Como funciona a Renda Fixa Argentina? Saiba tudo agora!

Saiba tudo sobre a Renda Fixa Argentina, como funciona, quais são as vantagens e os riscos em investir neste mercado financeiro. Leia até o final e confira todos os detalhes!

Anúncios



Quer descobrir mais sobre como funciona os títulos de Renda Fixa Argentina? Separamos um conteúdo com todas as informações para matar a sua curiosidade.

Cartões mais recomendados

Pois, além de mostrar neste texto os principais tipos existentes no país vizinho, também vamos informar sobre como investir em títulos de renda fixa no exterior.

Continue a leitura e acompanhe as principais informações sobre essa aplicação financeira, tipos principais, vantagens, desvantagens ocasionados pelos riscos do mercado financeiro.

como funciona a renda fix argentina

O que é renda fixa e como funciona?

A renda fixa é uma categoria de investimento mais segurado mercado, pois possui a rentabilidade previsível e determinada no momento da contratação. Dessa forma, na maioria das vezes nós sabemos o quanto vamos receber desde o início.

Na Argentina, a renda fixa é uma dívida dividida pelo número de credores que compraram os “pequenos pedaços da dívida” e tais pedaços são conhecidos como títulos de dívida ou apenas títulos. As regras, condições e indicadores econômicos variam de país para país.

Entretanto, quando se trata de renda fixa, o padrão é sempre o mesmo: o investimento é composto por ativos financeiros com regras definidas de remuneração.

Anúncios


Ou seja, são investimentos cujo rendimento é conhecido previamente (prefixado) ou que dependem do comportamento de um indicador (pós-fixados) como a taxa Selic, por exemplo, que é a taxa básica de juros da economia brasileira.


Tipos de Renda Fixa Argentina

Os Tipos de Renda Fixa na Argentina são classificados de acordo com o emissor, levando em consideração o prazo de investimento e o retorno. Vamos conhecer quais são as opções?

Renda Fixa Pública

À princípio, este tipo de Renda Fixa são títulos emitidos por estados, comunidades e demais órgãos público.

O objetivo principal é financiar as despesas e complementar os rendimentos dos impostos. Aliás, as dívidas públicas do país são negociadas diretamente pelo Mercado de Dívida Pública Escritural e a supervisão é feita pelo Banco da Espanha. Os principais títulos são: Bilhetes do Tesouro, Obrigações e Obrigações do Estado.

Renda Fixa Privada

Já a Renda Fixa Privada trata-se de um título para financiar projetos e aumentar o capital, cotado pelo Mercado AIAF com supervisão do Mercado de Valores Mobiliários. Entre os tipos estão os seguintes papéis: Notas promissórias de empresas, Obrigações de empresas privadas, Obrigações Subordinadas, Obrigações e Titularização Hipotecárias e Obrigações Territoriais.

Renda Fixa Argentina Curto Prazo

Os Títulos fixos a Curto Prazo tem o prazo máximo de 18 meses e são adquiridos nos mercados monetários. Ou seja, eles tem a liquidez bem alta já que podem ser vendidos no mercado secundário facilmente. No entanto, em termos de retorno o valor pago costuma ser menor do que os títulos de longo prazo.

Renda Fixa de Médio a Longo Prazo

Anúncios


Por outro lado, os títulos de renda fixa de médio a longo prazo são comercializados no mercado de capitais e o investimento tem uma duração superior a dois anos. A rentabilidade é bem maior, porém os riscos de perda são mais elevados.

Renda Fixa de Rendimento Explícito

A Renda Fixa com Rendimento Explícito fazem pagamentos periódicos ao investidor em forma de juros, semelhante ao nosso investimento de Tesouro Direto com Juros Semestrais. Na Argentina o pagamento é estipulado no momento do contrato de forma semestral ou anual.

Renda Fixa de Retorno Implícito

Conhecida também como Cupom Zero, este tipo de renda fixa tem o retorno determinado pela diferença entre o valor inicial pago no título e o valor no dia do resgate. Dessa forma, os juros são pagos em uma única oportunidade no momento da liquidação.


Vantagens e Desvantagens

Tudo em nossas vidas existem vantagens acompanhadas de desvantagens e com a renda fixa isso também não seria diferente, afinal se por um lado o investimento tem uma boa rentabilidade, por outro ele não está isento de riscos no Mercado Financeiro.

Vantagens

  • Pagamento pré-determinado em uma data estipulada;
  • Existe uma boa variedade de títulos de renda fixa envolvendo taxas e prazos;
  • Dependendo da economia do país os lucros costumam ser bem vantajosos, como aconteceu no ano de 2019.

Desvantagens

  • Existem possibilidade da entidade emitente não devolver os valores aos investidores, portanto, antes de começar qualquer operação é importante verificar a nota e reputação (o famoso rating) da empresa e administração pública;
  • Risco de Liquidez, pode acontecer de não encontrar uma contraparte no momento de vender um título antes da data combinada.

Se você pretende investir nesse papel estrangeiro, antes de mais nada é importante estar atento às seguintes questões: reputação do emissor (mesmo que seja administração pública), preços de emissão e resgate, taxa de juros, datas e regras sobre a liquidação, em que tipo de mercado o título está listado.


Como investir em Renda Fixa Estrangeira?

A forma mais fácil de investir em títulos de renda fixa no exterior é abrindo uma conta de investimentos em bancos ou corretoras que atuem no país e para fazer a transferência a instituição precisa ser autorizada pelo Banco Central.

Outra maneira de negociar os papéis é comprando cotas por meio do do ETFs (Exchange Traded Funds) – Os Fundos de Índices. Este tipo de fundo de investimento é negociado na Bolsa de Valores Brasileira e envolve títulos de renda fixa de diversos países.

A ETF de Renda Fixa Internacional aceita qualquer índice, desde que seja reconhecido pela Comissão de Valores Imobiliários e por meio dele você consegue analisar os títulos. Como por exemplo verificar o segmento da dívida ou taxas de juros.

No entanto, para dar início ao investimento você precisa abrir uma conta em uma corretora participante. Depois disso, dentro do aplicativo no seu Home Broker informe o código do ETF de Renda Fixa Internacional desejado. O principal fundos para investir em ETF na Argentina é o Global X MSCI Argentina ETF (ARGT).

curiosidades sobre renda fixa

Conclusão

Como vimos, a Renda Fixa Argentina tem alguns aspectos diferentes do Brasil e para auferir bons lucros você precisa analisar o mercado econômico do país estrangeiro. Pois, já houve tempo em que os rendimentos tiveram uma taxa acima de 70% ao ano, mas a alta e baixa dos juros remuneratórios não são sempre estáveis e oscilam com o passar do tempo.

De fato, a renda fixa é o tipo de investimento que traz mais segurança ao investidor e indispensável para diversificar uma carteira de ativos. Mas quando se fala em títulos públicos ou privados na Argentina é importante analisar a reputação do emissor, mesmo que se trate de um órgão público.

Gostou deste conteúdo? Aproveite também para conhecer sobre os BDR’S uma forma bem fácil de investir em ativos internacionais sem complicações!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu