitar compras compulsivas

Conclusão

Fazer compras compulsivas é um hábito que te dá prazer momentâneo. Contudo, quando a euforia passar, você poderá se sentir triste e arrependido.

Por isso, educação financeira é essencial.

Ao mudar os seus hábitos de compra, você melhora a sua saúde financeira e, consequentemente, se sente muito mais motivado e tranquilo, pois sabe que vai ficar longe das dívidas!

Aproveite e leia também: Investir na poupança ainda é vantajoso?

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais