Provas de que o mercado de vinhos realmente funciona

Será que o mercado de vinhos irá crescer em 2022?

Anúncios



Já faz um tempo que o mercado de vinhos se encontra em uma trajetória de expansão. Contudo, nos últimos anos o crescimento foi ainda maior.

Cartões mais recomendados

Aliás, os números de janeiro a junho de 2021, mostram que o crescimento geral foi de 38,8% em volume e 44,4% em valor.

Mas o consumo de vinho não é alto apenas no Brasil, mas sim, em vários outros países.

E se você quer saber mais sobre esse assunto, está no lugar certo! Abaixo, veja algumas provas que mostram que o mercado de vinhos realmente funciona e é promissor.

provas de que o mercado de vinhos realmente funciona

1.Expansão do número de consumidores

No ano de 2010, mais de 20 milhões de brasileiros declararam consumir vinho com uma certa frequência (no mínimo uma vez por mês).

Mas no ano de 2020, esse número quase dobrou, passando para quase 40 milhões.

Anúncios


Durante a pandemia, mais pessoas começaram a consumir a bebida. Contudo, em 2021, especialistas perceberam que essa tendência de crescimento vai continuar.

Isso significa que existem oportunidades de expansão para quem deseja investir nesse mercado nos próximos anos.


2. Aumento do interesse em vinhos veganos

As buscas por produtos veganos e orgânicos também não param de crescer.

Logo, no mercado de vinhos não é diferente, pois a preocupação com a origem dos itens consumidos, já chegou nesse setor.

Segundo uma consultoria britânica, a Wine Intelligence, a busca por vinhos veganos irá aumentar.

Isso significa que as empresas que já trabalham nesse mercado ou pretendem entrar, devem ficar de olho nessa tendência.

Anúncios


Aliás, já existem marcas de vinhos totalmente veganos, como a Miolo Wine Group, que além de vinho, vende espumantes veganos.


3. Venda online de vinhos

Durante a pandemia, a venda online de vinhos chegou a crescer 40%.

É que para evitar sair de casa, muitos consumidores começaram a fazer compras online.

Por esse motivo, a venda de bebidas e alimentos pela internet disparou durante a quarentena.

As empresas perceberam uma tendência de compras de novos clientes nesse período.

As vendas online, mesmo quando a pandemia passar, vão continuar a crescer, não apenas no mercado de vinhos.

Afinal, as pessoas se acostumaram com a comodidade das compras online. É mais fácil comparar preços, qualidade dos produtos e muito mais.

Isso significa que as empresas que ainda não possuem uma plataforma de e-commerce, podem perder boa parte do público-alvo nos próximos anos, caso elas não se adaptem à nova realidade.


4. Nativos digitais

Os brasileiros estão cada vez mais dependentes das redes sociais.

E muitas pessoas utilizam as mídias digitais para se informar sobre as marcas e qualidade dos vinhos vendidos de forma online.

É importante mencionar que a popularidade dos e-commerce de vinhos já era alta há alguns anos.

Contudo, atualmente, mais de 25% dos consumidores utilizam os canais virtuais para adquirir a bebida.

Isso pode ser visto através da presença virtual das empresas nesse setor, que já estão investindo cada vez mais em marketing de conteúdo para conquistar clientes.

citação

5. Brasil é o 2º maior consumidor de vinho da América Latina

O Brasil aparece como segundo maior consumidor de vinhos da América Latina.

Aliás, o país aparece até mesmo na frente do Chile, que está entre os maiores produtores do mundo. Por enquanto, o Brasil perde apenas para a Argentina.

E esse é um dos motivos pelos quais há empresas investindo na produção nacional da bebida.

O vinho tinto é o preferido dos brasileiros, com 55% da preferência.


6. O enoturismo pode aumentar no Brasil

Enoturismo é uma modalidade de viagens voltada para o turismo de vinhos, que inclui passeios por vinícolas e demonstrações de como é a bebida produzida.

Antes dos impactos da pandemia, o enoturismo crescia entre 10% e 15% ao ano.

Quando se pensa em viagens assim, é normal que a gente lembre automaticamente de países como Chile, Itália e França, não é mesmo? De fato, esses países são grandes produtores da bebida. Mas o Brasil também é famoso pelo turismo de vinho!


7. Novidades no mercado

Os brasileiros estão sempre muito abertos às tendências e novidades do mercado.

As pessoas gostam de novidade e inovação. E no setor de vinhos, as empresas sabem muito bem como fazer isso.

A maioria dos consumidores está disposta a explorar novidades nesse mercado.


8. Fortalecimento do comércio varejista

O comércio varejista está de olho nas principais preferências do consumidor em relação ao consumo de vinhos.

Isso pode ser observado não apenas nos empórios, mas também, nas principais redes de supermercados.

Apesar do aumento das vendas online, muitas pessoas preferem ir até o lugar pessoalmente, para conhecer as opções disponíveis e tirar dúvidas com o vendedor.

Atualmente, nos grandes mercados, é possível encontrar áreas dedicadas ao vinho.

Portanto, quem quer investir na venda de vinhos, deve entender que as grandes redes de supermercados também são muito procuradas por clientes, principalmente por aqueles que querem consumir a bebida em casa.


O que esperar do mercado de vinhos no Brasil em 2022?

Em 2022, novos rótulos vão chegar. Além disso, embalagens como bag-in-box e latinhas irão se consolidar.

Empresas e especialistas no setor já estão de olho nas principais tendências e desafios para 2022.

Uma delas, como falamos, é o bag-in-box, caixas que mantém o vinho em vácuo após a abertura para o consumo.

Essa tendência vai trazer mais praticidade tanto para o consumo doméstico quanto para alguns restaurantes.

Para que esse mercado continue crescendo, as empresas devem aprofundar suas estratégias de marketing e observar as ações de algumas empresas no exterior que trabalham nesse setor.

A trajetória de crescimento deve se manter em 2022. Porém, a expansão vai acontecer em um ritmo um pouco mais baixo.

Um dos motivos disso é a recessão econômica, que diminui o poder de compra dos brasileiros.

os maiores produtores de vinho do mundo

Conclusão

Agora você já sabe alguns dos motivos que comprovam o quanto o mercado de vinhos realmente funciona.

Aliás, apesar do crescimento em menor ritmo, as expectativas em relação a esse setor são otimistas.

Por isso, várias empresas estão investindo cada vez mais na produção, venda, marketing e fidelização de clientes.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu