Número da certidão de nascimento: onde fica e qual a sua importância?

Em algumas situações podemos precisar do número da certidão de nascimento, seja enviando a documentação para uma empresa ou para qualquer outra coisa.

Anúncios

Por isso, é preciso saber onde ele fica e como identificá-lo no seu documento para nunca errar.

A certidão de nascimento

A certidão de nascimento é um documento oficial emitido pelos cartórios de registro civil espalhados pelo Brasil. A certidão é emitida nos primeiros 15 dias de vida do bebê, e o ideal é que seja feita o mais rápido possível.

É o documento mais importante que se pode ter, já que ele mostra legalmente que você existe na sociedade.

Ela tem várias informações cruciais e importantes que serão utilizadas por toda a sua vida.

Até porque, é com a certidão de nascimento que você vai conseguir emitir o seu RG, CPF, título de eleitor, passaporte, visto e todos os outros documentos que precisar.

A emissão da certidão de nascimento é obrigatória e gratuita, sendo realizada no cartório de registro civil da localidade onde ocorreu o nascimento.

Anúncios

É importante que os pais façam o registro do nascimento do filho logo após o nascimento, para garantir que o documento esteja disponível para uso em diversas situações ao longo da vida do indivíduo.

Onde fica o número da certidão de nascimento?

O número da certidão de nascimento é algo que existe desde meados de 2009, é também chamado de matrícula e é constituído por 32 dígitos, além de ser padronizado.

Cada parte do número da certidão de nascimento é referente a um dado diferente que diz respeito a aquela pessoa ou coisas relacionadas a ela.

Do 1° ao 6° número é feita a identificação do cartório que você nasceu, os dígitos do 7° ao 8° são referentes ao acervo, enquanto o 9° e 10° são os números do Serviço de Registro Civil.

Do 11° ao 14° número temos o ano de nascimento, e o 15° é o tipo de certidão (que seria a de nascimento nesse caso), no 16° ao 20° encontramos o número do livro e do 21° ao 23° o número da folha.

E chegando ao fim o 24° ao 30° dígito são relacionados ao número do termo e os últimos dois números, o 31° e o 32°, são dígitos verificadores.

Nas novas certidões, que já foram emitidas com o número de matrícula, é bem fácil de localizar esse conjunto de números. Ele fica logo abaixo do seu nome ou de quem estiver registrado.

Não tem como errar, assim que você ver o seu nome, o número da certidão estará logo abaixo.

Preciso do número da certidão de nascimento, mas não encontro

Se você nasceu antes de 2009 ou mesmo antes de abril de 2009, provavelmente a sua certidão não possui a matrícula, mas isso pode ser resolvido.

Para isso você terá que consultar a sua certidão de forma digital, e a única forma de fazer isso é com o portal do Registro Civil.

Lá você poderá emitir certidões de nascimento, casamento e óbito, mas o que estamos procurando agora é a de nascimento, certo?

Assim que você clicar terá que colocar o estado, cidade e o cartório, depois ele vai pedir o seu nome completo.

Como informação adicional eles solicitam também o nome dos pais e o livro de registro, mas isso é opcional.

E para esse processo é necessário um certo investimento, você pode escolher receber online ou físico em sua casa.

Mas quando o pagamento for feito, e o prazo de entrega passado você estará com o documento em mãos e com o número de matrícula.

Para que serve o número da certidão de nascimento?

A certidão de nascimento é o primeiro documento oficial que temos em nossa vida, é ele que oficializa o nosso nascimento e comprova que realmente existimos, perante a lei e a sociedade.

As certidões são únicas e exclusivas a você, ela vai servir como documento de identificação, principalmente para instituições governamentais ou em empregos futuros, que muitas vezes solicitam uma cópia.

Além disso, a sua certidão de nascimento será necessária para poder emitir outros documentos, sem ela você não poderia ter um RG, CPF, passaporte ou título de eleitor.

Nem mesmo teria acesso a serviços públicos e básicos como a saúde, educação ou direito a previdência.

Vê como a sua certidão e o número dela são muito importantes para a sua vida, ela é a comprovação da sua existência, garantindo todos os seus direitos sociais e civis.

Quais informações encontro na certidão?

A sua certidão de nascimento precisa e deve conter algumas informações cruciais sobre quem você é.

Ela deve conter o dia do seu nascimento, junto do mês e do ano, o lugar em que nasceu e a hora, podendo ser a exata ou aproximada.

Nela você encontra também o nome, sobrenome, naturalidade, o sexo, se é gêmeo ou não, profissão dos pais, idade da mãe e o endereço dos pais.

A sua certidão conta com número da folha, do termo, tipo de certidão, número de livro, acervo e serviço de registro.

Do que preciso para emitir a certidão?

Se você, sua esposa ou algum conhecido está para ter bebê ou você apenas quer saber como fazer para emitir a certidão de nascimento, nós vamos te contar também.

A certidão de nascimento é um direito dos brasileiros, além de ser obrigatória e ter a sua primeira emissão gratuita.

É um direito dos pais solicitar a emissão, que deve ser feita em até 15 dias após o nascimento, concedido pela Lei 6.015/73.

Alguns hospitais possuem contato com os cartórios e permitem que o registro e emissão sejam feitos rapidamente na hora.

Mas se esse não for o caso, é comum que o pai saia do hospital e faça o registro do filho enquanto a mãe se recupera do parto, esse ato registra paternidade e pode ser feito por livre e espontânea vontade ou por determinação judicial.

Se o pai não puder fazer a mãe pode realizar o registro sozinha, mas para que tenha o nome do pai precisará levar certidão de casamento ou uma declaração do pai com firma reconhecida.

Caso o pai não seja presente a mãe também pode fazer o registro sozinha sem problema nenhum.

Os pais, independente de quem for fazer, precisarão levar os documentos com foto, que pode ser o RG e a CNH, em certos casos até o passaporte, e precisam levar uma declaração de nascido vivo, que normalmente é entregue pelo hospital.