Os 10 melhores fundos imobiliários de 2021

Desde já, saiba tudo sobre os 10 melhores fundos imobiliários de 2021 para começar a investir

Anúncios



Neste artigo, vamos falar sobre 10 melhores fundos imobiliários de 2021, segundo as corretoras de valores mobiliários.

Cartões mais recomendados

À princípio, é importante que você saiba que os investimentos em fundos imobiliários não contam com garantia do Fundo Garantidor de Crédito. Assim, o administrador não pode ser responsabilizado por eventuais depreciações que os ativos da carteira do fundo venham a sofrer.

É recomendado ao investidor a leitura cuidadosa do prospecto e do regulamento do fundo de investimento antes da tomada de decisão do investidor pela aplicação de seus recursos.

Sumário sobre os 10 melhores fundos imobiliários de 2021 que você vai conferir nesse assunto:

1- Maxi Renda MXRF11

2 – BTG Pactual fundo de fundos BCFF11

Anúncios


3 – XP Crédito Imobiliário XPCI11

4 – Fundo da Bresco BRCO11

5 – Vinci Logística VILG11

6 – CSHG Renda Urbana HGRU11

7 – RBR Rendimento High Grade RBRR11

9 – Mérito Fundos e Ações Imobiliárias MFAI11

Anúncios


8 – Nestpar NPAR11

10 – Urca Prime Renda URPR11

melhores fundos imobiliários de 2021

1 – Maxi Renda MXRF11 O PRIMEIRO DOS MELHORES FUNDOS IMOBILIÁRIOS DE 2021 PARA INVESTIR!

O fundo imobiliário Maxi Renda é um fundo imobiliário de papel, tendo seus recursos aplicados somente em títulos e valores mobiliários. Fundos com este perfil investem predominantemente em títulos da dívida imobiliária, entre outros papéis.

O objetivo desse fundo é obter ganhos investindo em ativos financeiros com lastro imobiliário, como CRIS, LCIs, debêntures, e ativos imobiliários comerciais e residenciais.

Administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros, suas cotas são negociadas com o ticker MXRF11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Constituído em setembro de 2011, esse FII é um investimento do gênero ANBIMA renda gestão ativa de segmento híbrido.  Por ser construído sob a forma de condomínio fechado, conta com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,90% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia do mês. Geralmente, uma semana após essa publicação o rendimento é creditado na conta do investidor.


2 – BTG Pactual fundo de fundos BCFF11

O BTG Pactual fundo de fundos é um fundo de papel que pertence a categoria Fundos dos Fundos (FOF) e seus recursos são aplicados principalmente na compra de cotas de outros fundos imobiliários. Devido a sua natureza, o BTG Pactual fundo de fundos é bastante diversificado e variado.

O objetivo principal desse fundo é obter cotas de outros fundos de investimento imobiliário, como CRIs, LCIs, Letras Hipotecárias (LH) entre outros.

Sua política básica é realizar aplicações de longo prazo, com o objetivo de conquistar rendimentos das cotas de outros fundos. Administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros, suas cotas são negociadas com o ticker BCFF11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em agosto de 2009, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA renda gestão ativa de segmento títulos e valores mobiliários.

Também é construído sob a forma de condomínio fechado, contando com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,15% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o quinto dia útil do mês. Geralmente, uma semana após essa publicação o rendimento é creditado na conta do investidor.


3 – XP Crédito Imobiliário XPCI11

O XP Crédito Imobiliário é um fundo de papel e seus recursos são aplicados especialmente na compra de títulos e valores mobiliários. Esses fundos atuam sobretudo em recebíveis imobiliários – investimentos em renda fixa voltados para o setor imobiliário.

O objetivo principal desse fundo é de proporcionar aos cotistas valorizações e a rentabilidade de suas cotas. Administrado pela Vórtx, suas cotas são negociadas com o ticker XPCI11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em abril de 2019, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA renda gestão ativa dos segmentos outros. Criado sob a forma de condomínio fechado, tem prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 1% ao ano e envolve gestão, custódia, escrituração e controladoria. Seus dividendos são pagos mensalmente, e a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. Normalmente, o crédito na conta do investidor ocorre uma semana após essa publicação.


4 – Fundo Bresco Logística BRCO11

O Fundo Bresco é um fundo de tijolo e seus investimentos estão relacionados a propriedades com fins comerciais dos segmentos de galpões. Dono de imóveis físicos, a rentabilidade desse fundo se dá por meio da compra ou construção para gerar aluguéis ou ganhos com venda.

O objetivo principal desse fundo é obter renda mediante locação ou arrendamento, pela exploração comercial de empreendimentos nos segmentos logístico e industrial. Administrado pelo Oliveira Trust, suas cotas são negociadas com o ticker BRCO11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Construído em julho de 2013, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA híbrido de gestão ativa de segmento logístico. Construído sob a forma de condomínio fechado, contando com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,0975% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. Geralmente, o tempo para crédito do rendimento na conta do investidor é de uma semana após essa publicação.

5 – Vinci Logística VILG11

O Vinci Logística é um fundo do tipo tijolo e seus investimentos visam sobretudo empreendimentos imobiliários físicos.

O objetivo principal desse fundo é comprar ou construir imóveis para geração de renda com aluguéis e valorização que leva a reajustes nos valores desses aluguéis.

Para isso, os recursos aplicados em imóveis prontos ou em construção devem corresponder a pelo menos 2/3 de seu patrimônio líquido. Administrado pela BRL Trust Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A., suas cotas são negociadas com o ticker VILG11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em maio de 2016, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA renda gestão ativa de segmento logística. Desenvolvido sob a forma de condomínio fechado, tem prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,95% ao ano. Seus dividendos são pagos mensalmente, e a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. Geralmente, o rendimento é creditado na conta do investidor uma semana após essa publicação.


6 – CSHG Renda Urbana HGRU11

O CSHG Renda Urbana é um fundo de tijolo e seus recursos são aplicados principalmente em empreendimentos urbanos de uso institucional e comerciais.

O objetivo principal desse fundo é a exploração de empreendimentos imobiliários urbanos de uso institucional e comercial – à exceção de lajes corporativas, shoppings centers ou galpões logísticos – com fins de obtenção de renda através de locação, alienação ou arrendamento.

Administrado pelo Credit Suisse Hedging Griffo Corretora de Valores S.A., suas cotas são negociadas com o ticker HGRU11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em janeiro de 2018, esse fundo de investimento imobiliário do tipo ANBIMA renda gestão ativa do segmento híbrido. Construído sob a forma de condomínio fechado, conta com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,90% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. O rendimento é creditado na conta do investidor uma semana após essa publicação.


7 – RBR Rendimento High Grade RBRR11 UM DOS MELHORES FUNDOS IMOBILIÁRIOS 2021 COM DIVIDENDOS PAGOS MENSALMENTE

O RBR Rendimento High Grade é um fundo de papel e seus recursos são aplicados na compra de títulos e valores imobiliários, em especial títulos de dívida imobiliária.

O objetivo principal desse fundo é conquistar ganhos com rendimentos por meio de títulos imobiliários com foco em CRIs. Administrado pelo BTG Pactual Serviços Financeiros S.A. DTVM, suas cotas são negociadas com o ticker RBRR11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Construído em janeiro de 2009, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA renda gestão ativa do segmento de títulos e valores mobiliários. Também é construído sob a forma de condomínio fechado, contando com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,2% ao ano. Seus dividendos são pagos mensalmente, e a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o sétimo dia útil do mês. Normalmente, uma semana após essa publicação o rendimento é creditado na conta do investidor.


8 – Nestpar NPAR11 UM DOS MELHORES FUNDOS DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS DE 2021 COM FOCO EM CRI

O Nestpar é um fundo de papel que tem seus recursos aplicados especialmente em títulos e valores mobiliários. Fundos com este perfil investem sobretudo em títulos da dívida imobiliária, entre outros papéis.

O objetivo principal desse fundo é gerar lucro por meio de aluguéis de imóveis através de títulos imobiliários com foco em CRIs. Administrado pela Planner Corretora, suas cotas são negociadas com o ticker NPAR11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em maio de 2016, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA  renda gestão ativa de segmento híbrido. Construído sob a forma de condomínio fechado, conta com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,55% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. Geralmente, uma semana após essa publicação o rendimento é creditado na conta do investidor.


9 – Mérito Fundos e Ações Imobiliárias MFAI11

O Mérito Fundos e Ações Imobiliárias é um fundo do tipo híbrido e seus recursos são aplicados em imóveis e em créditos imobiliários. Uma vez que fundos híbridos podem agregar todos os segmentos de investimento relacionados a fundos imobiliários, o perfil desse fundo oferece oportunidades muito interessantes devido à enorme diversificação de ativos.

O objetivo principal desse fundo é a realização de investimentos imobiliários a longo prazo, especialmente por meio da compra de cotas de outros fundos de investimentos imobiliários e ações de companhias abertas do segmento imobiliário.

Administrado pelo Planner Trustee DTVM LTDA, suas cotas são negociadas com o ticker MFAI11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em agosto de 2013, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA  renda gestão ativa do segmento híbrido. Também é construído sob a forma de condomínio fechado, contando com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 1% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. Geralmente, uma semana após essa publicação o rendimento é creditado na conta do investidor.


10 – Urca Prime Renda URPR11

O Urca Prime Renda é um fundo de papel cujos investimentos são direcionados para títulos de dívida imobiliária e outros valores mobiliários.

Os certificados de recebíveis imobiliários (CRI) estão entre seus investimentos-alvo mais comuns.

O objetivo principal desse fundo é a compra de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) pulverizados de empreendimentos imobiliários residenciais e recebíveis imobiliários residenciais.

Administrado pelo Vórtx DTVM, suas cotas são negociadas com o ticker URPR11 no mercado de bolsa da B3 – Brasil, Bolsa e Balcão.

Criado em agosto de 2020, esse FII é um fundo de investimento imobiliário tipo ANBIMA renda gestão ativa de segmento de títulos e valores mobiliários. Construído sob a forma de condomínio fechado, conta com um prazo de duração indeterminado, conforme regulamento próprio e disposições legais pré-estabelecidas.

Hoje a taxa de administração do fundo está em 0,25% ao ano. Com dividendos pagos mensalmente, a data base para divulgação do valor pago ao investidor é o último dia útil do mês. O rendimento é creditado na conta do investidor uma semana após essa publicação.

Aproveite e saiba tudo sobre como investir em Fundos Imobiliários, clique no botão abaixo e confira!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu