Investir na poupança ainda é vantajoso?

Com tantos investimentos em renda fixa, será que investir na poupança ainda é vantajoso? É isso que você vai saber agora.

Anúncios



Muitas pessoas sabem que a poupança não é exatamente a forma mais rentável de se investir.

Cartões mais recomendados

Entretanto, devido a facilidade e praticidade de colocar o seu dinheiro em uma conta tradicional, muitos brasileiros ignoram as outras modalidades de renda fixa e continuam guardando dinheiro na poupança.

Nesse artigo, você vai saber se investir na poupança ainda é vantajoso e quais são as principais motivações de quem investe nela.


Como fica a poupança com o aumento da taxa Selic?

O aumento da taxa Selic, a taxa básica de juros, impacta diretamente no mundo dos investimentos.

Em setembro de 2021, a Selic subiu para 6,25%, a quinta alta consecutiva no ano, feita pelo Banco Central (BC).

Sendo assim, atualmente, a poupança rende mais do que estava rendendo alguns meses atrás.

Anúncios


Agora, a rentabilidade da tradicional poupança é de 0,36% ao mês e de 4,38% ao ano, de acordo com a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Ou seja, quem investir R$ 1.000,00 na poupança, em um ano, terá R$ 1.045,46.

investir na poupança ainda é vantajoso

Por que muitas pessoas acreditam que investir na poupança ainda é vantajoso?

Certamente, colocar seu dinheiro em uma caderneta tradicional, tem suas vantagens.

Afinal, você pode resgatar seu dinheiro quando quiser, fazer transferências bancárias através do aplicativo, pagar boletos, etc.

O problema é que do ponto de vista financeiro, não faz sentido investir na poupança, pois há outros tipos de renda fixa que fazem o seu dinheiro render mais, principalmente no médio e longo prazo.

Veja os motivos pelo qual muitas pessoas ainda deixam seu dinheiro na conta poupança:


1. Facilidade

Anúncios


Normalmente, quem tem uma conta poupança, também possui uma conta corrente vinculada a ela.

Dessa forma, é possível realizar diversos tipos de serviços financeiros com muita praticidade.

Mas é importante você saber que a poupança do seu banco tradicional não é a única que oferece essa facilidade.

Existem contas com investimento em bancos digitais, que também permitem que você tenha acesso a esses recursos, como por exemplo, a NuConta, conta do Nubank e a conta digital do PicPay.


2. Não ter o suficiente para aplicar em outros investimentos

Esse é um dos argumentos mais comuns de quem mantém o dinheiro na poupança.

O motivo disso, é que muitas pessoas acham que para investir em outras modalidades, precisa ter uma grande quantia de dinheiro.

Na verdade, não é bem assim. Há modalidades de renda fixa, como o Tesouro Direto, que permitem que você faça aplicações de apenas R$ 30,00. O Tesouro Direto é seguro e sua rentabilidade é maior do que a poupança.

A bolsa de valores (renda variável) também está muito mais acessível. Portanto, se você quer entrar para o mercado de ações, mas não tem um grande capital, fique tranquilo.

No mercado fracionário, você pode adquirir ações em uma quantidade menor do que o lote padrão de 100 ações. Ou seja, você não precisa ter em mãos uma grande quantia de dinheiro para comprar ações fracionárias.


3. Medo de perder dinheiro

Colocar seu dinheiro na poupança realmente é seguro. Mas será que isso significa que investir na poupança ainda é vantajoso?

Na verdade, não. O motivo é que existem outros investimentos de renda fixa que são tão seguros quanto a poupança.

Se você tem um perfil mais conservador no mundo de investimentos, é natural que procure por investimentos mais seguros.

Mas há outras modalidades de renda fixa, como o CDB, LCI e LCA, por exemplo, que possuem garantia do FGC (Fundo Garantidor de Créditos).

Isso significa que se a instituição financeira quebrar, quem tiver aplicado até R$ 250 mil irá receber o seu dinheiro de volta.

A conta bancária tradicional também é protegida pelo FGC. Mas, como você já sabe, isso não faz com que investir na poupança seja considerado algo vantajoso.

citação

Opções de investimento que rendem mais que a poupança

Se você quer tirar o seu dinheiro da poupança, para obter mais rentabilidade e assim, aumentar o seu patrimônio, está na hora de conhecer melhor as outras modalidades de investimento em renda fixa. Confira:


1. Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do Tesouro Nacional desenvolvido junto com a B3 para a venda de títulos públicos federais.

É um investimento acessível, prático e seguro. Aliás, como você já sabe, com apenas R$ 30,00, você já consegue fazer aplicações.

Ao comprar um título do Governo Federal, pode-se dizer que você está emprestando seu dinheiro ao governo.

A aplicação pode ser feita através de bancos tradicionais ou de corretoras de valores.


2. Certificado de Depósito Bancário (CDB)

O CDB é outro investimento de renda fixa tão seguro quanto a poupança.

É um título emitido por instituições financeiras que buscam captar recursos para realizar operações e assim, poderem oferecer crédito.

De maneira simplificada, funciona assim: você empresta o seu dinheiro aos bancos, que irá devolver o seu dinheiro acrescido de juros, conforme o prazo de vencimento do título.

A grande maioria dos CDBs têm rendimentos atrelados ao CDI ou à taxa Selic. Uma vantagem desses papéis é que boa parte deles possui liquidez diária.


3. LCI e LCA

A LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) são dois investimentos de renda fixa isentos de imposto de renda.

Ou seja, ao adquirir títulos de LCI e LCA, você fica livre desse imposto que pode afetar negativamente os seus rendimentos.

Assim, como o CDB, a LCI e a LCA também possuem garantia do FGC.

Em relação à liquidez, esses papéis não são tão vantajosos quanto o CDB, por exemplo. Contudo, compensam para quem quer investir a longo prazo e obter rentabilidades significativas.

investir na poupança ainda é vantajoso

Conclusão

Investir na poupança ainda é vantajoso? Como você pode ver, não. Mas você não precisa cancelar a sua conta poupança. Afinal, ela facilita a sua vida no dia a dia, não é mesmo?

Porém, ela não deve ser utilizada como forma de investimento financeiro – nem a curto e nem a longo prazo.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu