Jugaad: como economizar com essa tradição indiana 

“Jugaad” é um termo muito popular na Índia, que vem ganhando muitos adeptos no Brasil, especialmente por se ter certa similaridade com o nosso “jeitinho brasileiro”.

Anúncios

Arrumar soluções em vez de focar em problemas é uma das bases deste conceito, que aposta na flexibilidade e adaptação para encontrar soluções práticas.

Genialidade? Comodismo? Uma forma inteligente de ver a vida? Bom, cada um pode interpretar da sua forma.

Mas, a verdade é que o Jugaad pode transformar a vida de seus adeptos. Quer saber como? Confira o conteúdo abaixo!

Jugaad: entenda o conceito 

Você certamente já ouviu falar sobre o “jeitinho brasileiro” e é provável que acredite que apenas nosso país aposta na criatividade para lidar com problemas.

Mas, não é bem assim, e o Jugaad, uma espécie de tradição da Índia, demonstra isso muito bem.

O Jugaad é também conhecido como uma forma criativa de lidar com problemas: em vez de encará-los com preocupação, por que não focar em soluções possíveis?

Anúncios

Esse é um conceito muito observado no trato com os produtos, já que na Índia é comum produzir itens novos a partir de eletrônicos antigos, por exemplo.

Explicando de uma forma bem simplificada, seria como: “opa, o copo do liquidificador queimou… E se eu usar as lâminas para produzir um triturador manual?”

Embora acabe tendo enorme influência econômica, o Jugaad na verdade muda a forma de encarar a vida, demonstrando que para tudo há uma solução, bastando olhar para as possibilidades.

Desse modo, se um projeto não dá certo, não há motivos para desespero, basta buscar uma forma de transformar a ideia, e assim atingir um resultado possível. É como um “recalculando rota” frequente. 

Há quem veja como paz interior, enquanto outros veem como conformismo, mas, os pontos fortes do Jugaad são: criatividade, inovação, flexibilidade e adaptação.

Como economizar com a tradição Jugaad?

Conforme vimos, o Jugaad acaba influenciando muitos setores na Índia, uma vez que interfere na forma de visão do mundo do indivíduo.

Mas, será que os conceitos do Jugaad podem auxiliar na economia do dia a dia?

Bom, se considerarmos que este trabalha com foco em criatividade, inovação, flexibilidade e adaptação, pode ser bem possível encontrar métodos práticos de economia.

Especialmente para quem precisa de ideias inovadoras para economizar, colocar a cabeça para encontrar caminhos em vez de preocupações pode ser uma ótima maneira de resolver problemas.

Temos algumas dicas para incluir essa tradição no seu dia a dia. Confira!

Conhece o estilo de vida Frugal Escocês? Saiba como economizar com ele!

1. Alimentação: Inove em receitas: aposte no menos é mais 

Comprar as peças de carne mais caras ou legumes fora de época pode ser muito tentador, afinal de contas, quem não deseja comer bem?

Mas, você sabia que não precisa necessariamente de uma carne de 1ª para fazer um prato saboroso?

Ou então, que pode adaptar suas receitas para usar os legumes da estação, e assim tornar sua feira mais barata?

Estamos muito habituados a manter receitas que nos trazem conforto e recordações, mas inovar na cozinha pode te ajudar a economizar e ainda descobrir novos sabores.

Se o seu pãozinho de todos os dias está caro, o que acha de procurar uma receita macia, saborosa e econômica na internet?

Ou então, se você não abre mão de um suco verde, mas a couve está fora de época e com valor elevado, o que acha de testar um novo sabor de suco, com frutas frescas?

O seu carrinho de compras pode ficar mais barato se você notar que pode decidir levar itens diferentes, em vez de seguir sempre a mesma lista.

2. Dinheiro: flexibilize o seu planejamento mensal – crie opções 

Um dos maiores problemas ao lidar com finanças certamente está em manter as coisas dentro do orçamento.

Você planeja R$ 600,00 para o mercado, mas o amaciante e o óleo acabam bem no meio do mês, ou então sempre coloca na planilha um custo de R$ 70,00 para a conta de luz, mas em um mês a fatura vem em R$ 140,00.

Esses custos extras podem pesar bastante, e no final do mês, se tudo for justo demais, alguma conta pode acabar sobrando por ter sido necessário suprir outros gastos mais importantes.

Então, é importante que você flexibilize os seus gastos, considerando que as coisas nem sempre ficam dentro do controle.

Você deve se planejar? Claro. Mas, em vez de anotar valores justos, coloque sempre uma margem acima.

Isso porque, caso não faça isso, poderá pensar que tem algum valor de sobra, gastá-lo e no fim do mês enfrentar dificuldade para pagar as contas que vieram acima do previsto.

Além disso, vale criar opções, pois gastos extraordinários surgem, mas o salário é sempre o mesmo, então, o que fazer se o carro quebra, por exemplo?

Em seu orçamento, vale considerar quais despesas podem ser levadas para o outro mês sem tanto prejuízo, para que seja possível custear o gasto extra.

+Dicas para economizar no dia a dia

3. Vestuário: aposte em estilo próprio e valorize os próprios talentos 

Os gastos com vestuário podem pesar no dia a dia, especialmente para quem se preocupa em manter o estilo atual e variado.

Mas, considerando os conceitos de flexibilidade e fazer mais com menos, é importante deixar de seguir tendências (que mudam o tempo inteiro) e apostar em uma identidade própria.

Se você sabe o que é importante para você e com o que se sente bem, fica mais simples investir em peças que funcionem, sem ter a necessidade de gastos frequentes com novas peças.

E, se você deseja economizar ainda mais, o que acha de apostar nos próprios talentos para produzir suas peças, ou customizar peças de brechós?

É perfeitamente possível encontrar peças em excelente estado em brechós, e com algumas adaptações você pode deixá-las bem modernas.

Vale dizer que peças mais antigas tendem a ter um tecido melhor, e em alguns casos é possível encontrar até mesmo itens de marcas de luxo de coleções bem antigas.

Então, se souber usar a adaptação, certamente terá um guarda roupa único, eficiente e muito econômico.

4. Nas adversidades financeiras: mantenha a confiança em si próprio 

Nossa última dica pode parecer meio boba, mas, na verdade, talvez essa seja a mais importante de todas.

Isso porque, a tradição Jugaad não fala apenas sobre adaptações para momentos, e sim sobre mudança de perspectiva sobre as coisas, ou seja, uma nova forma de viver.

Especialmente para quem lida com ansiedade, os momentos de adversidade podem ser um baita golpe, gerando desespero.

Esse desespero, em muitos casos, direciona o comportamento a atitudes drásticas e impensadas, como jogar tudo para o alto.

E, como já vimos, no Jugaad o segredo é transformar momentos de forma prática, inteligente e com os recursos disponíveis. 

Para conseguir tudo isso é crucial ter confiança em si próprio, a fim de acreditar que conseguirá passar pelo problema com paciência e persistência.

Gostou das dicas? Então, caso tenha gostado da forma “Jugaad” de viver, o que acha de aplicar no seu dia a dia e assim economizar? Pode ser uma excelente ideia!