Cursos técnicos: Saiba as vantagens de fazer

Seja durante o ensino médio ou depois, muitas pessoas escolhem fazer cursos técnicos. Eles são uma forma popular de ensino por conta de suas características, trazendo certas vantagens para as pessoas.

Anúncios

Hoje vamos conhecer mais sobre os benefícios de fazer um curso técnico e por que essa alternativa é tão atrativa.

O que são cursos técnicos?

Os cursos técnicos são um tipo de programa educacional que surgiu no Brasil por volta de 1906.

Na época em que foi criado veio como uma forma de atender as demandas da indústria, que buscava profissionais cada vez mais qualificados.

CONHEÇA TAMBÉM Os 5 cursos superiores mais procurados

Ao contrário de cursos universitários tradicionais, que tendem a ter um foco mais amplo em disciplinas acadêmicas, os cursos técnicos são direcionados para preparar os alunos para atuar em campos específicos do mercado de trabalho.

Muitas pessoas podem cursar esse tipo de formação antes, durante ou depois da faculdade, assim como durante o ensino médio. Uma das instituições mais famosas do Brasil é a Etec, que oferece ensino médio com modalidade técnica.

Podemos encontrar esse tipo de curso em diversos setores, principalmente como saúde, tecnologia, turismo e indústria.

Anúncios

Eles foram feitos especificamente para serem mais curtos e focados nas habilidades necessárias para a profissão.

Com esse objetivo em mente, as aulas envolvem tanto a prática do trabalho quanto a teoria.

Vale mencionar que fazer um curso técnico não é equivalente ao ensino superior ou algum tipo de tecnologia, visto que não são a mesma coisa.

Portanto, para ter um diploma de graduação ou qualquer tipo de Ensino Superior, é necessário cursar uma faculdade além dos cursos técnicos.

Vantagens dos cursos técnicos

E é claro que essa modalidade de estudo vai trazer certos benefícios ao estudante, independente do momento em que ele decidir fazer cursos técnicos.

Curta duração

A principal vantagem dos cursos técnicos é a sua curta duração. Diferentemente dos cursos de graduação que podem ter de 4 a 5 anos, os técnicos podem durar até dois anos.

Eles são focados no assunto em que você está estudando, mas com uma grande variedade de disciplinas e conhecimentos, tendo uma carga horária que pode variar entre 820 a 1.010 horas.

Custo benefício

Investir em educação pode demandar muito dinheiro, e uma opção com custo mais baixo, são os cursos técnicos. 

Eles possuem um valor mais baixo e um bom custo benefício, mas é claro que as mensalidades vão variar pela região e o curso que você escolher. Mas de qualquer forma eles são bem mais baratos do que cursos de graduação.

Porta de entrada ao mercado de trabalho

Se você quer sair do ensino médio e conseguir um emprego rápido, e ainda em uma área que você gosta, os cursos técnicos são uma boa opção. 

Com essa formação de curso técnico, o seu currículo será mais atrativo para as empresas que estão procurando profissionais.

Muitas pessoas fazem cursos técnicos para poder trabalhar, e apenas depois fazer um curso de graduação, mas isso vai variar de acordo com suas preferências e necessidades.

Além disso, os cursos técnicos geralmente são desenvolvidos em resposta às demandas do mercado de trabalho, o que significa que as habilidades que você aprende são relevantes e procuradas pelas empresas.

Cursos reconhecidos pelo MEC

Os cursos técnicos geralmente são reconhecidos pelo MEC, o Ministério da Educação, ou seja, eles têm validade no mercado de trabalho nacional e os certificados mostram o seu conhecimento.

Estudar em um curso ou instituição reconhecida pelo MEC mostra que você teve a carga horária recomendada para a profissão, e que a grade curricular estava de acordo com o necessário.

Pode ser feito junto do ensino médio

Na Etec, Escola Técnica Estadual, os jovens que entram no ensino médio podem optar por cursar tanto o ensino médio quanto um curso de nível técnico.

Esse tipo de formação permite que eles entrem no mercado de trabalho ainda mais rápido, podendo conseguir o seu primeiro emprego com mais facilidade.

Tipos de cursos técnicos

Ao falar de cursos técnicos, temos alguns tipos diferentes que se sobressaem. Vamos conhecer quais são eles:

Integrado

O curso integrado é feito junto do ensino médio, em específico junto dos dois últimos anos. Nesse caso o estudante já vai concluir o EM com um certificado de conclusão.

Nessa modalidade é importante que o estudante demonstre disciplina e boa gestão de tempo para conciliar os dois tipos de educação. Geralmente a modalidade integrada é feita na mesma instituição.

Subsequente

O subsequente é destinado para pessoas que já terminaram o ensino médio. Para poder cursar o técnico, ela pode fazer o vestibular da instituição ou usar sua nota do ENEM para entrar.

Externo ou concomitante

Por fim, na modalidade concomitante o estudante pode escolher fazer cursos técnicos por fora de sua escola. Ou seja, ele vai ocorrer paralelamente ao ensino médio, mas separado da instituição em que faz o EM.

Nessas situações o estudante pode estar nas aulas do ensino médio pela manhã e à tarde ou à noite fazer as aulas do técnico, sendo necessariamente em contraturno.

Cursos técnicos mais comuns

Existem diversos tipos de cursos nessa modalidade, abrangendo uma ampla gama de setores e indústrias. E algumas áreas acabam sendo mais comuns que outras, como por exemplo a saúde.

Muitos profissionais que trabalham em clínicas e hospitais podem ter sido formados por cursos técnicos, como técnicos de enfermagem, auxiliares de saúde e técnicos de radiologia.

Também podem atuar na área da tecnologia criando sistemas, softwares, auxiliando com suporte técnico e nas redes de computadores.

É comum encontrarmos cursos de mecânica e automação também, para que possam se tornar mecânicos automotivos e realizar manutenções industriais.

Ainda nessa mesma área podemos citar cursos técnicos que envolvam eletricidade e eletrônica, com aulas práticas para poder aprender a realizar manutenções e prestar suporte.

Os cursos técnicos podem formar profissionais da área de design e artes também, assim como da de culinária e gastronomia, estética e beleza e até mesmo de construção civil.

Lembre-se que ao procurar cursos é importante ter certeza de que eles sejam reconhecidos pelo MEC.