Quanto rende a renda fixa por mês? Saiba tudo!

Você já parou para se perguntar quanto rende a renda fixa e se essa modalidade de investimento é a melhor opção para o seu caso?

Anúncios



Por muito tempo, os brasileiros deram preferência à renda fixa. Os juros garantiam um bom retorno financeiro. Além disso, sempre foi uma modalidade de investimento mais fácil e acessível.

Cartões mais recomendados

Mesmo com a queda da Selic nos últimos anos, muitas pessoas continuaram investindo em renda fixa, até mesmo na poupança tradicional.

Mas afinal, isso faz sentido? Como esse investimento funciona?

Se você quer aplicar o seu dinheiro, mas não sabe por onde começar, leia esse guia! Vamos explicar tudo sobre o assunto.


O que é renda fixa?

Para que você entenda melhor sobre o assunto, é necessário, em primeiro lugar, saber o que é renda fixa.

Basicamente, é um tipo de investimento em que as pessoas conhecem ou podem prever a rentabilidade, antes mesmo da operação.

Anúncios


É isso que a difere da renda variável, como a Bolsa de valores, no qual a rentabilidade não é garantida e há riscos maiores envolvidos na aplicação do seu capital.

quanto rende a renda fixa por mes

Selic em 6,25% ao ano : quanto rende a renda fixa?

O Copom (Comitê de Política Monetária), em setembro de 2021, aumentou de 5,25% para 6,25% ao ano a taxa básica, ou seja a Selic, para controlar a inflação. 

O aumento desse percentual já era algo esperado pelo mercado financeiro.

Essa alta torna as aplicações em renda fixa mais atrativas, já que boa parte delas acompanha a Selic.

Após seis anos de queda, a Taxa Selic começou a sofrer aumentos em março de 2021.

Quando se trata de investimentos, a Selic tem uma grande importância. Durante o período em que ela estava em 2% ao ano, muitos investidores migraram para a renda variável.

Anúncios


A renda fixa continuou sendo muito utilizada pelos investidores mais conservadores ou moderados, ou então, por quem desejava construir uma reserva de emergência.

Mas no atual cenário, com a inflação em alta e juros elevados, a renda fixa voltou a chamar a atenção até mesmo de investidores que davam preferência à renda variável.


Os principais investimentos em renda fixa: quanto rende cada um deles?

Há vários tipos de investimentos em renda fixa. Por isso, não há um rendimento específico que seja aplicado em todos os casos.

Cada um desses investimentos apresenta rendimentos, prazos e características diferentes.

E se você quer saber como rende a renda fixa em cada um deles, continue a leitura:

citação

1. Tesouro Selic

A rentabilidade do Tesouro Direto pode ser prefixada ou pós-fixada.

Se pós-fixada, a taxa de rentabilidade é estabelecida com base em um indexador da economia, como os atrelados à Selic e ao IPCA.

Porém, caso seja prefixada, o retorno financeiro já é conhecido no momento da compra e se mantém até a data final do prazo.

Ou seja, a rentabilidade varia pela inflação, taxa Selic e o tempo dedicado à aplicação.

 No próprio site do Tesouro Direto, você pode fazer uma simulação de investimento de acordo com as características da sua aplicação (quanto pretende investir, título, taxa de rentabilidade, etc).


2. CDB

O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um dos investimentos mais comuns, já que a maioria dos bancos oferece esse produto financeiro para os clientes.

Ele é um “empréstimo” que você fornece aos bancos, para que essas empresas possam captar recursos e realizar suas operações.

Em troca, você receberá o dinheiro de volta com juros, ao final da data do vencimento da aplicação.

A rentabilidade do CDB varia, pois ele pode ser prefixado, pós-fixado ou atrelado à inflação.

No simulador de CDB da Toro Investimentos, você poderá saber o quanto irá render o CDB durante um determinado período.

Nos resultados, você irá encontrar investimentos de mais de 10% ao ano. Porém, nem todos rendem isso. Antes de escolher, veja qual deles tem a mais a ver com os seus objetivos financeiros.


3. LCI e LCA

O LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e o LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são investimentos livres de taxas e tributos.

E esse é um dos motivos pelo qual eles estão sendo cada vez mais procurados por investidores.

Você pode ser remunerado por uma taxa pré ou pós-fixada.

Os títulos prefixados são aqueles em que o investidor já sabe o quanto vai receber até a data do vencimento. Por exemplo, taxa de 5% ao ano.

Porém, nos títulos pós-fixados, o rendimento está atrelado a um indexador, como o IPCA ou o CDI.

No simulador de LCI e da LCA da Toro Investimentos, você pode fazer a simulação baseada no quanto você pretende investir e por quanto tempo.


4. Fundos DI

Os Fundos DI, ou Fundos de Renda Fixa Referenciados DI, são os fundos em que se deve investir pelo menos 95% do patrimônio em títulos públicos que estejam atrelados à Selic.

São considerados uma das modalidades mais simples de investimentos.

Embora sejam atrelados à taxa Selic, a sua rentabilidade será um pouco inferior à taxa básica de juros.

O motivo? Bom, é que os fundos possuem taxas de administração que irão impactar um pouco nos seus rendimentos.

No simulador da XP Investimentos, você pode fazer simulação de fundos DI tanto em bancos tradicionais quanto em fundos DI disponíveis na XP.


Investir em renda fixa por banco ou corretora de valores?

Os dois tipos de empresas oferecem a possibilidade de investir em renda fixa.

Contudo, os bancos não oferecem tantos produtos financeiros quanto as corretoras. Além disso, eles costumam oferecer rendimentos menos atrativos.

Também é importante lembrar que há instituições bancárias que cobram taxas de administração em investimentos.

Por isso, se você quer ter mais autonomia, liberdade e uma grande variedade de opções, nós recomendamos as corretoras de valores.

Contudo, antes de tomar qualquer decisão, vale a pena fazer a simulação em bancos, pois quando se trata de investimentos, é necessário analisar todas as opções.

quanto rende a renda fixa por mes

Conclusão

Como você viu nesse artigo, não há um valor exato de quanto rende a renda fixa. Afinal, há várias modalidades de investimentos e a situação macroeconômica também pode influenciar nos rendimentos.

Se você quer saber mais sobre a renda fixa, aproveite para ler o nosso conteúdo principal sobre o assunto clicando aqui.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu