Fraudes com criptomoedas: não caia em golpes

As fraudes com criptomoedas estão se tornando mais comuns! Saiba como se proteger

Anúncios



Você certamente já leu ou assistiu matérias jornalísticas sobre fraudes com criptomoedas, não é mesmo? Infelizmente, esses golpes têm se tornado cada vez mais comuns.

Cartões mais recomendados

À medida que você começa a lidar com novos mecanismos de moedas digitais, popularmente conhecidas como criptomoedas, logo consegue perceber os riscos envolvidos nesse mercado.

Mas nós não estamos falando apenas do risco de volatilidade, e sim, das fraudes e golpes online.

Para te ajudar a ficar livre de problemas como esses e proteger o seu investimento em criptomoedas, vamos te mostrar quais são os golpes mais comuns e dar algumas dicas de proteção!

Continue a leitura para saber mais.

fraudes com criptomoedas

O que são criptomoedas?

As criptomoedas são moedas digitais centralizadas. Isso significa que elas não são controladas e gerenciadas por algum órgão ou país em específico.

Anúncios


As moedas digitais são criadas em uma rede blockchain, que facilita o processo de registro de transações.

A criptomoeda mais comum é o Bitcoin. Entretanto, há várias delas no mercado, como por exemplo, a Ethereum, Litecoin, Ripple, entre outras.

Como estamos falando de moedas virtuais, não é possível utilizá-las para fazer uma troca física.

Ou seja, as criptomoedas só existem na internet. Você pode guardá-las em carteiras digitais chamadas de Exchanges.


Fraudes com criptomoedas: quais os golpes mais comuns?

Como as criptomoedas estão se tornando extremamente valorizadas, elas estão começando a chamar a atenção de golpistas.

E é por isso que, infelizmente, há tantos casos de fraudes.

Anúncios


Para se proteger, é preciso ficar ciente dos principais tipos de golpes, que atualmente são:


1. Carteiras falsas

Esses softwares falsos podem estar dentro de lojas oficiais de aplicativos, como o Google Play.

Isso faz com que alguns investidores tenham mais dificuldades em reconhecer quando um software é verdadeiro ou não.

Essas carteiras falsas prometem guardar o dinheiro do usuário com segurança. Entretanto, quando o depósito é realizado, o valor é transferido para a conta dos criminosos virtuais.

A nossa dica é sempre procurar carteiras com boa reputação no mercado e tomar cuidado com aplicativos que foram lançados recentemente.


2. Promessas de ganho rápido

As promessas de ganho rápido são uma das fraudes mais comuns com criptomoedas.

Essa armadilha é utilizada por golpistas como uma estratégia para chamar a atenção de vítimas que estão iniciando suas operações no mercado de moedas digitais.

Nesses casos, o golpista em questão, promete ganhos acima da média e de forma muito rápida.

E é isso que faz com que você algumas pessoas, com pouca experiência ou então, que estão desesperadas para obter lucro, saiam no prejuízo.


3. Pirâmides financeiras

As pirâmides financeiras são golpes no mundo das criptomoedas.

O objetivo é atrair vítimas com uma suposta promessa de ganhos altos e rápidos. Aqui, os golpistas recrutam pessoas para convocar outras e assim por diante.

Muitas vezes, as vítimas entram em projetos financeiros que nunca existiram.

O golpe normalmente começa assim: para fazer parte da companhia, é necessário depositar um valor. Desse modo, quem está no topo da pirâmide começa a lucrar com as outras pessoas entrando no esquema.

Dentro das pirâmides, também há aquelas atreladas à mineração de criptomoedas.

Quando isso acontece, os usuários pagam para ganhar uma suposta velocidade. A promessa é de que eles vão receber o dinheiro de volta quando novos usuários fizerem a aquisição do plano.

O problema é que, na verdade, nenhuma moeda digital será minerada.


4. Phishing

Essa fraude não existe apenas no mercado de criptomoedas.

Aliás, o phishing é um golpe virtual extremamente comum, que já deu prejuízo para muitas empresas no Brasil.

Essa técnica pode surgir através de um e-mail, aparentemente enviado pela empresa que desenvolve a sua carteira digital, pedindo pela confirmação da senha.

Desse modo, o usuário acaba por fornecer alguns dados sigilosos. Assim, os hackers conseguem acessar as criptomoedas.

Para evitar esse tipo de golpe, jamais clique em links suspeitos.

Aliás, mesmo que a mensagem pareça ser confiável, antes de digitar um dado confidencial, entre em contato com a empresa para averiguar a situação.


5. Corretoras falsas

Certamente você já ouviu falar que existem falsas corretoras no mercado.

As corretoras de criptoativos (exchanges), possuem uma plataforma parecida às das corretoras de valores. O objetivo delas é facilitar as negociações através da conexão entre as partes envolvidas (compradores e vendedores).

O problema é que a criação de falsas exchanges se tornou algo comum. 

Nesse caso, os criminosos desenvolvem plataformas falsas, que se parecem muito com as verdadeiras. O usuário, ao realizar a operação, acaba enviando dinheiro para a conta dos golpistas.

citação

Como se proteger de fraudes com criptomoedas?

Veja como proteger as suas criptomoedas de golpes comuns na internet:

Desconfie de promessas com ganhos exorbitantes

As criptomoedas, de fato, são consideradas um investimento com excelentes possibilidades de ganho.

Entretanto, é importante lembrar que há vários riscos envolvidos. Além disso, a compra de moedas digitais tem que partir do próprio usuário.

Ou seja, tome cuidado com promessas de boas rentabilidades e propagandas com criptomoedas.

Proteja os seus dados pessoais

Nunca compartilhe seus dados pessoais em plataformas desconhecidas ou que você ainda não sabe como funcionam.

Se receber qualquer e-mail pedindo por algum dado pessoal, entre em contato com a empresa. Muitas das ofertas e mensagens que chegam por e-mail, são anunciadas por hackers.

Utilize antivírus

Em meio a tantas ameaças cibernéticas, os antivírus são essenciais para proteger os seus dados e manter a sua segurança no ambiente virtual.

Proteja tanto o seu celular quanto o seu computador com um bom antivírus, pois esses softwares funcionam basicamente como uma rede de segurança para te proteger de acessos perigosos e fraudes com criptomoedas.

Embora existam opções gratuitas no mercado, é importante lembrar que os melhores antivírus são pagos.

Conclusão

Se você quer começar a investir em criptomoedas para se proteger da inflação e diversificar seus investimentos, tome cuidado com os golpes que existem no mercado.

Quando for fazer a compra de criptomoedas, procure sempre por plataformas renomadas e que possuem boa reputação.

Além disso, tome cuidado com promessas de ganhos rápidos e milagrosos, já que apesar da possibilidade de valorização, há riscos envolvidos (como a volatilidade) e, infelizmente, fraudes no mercado de criptomoedas.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu