5 opções de renda fixa a longo prazo para investir

A renda fixa a longo prazo é uma forma segura de proteger e aumentar o seu patrimônio!

Anúncios



Para quem quer fazer aplicações pensando no futuro, a renda fixa a longo prazo é uma ótima opção para a carteira de investimentos!

Cartões mais recomendados

Mas quando se trata de aplicações financeiras, não dá para dizer qual é o melhor investimento.

Afinal, cada uma delas tem suas próprias características, como rentabilidade, prazo, valor mínimo de investimento, entre outros.

Para te ajudar, separamos algumas opções de renda fixa a longo prazo. Confira!

5 opções de renda fixa a longo prazo para investir

1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um Programa do Tesouro Nacional desenvolvido em parceria com a B3 para venda de títulos públicos federais para pessoas físicas, de forma 100% online.

Lançado há 20 anos, o programa surgiu com o objetivo de facilitar o acesso aos títulos públicos.

Anúncios


Atualmente, com pouco mais de R$ 30, você já consegue fazer aplicações.

Existem três tipos de títulos no Tesouro Direto:

• Tesouro Prefixado: nesse caso, no momento da contratação, o investidor já sabe exatamente quanto receberá no vencimento do título.

• Tesouro Selic: é uma opção pós-fixada cuja rentabilidade acompanha a taxa Selic, que é a taxa básica de juros da economia.

• Tesouro IPCA: é um título de categoria híbrida, pois combina uma parte do retorno prefixado, definido no ato da contratação, e o restante indexado à inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

O Tesouro Direto não possui proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Ainda assim, é considerado um dos investimentos mais seguros do Brasil, pois os títulos públicos são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.


2. LCI e LCA

Anúncios


As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) são duas excelentes opções de renda fixa a longo prazo.

As letras de crédito são emitidas por bancos com base nos empréstimos que eles realizam para o mercado imobiliário e para o agronegócio.

Uma das principais vantagens desse investimento, é a isenção do Imposto de Renda. Por esse motivo, as LCIs e LCAs costumam atrair muitos investidores.

A rentabilidade das letras de crédito varia de caso a caso, mas ela pode ser prefixada, pós-fixada (atrelada a um indicador), ou híbrida, cujo rendimento prevê uma taxa fixa mais uma variação.

Em relação às desvantagens, podemos citar a liquidez. Ou seja, é preciso esperar o vencimento do papel para resgatar o dinheiro.

Na verdade, até existe a possibilidade de resgatar o dinheiro antes. Contudo, quando isso acontece, as instituições normalmente cobram uma espécie de multa, que pode afetar consideravelmente a rentabilidade acumulada.

Por isso, as LCIs e LCAs são ótimas opções de renda fixa a longo prazo.

As LCIs e LCAs possuem garantia do FGC para valores até R$250 mil por emissor.

Isso significa que caso o emissor das LCIs e LCAs quebre, o valor aplicado será devolvido pelo FGC, acrescido de juros até o período.

citação

3. CDBs

Se você já investiu no Tesouro Direto, sabe que quem compra títulos públicos, está “emprestando” o próprio dinheiro para o governo.

A lógica é a mesma no CDB. A diferença é que aqui, você está emprestando dinheiro para as instituições financiarem as atividades de crédito.

Depois, os bancos usam os recursos captados para fazer empréstimos aos seus clientes, financiar os projetos ou até mesmo, pagar dívidas.

Entretanto, como os títulos de CDB são emitidos por instituições diferentes, eles apresentam características distintas.

Os títulos de CDB disponíveis são os prefixados, pós-fixados e híbridos.

Em relação às principais vantagens do CDB, podemos mencionar a segurança, já que ele possui garantia do FGC.

Além disso, o dinheiro aplicado no CDB, mesmo com a tributação do Imposto de Renda, oferece uma rentabilidade mais atrativa do que a caderneta de poupança tradicional.


4. Debêntures

As debêntures são classificadas como investimentos em renda fixa.

Embora essa aplicação não seja muito conhecida pelos investidores iniciantes, ela representa um volume importante de investimentos.

O motivo disso é a sua rentabilidade, que costuma ser mais atrativa do que os outros produtos de renda fixa em geral.

As debêntures, basicamente, são títulos de crédito emitidos por empresas. Ao comprar uma debênture, você está emprestando seu dinheiro para uma empresa.

Desse modo, a companhia consegue captar recursos para ampliar a produção, lançar novos produtos, entre outros. Como retribuição, você receberá uma remuneração com juros.


5. CRI e CRA

O certificado de recebíveis imobiliários (CRI) e o certificado de recebíveis do agronegócio (CRA) são investimentos de renda fixa com vencimento de médio/longo prazo.

Eles são emitidos exclusivamente por companhias securitizadoras, que transformam ativos em valores.

Quem adquire um desses títulos, na verdade, está comprando os rendimentos provenientes dos pagamentos de financiamentos feitos nestes setores.

O objetivo é captar recursos de investidores no mercado para financiar as atividades relacionadas ao setor imobiliário ou do agronegócio.

Mas então, qual a diferença dos CRIs e CRAs para as LCIs e LCAs?

A primeira diferença, como falamos, é que os certificados de recebíveis são emitidos por securitizadoras.

Além disso, eles não possuem garantia do FGC, ao contrário das letras de crédito. Também é importante mencionar que há mais riscos envolvidos.

Já em relação às vantagens do CRI e do CRA, podemos mencionar a isenção do IR (igual a LCI e LCA) e a rentabilidade superior à de outros produtos de renda fixa.


Opções de renda fixa a longo prazo: vale a pena?

Para quem está pensando em investir, seja no curto ou no longo prazo, os produtos de renda fixa costumam ser muito vantajosos.

Afinal, eles são seguros e oferecem previsibilidade, duas coisas essenciais para os investidores mais conservadores (que possuem menor tolerância a riscos).

Contudo, os produtos de renda fixa também são opções interessantes para os investidores moderados e arrojados que querem diversificar a carteira de ativos.

vantagens de investir a longo prazo

Conclusão

Agora você já sabe quais são as melhores opções de renda fixa a longo prazo.

Antes de começar a investir, é fundamental que você crie uma estratégia de investimentos, conheça o seu perfil de investidor e trace objetivos financeiros

Dessa forma, poderá ter resultados mais vantajosos!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu