Quanto custa para tirar o visto americano?

Está pensando em viajar para os Estados Unidos e não sabe quanto custa para tirar o visto americano? Nós vamos te ensinar hoje quanto é, como funciona o processo e dicas para que ele seja aprovado.

Anúncios

O que é o visto americano?

Emitido pelo governo dos Estados Unidos, o visto americano é um documento que permite que estrangeiros entrem temporariamente no país para fins específicos e dos mais diversos.

É uma autorização concedida pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos, geralmente quem faz essa emissão é o consulado ou embaixada americana em nosso país.

Existem mais de 5 tipos de vistos diferentes, eles são específicos e precisam de requisitos diferentes de acordo com as suas necessidades.

Tipos de vistos

Existem diferentes tipos de vistos americanos, cada um correspondendo a uma categoria específica de entrada e estadia nos Estados Unidos.

Cada tipo de visto requer diferentes documentos para comprovação da sua estadia e do período que vai passar. Alguns exemplos comuns incluem:

Visto de turismo

Conhecido como B-2, o visto de turismo permite a entrada de estrangeiros para passear, visitar amigos e parentes, fazer tratamentos médicos, participar de eventos e outras atividades que não sejam remuneradas.

Anúncios

É importante que para tirar esse visto você comprove vínculos com o Brasil, podendo ser bens que possui, estudo, família, trabalho e outros.

Quando não existe esse vínculo, o visto pode ser negado já que a possibilidade de você ficar mais tempo no país de forma ilegal pode ser maior.

Visto de estudante

Chamado de F-1 ou M-1, o visto de estudante é voltado para estudantes que vão frequentar escolas de ensino nos Estados Unidos, seja de nível acadêmico ou vocacional.

O estudante precisa de documentos específicos que comprovem que realmente está indo estudar no país.

Visto J1 

O visto J1 é destinado para programas de intercâmbio ou treinamento, sendo também para trabalhos no país.

Em específico ele é voltado para programas de trabalho, como o de Work Experience ou de Au Pair, programas muito comuns.

Visto de trabalho temporário

Já o visto de trabalho temporário pode ser chamado também de H-1B, L-1, 0-1 e outros.

Ele é destinado para pessoas que desejam trabalhar temporariamente nos Estados Unidos com ocupações específicas.

Visto de noiva(o)

É concedido a noivos(as) de cidadãos americanos que desejam entrar nos Estados Unidos para se casarem e posteriormente solicitar o status de residente permanente.

Mas quanto custa para tirar o visto americano?

Agora voltamos a nossa dúvida principal, quanto custa para tirar o visto americano?

Para que você possa tirar o visto dos Estados Unidos, é necessário que seja feito o pagamento de uma taxa.

O valor atualizado em maio de 2023 para realização da emissão do visto americano de Turismo e de negócios, chamado também de B1 ou B2, é de $160.

Convertendo o valor para a nossa moeda de acordo com a cotação do dólar, temos o valor de R$832 reais.

O pagamento pode ser feito via boleto, cartão de crédito ou em dinheiro na hora da entrevista.

Como é o processo para tirar o visto?

Para que você ou qualquer outra pessoa possa tirar o visto americano, é necessário começar preenchendo o formulário DS-160 que está disponível no site do governo dos Estados Unidos.

O formulário conta com um ID de application que deve ser anotado, nele são pedidas várias informações como uma resposta de segurança para caso seja necessário recuperar a conta.

Todas as perguntas são feitas em inglês então tenha cuidado para respondê-las. Todas elas são perguntas pessoais e para saber mais sobre você e sua vida.

Em seguida deve ser feito o pagamento, que pode ser feito pelo site com cartão de crédito, ou em boleto bancário. Se você tem pressa, o cartão de crédito é a melhor opção já que o pagamento cai mais rápido.

Quando for confirmado, deve ser feito o agendamento da entrevista do visto. Dependendo da cidade em que será agendado, o processo pode levar até um ano, mas não se desespere.

Depois de agendado você precisa ir até um dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto, chamado de CASV, onde é feita a coleta de dados biométricos.

Nesse momento você deve levar a página de confirmação do formulário, o passaporte e uma foto 5×5.

A entrevista é um momento de estresse para muitas pessoas, mas para menores de 14 e maiores de 80 ela não é necessária.

Durante a entrevista responda sempre a verdade e preste bastante atenção para que responda corretamente, já que dependendo do visto a entrevista pode ter perguntas em inglês.

Dicas para ser aprovado na entrevista de visto

Depois de ser agendada a sua entrevista, você precisa passar por esse processo em si, o que acaba sendo desesperador para muitas pessoas, quando na verdade não é um bicho de sete cabeças.

Nossa primeira dica é: esteja preparado, conheça bem os motivos pelo qual você está viajando.

Esteja preparado para explicar claramente o motivo da sua viagem aos Estados Unidos. Seja específico e forneça informações detalhadas sobre o seu itinerário, como atividades planejadas, locais que pretende visitar e duração da estadia.

Evite ser vago nas suas respostas, isso pode levantar desconfiança e consequentemente a rejeição do seu visto.

Leve todos os documentos necessários para comprovar as informações fornecidas na solicitação de visto e durante a entrevista.

Isso pode incluir passaporte válido, comprovante de pagamento das taxas, comprovante de emprego ou estudos, extratos bancários ou outros documentos financeiros, entre outros.

É fundamental ser honesto durante a entrevista. Responda às perguntas de forma clara e direta, evitando fornecer informações contraditórias.

Evite exageros ou declarações falsas, pois isso pode prejudicar sua credibilidade e diminuir suas chances de aprovação.

O consulado quer ter a certeza de que você tem motivos genuínos para retornar ao seu país de origem após a viagem aos Estados Unidos.

Portanto, é importante mostrar vínculos sólidos com o seu país, como emprego estável, propriedade, família, estudos em andamento, entre outros.

Isso demonstra que você possui laços que o incentivam a retornar e não pretende ficar ilegalmente nos Estados Unidos.