A importância da educação financeira infantil na sociedade

O que é educação financeira infantil e por que ela é tão importante?

Anúncios



A educação financeira infantil é um tema de extrema importância para ensinar as crianças a poupar, entender o valor do dinheiro e ter uma vida mais próspera no futuro.

Cartões mais recomendados

Não é à toa que esse assunto tem ganhado cada vez mais força no país, não apenas na vida familiar, mas também nas escolas.

Pensando nisso, vamos falar mais sobre esse conceito e te mostrar as vantagens que a educação financeira traz para o desenvolvimento infantil.

Continue a leitura e entenda melhor sobre o assunto.

a importância da educação financeira infantil na sociedade

O que é educação financeira infantil?

Educação financeira infantil é o ensino das finanças pessoais ainda na infância com o objetivo de introduzir e moldar a relação das crianças com o dinheiro.

Desse modo, os pequenos poderão aprender sobre os princípios básicos da educação financeira e o valor do dinheiro.

Anúncios


Ao compreender as noções básicas, as crianças irão ter disciplina desde cedo e, assim, desenvolver a maturidade necessária para tomar boas decisões no futuro, controlando melhor o dinheiro e evitando dívidas.


Qual a importância da educação financeira infantil?

A educação financeira é algo importante em qualquer etapa da vida.

Na infância, quando as crianças recebem lições sobre esse tema, elas passam a ter uma visão mais realista do dinheiro.

Muitas pessoas acham que esse assunto só tem importância para os adultos, mas não é verdade.

Afinal, as crianças pequenas não precisam entender conceitos complexos de planejamento financeiro.

O objetivo, como falamos, é introduzir esse assunto na infância, para que os pequenos possam aprender mais sobre educação financeira e o valor do dinheiro.

Anúncios


Desse modo, quando se tornarem adultas, terão mais facilidade para gerenciar o próprio orçamento e realizar investimentos.


Quais as vantagens da educação financeira infantil?

Ao ouvir falar sobre educação financeira, a criança vai adquirindo habilitantes importantes, que serão muito úteis no futuro.

Abaixo, veja as principais vantagens de transmitir esse conhecimento para os pequenos:


1. Organização

A organização pessoal com planos e gastos é um dos principais objetivos que a educação financeira traz.

Desde cedo, é importante saber o quanto se tem, o quanto se pode gastar e a importância de poupar.

Mostre à criança que se ela tem um objetivo, ela pode economizar primeiro para que depois possa fazer a aquisição.

Nessa etapa, você pode incentivar o pequeno a montar uma pequena reserva para atingir o objetivo desejado.

Por exemplo, se a criança recebe R$ 10 por semana e quer comprar um brinquedo que custa R$ 40, ela vai precisar poupar toda a mesada por 4 semanas ou então, um valor menor por mais tempo.


2. Responsabilidade e autocontrole

Quando você começar a dar a mesada, é bem provável que o seu filho gaste todo o dinheiro.

É importante falar que os erros fazem parte desse processo e, por isso, tentar não interferir.

Claro que é importante dar conselhos e falar sobre o assunto, mas deixe que a criança comece a tomar as próprias decisões.

Essa prática irá servir para que o pequeno adquira mais responsabilidade em relação ao dinheiro e, consequentemente, autocontrole.

citação

3. Reconhecer o valor do dinheiro

Uma criança que aprender sobre educação financeira, terá mais facilidade para tomar boas decisões no futuro.

Quando ela se tornar adulta terá que lidar com vários tipos de gastos, pensar em poupar, fazer investimentos, entre outros.

Sendo assim, entender o conceito básico de poupar e gastar, como falamos, irá ajudá-la a desenvolver bons hábitos, que serão úteis no futuro.


Quando iniciar as lições de educação financeira para crianças e adolescentes?

Você já sabe a importância e as vantagens da educação financeira infantil.

Mas afinal, como abordar esse assunto dentro de casa?

Essa é uma dúvida muito comum entre os pais e responsáveis. Para começar a ensinar sobre o assunto, é necessário considerar a idade do pequeno.

Pensando nisso, vamos te mostrar como abordar esse assunto de acordo com a faixa etária:


Crianças de 4 a 6 anos

Nessa fase, a criança tem o período de maior desenvolvimento mental e físico.

Além disso, é a partir dessa etapa, que o comportamento de consumo se fortalece.

A partir dos 5 anos, você já pode dar o primeiro cofrinho. O ideal é que ele seja transparente, para que as crianças possam ver o dinheiro se acumulando.

Por mais que nessa idade a criança ainda não tenha noção de preços, você já pode começar a dar pequenas quantias e explicar que para comprar um brinquedo, é preciso economizar.

Isso também é importante para treinar a paciência e o hábito de poupar.


Crianças de 7 a 13 anos

Nessa faixa etária, a criança já sabe fazer algumas contas e entender melhor a relação com o dinheiro.

Por esse motivo, você já pode começar a dar uma mesada, pois a criança pode fazer cálculos de adição e subtração, entender sobre valores, etc.

Incentive as crianças a utilizar o dinheiro com responsabilidade, mas deixe que eles também tomem algumas decisões, pois assim, poderão entender melhor sobre a importância de poupar e adquirir bons hábitos de consumo.

Para tornar tudo mais fácil, não trate a educação financeira como um assunto pesado. Afinal, essa é uma ótima faixa etária para aprender sobre educação financeira e o valor do dinheiro.

Mas é claro que você pode conversar sobre o uso consciente da mesada e dar exemplos, principalmente através de jogos educativos, livros, entre outros.


A partir dos 14 anos

Ensinar conceitos básicos de educação financeira já na infância, é essencial para que os pequenos cheguem à adolescência tendo um bom senso de responsabilidade e conhecimento.

Além de receber uma mesada, você pode abrir uma conta poupança para o seu filho, pois assim, ele terá mais facilidade em gerenciar o dinheiro e acompanhar os gastos.

Todo aprendizado nessa fase, será útil no futuro, quando o jovem começar a receber o seu próprio salário e tiver que administrar as contas sozinho!

6 jogos de educação financeira para a família

Conclusão

A educação financeira infantil é muito importante para as crianças.

O conhecimento adquirido nessa fase, irá trazer lições sobre o valor do dinheiro, economia e hábitos de consumo mais saudáveis.

Converse com a criança e explique a importância do assunto, mas sem esquecer do principal: educar pelo exemplo!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu