Como morar de aluguel e juntar dinheiro? Veja as possibilidades!

Veja as dicas que preparamos para morar de aluguel e juntar dinheiro durante o período

Anúncios



Morar de aluguel e juntar dinheiro pode ser uma tarefa bem complicada. Afinal, estamos falando de uma das principais despesas na vida familiar.

Cartões mais recomendados

Além disso, o IGP-M, índice de reajuste do aluguel, encerrou 2021 com alta acumulada de 17,78%.

Porém, existem formas de juntar dinheiro mesmo morando de aluguel. Assim, você consegue se organizar para que no futuro, possa comprar a tão sonhada casa própria!

Veja as dicas que preparamos para você:

como morar de aluguel e juntar dinheiro?

1. Anote todos os seus gastos

O primeiro passo é gerenciar melhor todos os seus gastos, independentemente do valor.

Muitas pessoas acham que as pequenas despesas não fazem diferença. Isso é um grande erro!

Anúncios


Afinal, quando acumulados, esses “gastos invisíveis” se transformam em uma grande bola de neve e comprometem o seu orçamento.

Por isso, guarde cada nota e cupom fiscal das suas compras.

Você pode anotar todos os gastos em um caderno ou em uma planilha do Excel. Também há ótimos apps de finanças que vão ajudar você a gerenciar melhor os ganhos e gastos.


2. Defina objetivos financeiros

Definir objetivos financeiros é essencial para ter mais foco, disciplina e motivação na hora de guardar dinheiro.

Quando você começar a anotar todos os seus ganhos e gastos, vai entender melhor a sua realidade financeira e, assim, poderá estabelecer metas mais realistas e com prazos definidos.

Os objetivos podem ser de curto, médio e longo prazo.

Anúncios


As metas também são importantes para você se lembrar que os pequenos sacrifícios do presente, vão te ajudar a realizar sonhos maiores lá na frente.

o planejamento financeiro é essencial para definir metas e reduzir gastos

3. Divida o aluguel com um colega

Caso isso seja possível, tente encontrar alguém para dividir o valor do aluguel com você.

Essa é uma das melhores formas de economizar dinheiro, já que você não vai dividir apenas o aluguel, mas também outros gastos, como condomínio, luz, gás, entre outros.

Se não encontrar ninguém, peça indicação para os seus amigos ou pesquise em sites e aplicativos especializados.


4. Alugue um espaço menor

Pense em alugar um imóvel com tamanho menor, mas que ainda assim, seja adequado para as suas necessidades.

Ter um espaço maior realmente é bom, mas caso você queira juntar dinheiro, o ideal é alugar um apartamento menor e reduzir esse gasto.

No momento de escolher um novo local para morar, muitas pessoas acabam optando por imóveis maiores do que elas realmente precisam. Isso, certamente, irá aumentar os gastos.

Portanto, se você mora sozinho ou então, não precisa de um espaço grande, considere alugar um espaço menor e assim economizar mais.


5. Alugue a sua garagem

Se o imóvel tem garagem, mas você não tem carro, considere a possibilidade de alugá-la para outro morador do prédio.

Para isso, converse com o proprietário e entenda as regras.


6. Faça cortes estratégicos

Caso o seu objetivo seja economizar, será necessário fazer alguns cortes no seu orçamento.

Isso não significa que você precisa deixar de sair ou abrir mão de todos os seus momentos de diversão. Tudo pode ser flexibilizado!

Para realizar esses cortes, é necessário avaliar o quanto você gasta com os momentos de lazer e tentar reduzir alguns custos, como por exemplo:

• Pedidos de fast food

• Compras compulsivas

• Serviços de streaming (você pode dividir o plano com alguém)

• Exagero em promoções


7. Use o cartão de crédito com moderação

Ao contrário do que muitos dizem, o cartão de crédito não é um vilão do orçamento.

Na verdade, essa ferramenta, quando utilizada da maneira certa, pode te ajudar a se organizar financeiramente.

O problema é o uso descontrolado do cartão de crédito, que gera dívidas e muita preocupação financeira.

O ideal é ter um cartão de crédito, que possa suprir as suas necessidades e, assim, trazer mais praticidade no seu dia a dia.

Escolha o mais adequado para você. Atualmente, há cartões com vários benefícios, como isenção da taxa de anuidade, programa de pontos, cashback, entre outros.

Veja qual é o mais interessante para você, mas não se esqueça de que o mais importante, é utilizar essa ferramenta de forma controlada.

Desse modo, você pode usufruir de todos os benefícios do cartão, mas sem comprometer as suas finanças.


Morar de aluguel e juntar dinheiro: onde investir?

Adquirir o hábito de poupar é essencial para controlar as suas finanças e ter mais tranquilidade na hora que um imprevisto surgir.

Mas em um cenário de inflação alta, só guardar não basta. Também é preciso começar a investir!

É que se você deixar o seu dinheiro parado na poupança, irá perder o poder de compra no longo prazo, pois os rendimentos dessa aplicação são muito baixos.

Caso você queira construir a sua reserva de emergência, pode deixar o seu dinheiro em uma conta digital, como a do Nubank e do Picpay, por exemplo.

Afinal, o rendimento dessas contas é mais alto do que a poupança e você pode retirar o seu dinheiro quando quiser.

Uma outra opção para construir a sua reserva de emergência ou guardar dinheiro para objetivos de curto prazo, é o Tesouro Selic.

Os outros títulos do Tesouro Direto, o prefixado e o IPCA, também possuem alta liquidez. Contudo, caso você invista em um deles, o ideal é que espere até a data de vencimento para resgatar o dinheiro.

Um outro investimento de renda fixa seguro e que oferece boa rentabilidade, é o CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Caso você não pretenda utilizar o dinheiro guardado tão cedo, pode procurar por investimentos com menor liquidez, como a LCI (Letra de Crédito Imobiliário), a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) e a LC (Letra de Câmbio).

Assim, poderá até mesmo, encontrar aplicações que oferecem um rendimento maior.

dicas para reduzir os gastos em casa

Conclusão

Essas são as nossas dicas para morar de aluguel e juntar dinheiro.

Nós esperamos que pelo menos algumas delas possam ser úteis para você e assim, colocadas em prática!

Como você pode ver, guardar dinheiro fica muito mais fácil quando se tem motivação e objetivos determinados, como por exemplo, a compra do carro ou do primeiro imóvel. Entretanto, o planejamento e a disciplina também são essenciais nesse processo.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu