Engenharia de software

Com tantas revoluções tecnológicas, certas áreas estão se desenvolvendo muito bem, sendo uma delas a de engenharia de software.

Anúncios

Hoje vamos entender mais sobre esse assunto, o curso, como ele funciona e em que áreas os profissionais podem trabalhar.

O que é engenharia de software?

A engenharia de software é uma área do mercado profissional, que fica responsável por cuidar das partes técnicas e científicas de sistemas.

Essa área é voltada para o desenvolvimento, criação e manutenção de softwares, abrangendo a aplicação de métodos e diferentes princípios da engenharia de softwares.

Veja onde encontrar mais cursos

CURSOS SUPERIORES

Mais procurados
CURSO

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

Mais procurados
CURSO

A principal finalidade da Engenharia de Software é lidar com os desafios associados ao desenvolvimento de sistemas de software complexos, garantindo que eles sejam confiáveis, eficientes, seguros e mantenham um alto padrão de qualidade.

As práticas dessa área envolvem linguagens de programação, processos de software, banco de dados, ferramentas e outros princípios.

O que são softwares?

De forma bem simples, softwares são conjuntos de instruções que vão dar vida e funcionalidade a dois grupos diferentes: sistemas ou aplicativos.

Anúncios

Os sistemas envolvem os recursos físicos de um dispositivo, podendo ser referente ao seu sistema operacional, o Windows por exemplo.

Já os aplicativos vão executar tarefas pré-definidas, como seus jogos e redes sociais, independente do dispositivo.

Funções do profissional de engenharia de software

Dependendo do nível de senioridade e suas atividades no job description, o engenheiro de software pode fazer parte de um grande ecossistema que depende de todos os envolvidos.

Confira as atividades que podem ser feitas por esse profissional:

Análise de requisitos

A análise de requisitos é parte importante do trabalho de um engenheiro de softwares, já que identifica a real necessidade dos projetos.

Quem trabalha nesse setor em específico geralmente terá mais contato com clientes e usuários, colaborando em conjunto com essas frentes para passar ao time de desenvolvimento o que deve ser feito.

É função deste profissional entender os requisitos e necessidades do cliente para poder transmitir de forma clara e entregar um bom projeto.

Gerenciamento de projetos

Na engenharia de projetos também podemos encontrar cargos de liderança e gestão de pessoas, geralmente são as pessoas que atuam também na análise de requisitos, demonstrando e transmitindo o interesse do seu time.

Além disso, o gerenciador de projetos vai auxiliar a identificar potenciais problemas e bugs no desenvolvimento que podem atrasar prazos.

Desenvolvimento de softwares

A principal atividade dessa área é o desenvolvimento de softwares e aplicativos, atendendo às demandas de seus clientes.

Para esse processo é escrito um código de acordo com o que for acordado e requisitado, que vai se transformar nos aplicativos que conhecemos, como Notion, Instagram e muitos outros famosos.

Arquitetura

Para que um aplicativo seja criado e desenvolvido, é necessário que se tenha uma estrutura lógica com começo e fim.

Quem trabalha na etapa de arquitetura terá que montar essa estrutura, e pensar quais serão os elementos visuais do projeto, para que ele tenha qualidade e ainda assim seja coerente com os requisitos.

Testes

Depois de desenvolvido o aplicativo ou software não pode ser entregue sem antes passar pela testagem.

E essa etapa é tão importante quanto as outras, pois pequenos bugs e erros podem passar despercebidos, então esse profissional precisa ser bem minucioso em seus testes.

Outros cargos

O profissional engenheiro de software pode atuar também na manutenção, atualização e segurança.

Conforme as demandas do mercado e atualização das tecnologias mais e mais cargos vão surgindo todos os dias, portanto é importante ficar atualizado sobre o que está acontecendo no mercado profissional.

Existe curso de engenharia de software?

Os cursos de engenharia de software foram surgindo conforme a demanda e necessidade de profissionalização dessa área. Hoje em dia podemos encontrar o curso em diversas faculdades, sejam públicas ou privadas.

Se você já é formado em alguma área de tecnologia, mas gostaria de atuar com o desenvolvimento de softwares, poderia procurar cursos profissionalizantes e pós-graduações na área também.

Qual a duração do curso?

Dependendo da faculdade em que você está cursando ou irá cursar engenharia de software, a duração pode variar entre 4 ou 5 anos, totalizando 8 e 10 semestres respectivamente.

E nesse tempo você irá aprender mais sobre a área, como tirar um projeto de software ou aplicativo do papel e muito mais.

Valores do curso de engenharia de software?

O valor do curso de engenharia de software vai depender, e muito, do lugar em que você está cursando.

Se a faculdade for pública, o estudante pode não ter custo algum com a mensalidade, precisando apenas passar pelo vestibular e pela nota de corte.

Vamos ver o valor de algumas faculdades:

  • Centro Universitário Municipal de Franca (Unifacef) – R$1.110;
  • [EAD] Universidade Do Oeste Paulista (Unoeste) – R$716;
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) – R$2.090,03;
  • Centro Universitário – Católica de Santa Catarina em Joinville – R$1.016;
  • [EAD] Centro Universitário Unifatecie – R$499;
  • Centro Universitário UFBRA – R$280,13;
  • [EAD] Centro Universitário IESB – R$381,02;
  • Centro Universitário das Faculdades Integradas de Ourinhos (Unifio) – R$1.197;
  • São Judas Tadeu (USJT) – R$1.349;
  • Faculdade Ateneu (UniAteneu) – R$1.299.

Salários conforme senioridade

E na área de engenharia de software podemos encontrar diferentes pisos salariais para diferentes senioridades, sendo elas júnior, pleno e sênior.

Segundo o Glassdoor, plataforma que atualiza piso salarial com frequência, o salário médio para profissionais no cargo de engenharia de software júnior no Brasil é de R$6.550 ao mês.

Mas pode oscilar entre valores que começam em R$2.953, indo até salários de R$12.240.

Já para engenheiros de softwares em nível pleno a média é de R$16 mil, variando entre R$8 mil e R$24.700 no Brasil.

E por fim, para profissionais em nível sênior, que é considerado um dos mais altos, a média é de R$20 mil, podendo variar entre valores que vão de R$12 mil até R$33 mil.

Essa é uma área no mercado profissional que está sempre crescendo, possui muita demanda tanto no Brasil quanto fora dele e exige muita atualização para acompanhar a evolução.