Como funciona o seguro residencial contra incêndio e onde fazer?

Saiba tudo sobre o seguro residencial contra incêndio

Anúncios


De acordo com a Lei do Inquilinato (8.245/91), todo imóvel alugado precisa ter um seguro residencial contra incêndio.

E esse serviço gera muitas dúvidas. Afinal, muitas pessoas sabem o quanto ele é importante, mas não exatamente tudo o que faz parte da cobertura.

Além disso, alguns inquilinos não sabem se são eles que devem pagar o seguro ou então, se essa responsabilidade é do proprietário do imóvel.

Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura.

como funciona o seguro residencial contra incêndio e como fazer?

Como funciona o seguro residencial contra incêndio?

O seguro contra incêndio é uma cobertura do seguro residencial que tem como objetivo proteger o imóvel de prejuízos causados pelo fogo.

Ou seja, caso ocorra algum incêndio ou outras situações que ocasionem a destruição ou deterioração do imóvel alugado, o seguro garante indenização.

Anúncios

Quando se contrata o seguro contra incêndio, automaticamente, o pacote de coberturas básicas é adquirido.

Junto com esse seguro, há outras coberturas incluídas no plano básico: queda de raio e explosão.

É importante lembrar que a obrigação de contratação diz respeito apenas à cobertura de incêndio. Isso significa que não é preciso contratar uma cobertura à parte.


Qual é o valor do seguro residencial contra incêndio?

Essa também é uma dúvida muito comum de quem tem que contratar o seguro contra incêndio.

Entretanto, não dá para afirmar que há um valor exato para esse tipo de serviço.

Afinal, o valor final depende das características do imóvel. Será realizada uma análise personalizada em relação ao valor do seguro incêndio.

Os aspectos que são levados em consideração são:

• Tipo do imóvel

• Localização

• Forma de construção

• Bens que sem encontram dentro do imóvel


Quem deve pagar o seguro contra incêndio quando o imóvel é alugado: proprietário ou inquilino?

Segundo a Lei do Inquilinato, quem deve pagar o valor do seguro de incêndio é o proprietário do imóvel.

Entretanto, se no contrato estiver estipulado que o locatário deve arcar com o valor da taxa do seguro incêndio, a responsabilidade passa a ser do inquilino.

Por esse motivo, é necessário ler o contrato com muita atenção. Assim, você evita surpresas.

Caso não exista esse dever, o pagamento do seguro contra incêndio ficará sob responsabilidade do proprietário do imóvel.

De qualquer forma, se for necessário, o inquilino pode usufruir dos benefícios do serviço.

O seguro residencial apresenta um ótimo custo-benefício, já que o seu valor total é baixo e abrange vários problemas que podem ocorrer.

o seguro incêndio funciona como uma prevenção

Quais são as principais vantagens do seguro contra incêndio?

Um dos principais motivos para você contratar um seguro é a garantia de uma proteção.

Os seguros servem para você ficar prevenido contra qualquer incerteza e riscos que possam surgir. Em relação ao seguro residencial contra incêndio, não é diferente.

Dentre as principais vantagens deste serviço, podemos mencionar:


Proteção do imóvel

Com a contratação desse tipo de seguro, o consumidor pode ter a residência protegida contra incêndio.


Proteção dos bens do imóvel

A cobertura do seguro incêndio é ampla, isto é, pode cobrir todo o conteúdo do imóvel.

Isso inclui eletrodomésticos, equipamentos domésticos, eletroeletrônicos, roupas, entre outros.

Como você pode ver, além do imóvel em si, o seguro poderá ressarcir todos esses bens, na hipótese de implementação de risco.


Custo-benefício

Como mencionado anteriormente, o seguro residencial contra incêndio tem um custo relativamente baixo.

Contudo, os benefícios que ele oferece são muito vantajosos.

Ele oferece garantias de cobertura e serviços emergenciais funcionais. Se você tivesse que contratar tudo a parte, iria gastar muito mais.

Aliás, caso ocorra um incêndio no imóvel e o dono não tenha um seguro residencial, o prejuízo será ainda maior.


Como contratar o seguro residencial contra incêndio?

O pagamento é de responsabilidade do proprietário ou do inquilino.

Contudo, é a imobiliária ou o corretor de imóveis responsável pela intermediação do negócio, que irá fazer o processo de contratação do serviço.

Atualmente, devido aos avanços tecnológicos, está muito mais fácil contratar o seguro residencial contra incêndio ou qualquer outro tipo de seguro.

É importante mencionar que apesar desse seguro ser obrigatório para imóveis alugados, o proprietário ou o inquilino não são obrigados a contratar o seguro pela seguradora indicada pela imobiliária.

Como escolher o melhor seguro residencial contra incêndio?

O seguro contra incêndio é um dos serviços mais básicos das seguradoras.

Por esse motivo, você vai poder contar com várias opções e, assim, escolher o produto que mais se adequa às suas necessidades.

Para escolher a melhor opção, analise se o objetivo é proteger apenas a estrutura do imóvel ou, também, os bens que estão dentro da casa.

Conheça algumas das principais opções de seguro contra incêndio:


Porto Seguro

Além da cobertura contra incêndio, explosão e fumaça e queda de aeronave, você pode contratar várias outras coberturas, como por exemplo:

• Roubo ou furto de bens

• Queda de vidros

• Danos elétricos

Já a assistência 24 horas é outro benefício oferecido pelo seguro residencial.

Nesta seguradora, que é uma das principais do país, você conta com três planos de serviço de contratação: Plano Essencial Gratuito, Plano Conforto e Plano Exclusive.


Allianz

 A Allianz também oferece o seguro residencial.

Em relação aos planos, você pode contratar o mais básico ou o exclusivo, que oferece o máximo de proteção.

Veja algumas das principais coberturas no plano compacto

• Incêndio, queda de raio, explosão, fumaça e queda de aeronave

• Danos elétricos

• Responsabilidade civil e familiar

• Vendaval, furacão, ciclone, tornado e granizo


Tokio Marine

No seguro residencial contra incêndio da Tokio Marine, além das coberturas básicas, você pode contratar as adicionais.

É uma excelente opção para o seu lar, já que ele garante proteção contra incêndio, danos elétricos e serviços de assistência 24 horas.

A assistência básica 24 horas oferece serviços como chaveiro, encanador, eletricista, desentupidor, vidraceiro, help desk.

quais são os principais tipos de seguros?

Conclusão

O seguro residencial contra incêndio é obrigatório para imóveis alugados.

Contudo, ele não deve ser contratado apenas pela obrigatoriedade, mas sim, pelas garantias e proteção que oferece.

Dependendo do contrato, é possível até mesmo contar com assistências úteis no cotidiano, que incluem gastos com eletricistas, por exemplo.