Tipos de investimentos, qual é o indicado para cada perfil?

Existem muitos tipos de investimentos disponíveis, mas você sabe qual é o mais indicado para o seu perfil de investidor? Confira quais são os investimentos mais indicados para cada um!

Anúncios



Todo investidor procura uma oportunidade dentre todos os tipos de investimentos, com os riscos que quer correr, com os rendimentos mais altos e com a duração que achar melhor. Isso é o que faz o perfil de investidor de cada um, e todos os investidores têm um perfil específico que se encaixa perfeitamente com certos tipos de investimento.

Cartões mais recomendados

Para definir em linhas gerais como cada investidor se comporta, foram criados três tipos de perfil de investidor: o conservador, moderado e agressivo. Existem vários testes online para descobrir qual é o seu perfil, mas basicamente pense em quanto risco você está disposto ou pode correr com o seu dinheiro.

Por exemplo, para o perfil conservador é muito indicado um investimento em Tesouro Direto, que é excelente para o que o perfil exige. Mas isso já seria ruim demais para um perfil agressivo, que prefere investir em ações e títulos com risco bem mais elevado. E o perfil moderado fica no meio do caminho, podendo aceitar bem tanto investimentos com renda fixa e também com renda variável.

Escrevemos um artigo detalhado sobre o que são os perfis de investidor, e recomendamos que você leia aquele artigo antes desse. Mas de qualquer forma, continue aqui para saber quais os tipos de investimentos que são os mais indicados para cada tipo de perfil de investidor.

tipos de investimentos

Tipos de investimento para o perfil conservador

O perfil conservado prefere investimentos com baixo ou com nenhum risco, e não se importa em ter os recebimentos mais baixos por conta disso. Normalmente pensamos que o investidor que se encaixa neste perfil é quem tem medo de perder o pouco dinheiro que tem.

Na verdade, é para quem não quer ter grandes emoções na hora de investir o dinheiro, mesmo que tenha muito para investir. Este perfil é recomendado também para iniciantes, que ainda estão aprendendo sobre esse mercado de investimentos e quer ir devagar.

Anúncios


Os tipos de investimentos mais indicados para este perfil vêm com rendimentos mais baixos, como veremos a seguir, mas os riscos são praticamente inexistentes.

Poupança

Todo mundo já sabe o que é a poupança, ou já ouvir falar e conversou sobre a poupança com alguém antes. O motivo é por que a poupança funciona de forma muito parecida com uma conta bancária, e muita gente tem uma mesmo não sendo investidor e não se interessando sobre o assunto.

Os pontos fortes da poupança para o perfil conservador é que é muito fácil de contratar, de fácil acesso e sendo simples investir, e tem uma liquidez muito alta.

É a liquidez que faz com que a poupança seja muito atraente para muitos investidores, pois com a poupança você simplesmente saca o seu dinheiro e pronto. Inclusive, mesmo investindo, você pode usar a sua poupança para pagar contas e fazer transferências.

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são negociados pela Secretaria do Tesouro Nacional, e é um dos meios que o Governo Federal usa para arrecadar fundos e por isso mesmo é o credor.

Neste investimento, o risco de não receber o dinheiro é muito baixo, praticamente inexistente, e seria necessária uma situação de calamidade total da economia para o governo não cumprir com as suas obrigações.

Anúncios


Basicamente, o investimento funciona por que você empresta dinheiro para o governo em troca de receber o valor com juros.

O investidor pode escolher entre prazos mais curtos e mais longos de investimentos, com ativos pré-fixados e pós-fixados. Os pré-fixado são indicados para o médio prazo, e o investidor sabe exatamente o valor que irá receber no vencimento.

Agora, os pós-fixados são indicados para quem quer um investimento a curto ou a longo prazo. Curto prazo com o Tesouro Selic, que é um título com rentabilidade diária e vinculada a taxa de juros básica da economia (a taxa Selic, e por isso o nome).

No longo prazo, O Tesouro IPCA, que é um título com rentabilidade vinculada a variação do índice de inflação IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), e mais juros definidos na hora da compra.

CDB

O CDB, ou Certificado de Depósito Bancário, é um título privado emitido por bancos e instituições financeiras para captar recursos. Você empresta o seu dinheiro para o banco, e o banco te devolve o valor com o acréscimo de juros.

O risco é muito baixo, e o investimento tem a cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para quantias de até R$ 250 mil. Então se você investir menos de 250 mil reais no CDB, pode receber o dinheiro de volta mesmo que o banco venha a falir.

Investir em CDB é mais recomendado para quando os juros estiverem em alta, pois a rentabilidade acompanha a alta ou baixa da taxa de juros, e geralmente a taxa costuma acompanhar as tendências da taxa Selic.

Separamos alguns conteúdos que podem interessar ⤵️ ⤵️ ⤵️

👉 “Tesouro Selic, como funciona? Tire as suas dúvidas”

👉” O que é CDB? Tudo o que você quis saber”


Tipos de investimentos para o perfil Moderado

O perfil moderado de investidor gosta de rendimentos melhores do que os investimentos anteriores são capazes de oferecer. Embora a poupança seja muito segura, não rende o suficiente para chamar a atenção de um investidor moderado.

Este perfil já tem uma tolerância maior ao risco, mas não abre mão de se sentir seguro na hora de investir. A palavra da vez com esse perfil é equilíbrio, e isto reflete nos tipos de investimentos mais recomendados para o perfil.

Os investimentos para o perfil moderado podem ser tanto de renda fixa, como os CDB que já vimos, tanto os de renda variável, mais arriscados. Por isso para o perfil o mais indicado é investir em fundos de investimentos, onde um profissional da área financeira faz o gerenciamento de vários investimentos, e o investidor compra cotas deste portifólio.

Fundos de renda fixa

Nos fundos de renda fixa, pelo menos 80% de todo o patrimônio investido é aplicado em produtos com renda fixa, como Títulos do Tesouro, CDBs, letras de crédito, debêntures, entre outros.

Muitos desses fundos podem apresentar uma liquidez mais elevada, ou seja, o investidor pode resgatar o valor investido em um curto período de tempo, o que diminui o risco para o investidor.

Os gestores destes fundos de renda fixa muitas vezes priorizam os investimentos em títulos atrelados à inflação, com o objetivo de ganhar com o aumento do índice de preços. Mas também podem querer investir em títulos de dívida de empresas privadas, que já contém um pouco mais de risco.

Fundos imobiliários

Fundos imobiliários, como o nome sugere, são investimentos em empreendimentos no setor imobiliário. O objetivo deste fundo de investimentos é obter rendimento através da locação, venda, arrendamento e todas as outras atividades rentáveis que um imóvel pode oferecer.

Os recursos investidos nos fundos imobiliários normalmente são usados para financiar a construção ou a aquisição de imóveis, e estes ao serem vendidos ou locados pagariam o rendimento do fundo imobiliário.

Esses fundos têm as suas cotas negociadas diretamente na Bolsa de Valores, onde o investidor pode comprar e vender sem maiores problemas, como se fosse uma ação.

Contudo, estes não são investimentos de renda fixa. O motivo é simples: não existe a total garantia de que um negócio no setor imobiliário vai dar certo.

Um inquilino pode sair do imóvel durante o período do investimento, por exemplo, ou o preço dos imóveis cair. Coisas difíceis de acontecer no dia a dia, mas que devemos prestar atenção.

Por isso também não é possível ter a certeza do montante do retorno no início do investimento.

tipos de investimentos qual é o indicado para cada perfil

Fundos Multimercados

Os fundos multimercados são os mais versáteis e os que podem conter maior risco, e também os maiores rendimentos, aqui na lista dos tipos de investimentos para o perfil moderado. A flexibilidade deste investimento é o que atrai muitos investidores para estes fundos.

Basicamente, fundos multimercados podem aplicar em diversos setores e por isso diversos títulos diferentes, variando muito de rendimento e risco, sendo ideal para que o portfólio do investimento seja vem diversificado.

Existem muitas estratégias a disposição de um gestor nestes fundos multimercados, uma para cada momento econômico, apropriado para um grupo de investidores ou outro.

Tudo depende realmente do objetivo do fundo e de como se pretende obter os rendimentos. Títulos em fundos multimercados podem ter pode aplicações de debêntures, CDB, em moedas, derivativos, ações, cotas, e tudo o mais.


Separamos alguns conteúdos que também podem interessar ⤵️ ⤵️ ⤵️

👉”Fundos de renda fixa, o que são? Como investir? Confira!”

👉”O que são fundos imobiliários e como investir?”

👉”Os 10 melhores fundos imobiliários de 2021”

👉 “Fundos multimercados: guia completo para iniciantes”

Melhores aplicações financeiras para o perfil Arrojado

Para o perfil arrojado (ou agressivo), a ordem da vez é obter o maior rendimento, independente do risco. Investidores do perfil arrojado normalmente não tem medo de colocar o dinheiro em investimentos que talvez acabem em prejuízo, mas talvez acabem em rendimentos espetaculares.

Claro que os investidores do perfil arrojado não colocam todo o seu patrimônio investido em títulos de alto risco, mas existe a preferência por esses títulos. Esses investidores também preferem investimentos de curto prazo, e já são mais entendidos dos assuntos de investimentos e finanças.

Ações

Ações são os títulos mais conhecidos no mercado de investimentos com renda variável. Podem ser negociadas diariamente, e o seu preço oscila diariamente para refletir isso, e é isso que atrai os investidores arrojados.

Para quem quer fazer o chamado day trade, as oscilações de preço podem ser uma oportunidade de rendimentos muito bons. Mas para quem não conhece o mercado de ações ou não é muito cuidadoso, o prejuízo pode ser desastroso.

Esse tipo de investimento requer um conhecimento mais avançado, uma tolerância muito maior ao risco, e os rendimentos não são garantidos. Por isso os outros perfis preferem passar longe deste tipo de investimento.

Fundos de Ações

Os fundos de ações funcionam da mesma forma que os outros fundos que já discutimos aqui. A diferença é que o gestor do fundo dará a preferência para ações, como os da bolsa de valores, e assim o risco associado a este tipo de fundo é muito maior.

Por definição, os fundos devem investir pelo menos um terço do montante no mercado acionário. Os investidores compram cotas dos fundos, e assim se o fundo obtém um resultado positivo, as cotas valorizam e eles recebem os ganhos proporcionalmente ao valor investido no fundo.

Por isso, o rendimento de um fundo de ações pode oscilar muito. Mas a compra ou venda das ações é feita por um profissional, seguindo políticas de investimento predefinidas, por isso o investidor pode se dar ao luxo de ser um pouco menos entendido sobre o mercado de ações.

BDR

Os chamados Brazilian Depositary Receipts, ou os Recibos Depositários Brasileiros, nada mais são que um investimento em ações de empresas internacionais através de um intermediário no Brasil.

Muitos investidores gostariam de colocar seu dinheiro em empresas gigantes no mercado internacional, mas não quer ter a dificuldade de vencer a barreira de se criar uma conta em uma corretora lá fora. Para isso existem os BDRs.

Quanto ao risco associado a esses títulos, podemos dizer que é o mesmo de se investir em ações. Já que os BDRs são certificados emitidos no Brasil, mas que representam ações reais lá fora, o risco está atrelado à oscilação do mercado de ações do exterior.

Os riscos podem ser maiores do que investir em ações, já que obter informações sobre as empresas e os mercados fora do Brasil é muito mais complicado.

Esta é uma opção mais recente para os investidores arrojados, pois antes de 2020 apenas investidores qualificados, ou seja, quem tem mais de 1 milhão de reais poderia comprar e vendedr BDRs. Mas isso mudou ano passado, e agora investidores menores podem entrar neste mercado também.

Derivativos

Derivativos são um instrumento financeiro que funciona ao se derivar o preço sobre o preço de um outro ativo. Por isso o nome. Os derivativos podem ser de ativos físicos, como café, produtos agrícolas e automóveis. Podem ser também atrelados a ativos financeiros, como moedas, ações e taxas de juros.

Com os derivativos, o investidor não está negociando os ativos em si, mas um contrato baseado no seu valor de mercado no futuro. Existem quatro tipos mais comuns de derivativos: contratos a termo, contratos futuros, opções e swaps.

Derivativos são negociados tanto no mercado de balcão quanto em Bolsa de Valores. Esse investimento combina mais com o perfil agressivo por ser mais complexo que os outros, e por isso não é recomendado para investidores iniciantes.

Separamos alguns conteúdos que podem interessar ⤵️ ⤵️ ⤵️

👉”Como investir em ações passo a passo”

👉”BDRs, o que é e como funciona esse tipo de investimento”

👉”Melhores BDRs para 2021, 15 sugestões para ficar de olho”

👉”Debêntures: saiba o que é e como investir passo a passo”


Conclusão

Cada perfil de investidor tem os seus próprios tipos de investimentos mais indicados, mas isso não quer dizer que um perfil agressivo não goste de investir na poupança, ou que um perfil conservador não se arrisque com um fundo multimercado.

Cada investidor é único, e os perfis existem para guiar os investidores, os profissionais da área e os consultores na hora de escolher o melhor investimento para cada um. Mas geralmente o modelo de perfil de investidor não erra.

Quem não gosta de riscos não vai investir em ações, e quem não quer esperar muito para ter rendimento, não vai investir na poupança. Por isso é importante saber cada tipo mais indicado de investimento para cada perfil.

Aliás, fizemos um guia para ajudar você a descobrir o seu perfil de investidor. Leia também ⤵️ ⤵️ ⤵️

“Perfil de Investidor, você sabe qual é o seu?”

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu