Bolsa Família: receba R$ 600,00 ou mais por mês para a sua família 

Você já pensou em receber pelo menos R$ 600,00 por mês de benefício para a sua família? Com o Bolsa Família é possível!

Anúncios

E o melhor é que você ainda consegue ampliar esse valor, por meio dos adicionais concedidos para crianças, adolescentes e gestantes do grupo familiar.

Além disso, com o Bolsa Família você também acessa benefícios como Tarifa Social de Energia Elétrica e Auxílio-gás.

Então, certamente os beneficiários do Bolsa Família têm diversas oportunidades para melhorar e muito a vida financeira de suas famílias.

Quer saber mais sobre o benefício? Então, continue a sua leitura!

Quem tem direito ao Bolsa Família?

O Bolsa Família compõe o grupo de benefícios sociais do Governo Federal voltados para a garantia de renda mínima.

Isso significa que este é um benefício voltado para cidadãos e famílias que enfrentam situação de vulnerabilidade financeira.

Anúncios

A fim de classificação, são consideradas famílias baixa-renda aquelas que possuam renda per capita de até R$ 218,00 por mês.

Para determinar a renda per capita é bem simples: tudo o que você precisa fazer é pegar a renda total da família e dividir pelo número de integrantes.

Caso o valor resulte em R$ 218,00 ou menos, sua família se classifica para receber o Bolsa Família.

Mas, os critérios de renda não são os únicos, uma vez que também é necessário possuir cadastro atualizado no CadÚnico (Cadastro Único).

Então, caso a sua família cumpra estes requisitos, é muito provável que possa se tornar beneficiária do programa!

Quais são os adicionais do benefício?

Os valores pagos como benefício do Bolsa Família são determinados de acordo com o número de integrantes do grupo familiar.

Mas, por regra, o valor mínimo estipulado é de R$ 600,00, o que significa que todas as famílias beneficiárias devem receber no mínimo este valor.

Em alguns casos o benefício inicial não chega ao mínimo determinado, neste caso, existe o benefício complementar, que serve justamente para compor o valor, até que chegue ao mínimo de R$ 600,00.

Além do benefício complementar, também existem adicionais, que aumentam o valor do benefício com base nos integrantes da família, da seguinte maneira:

  • Crianças de 0 a 6 anos: R$ 150,00 por criança;
  • Crianças e adolescentes de 7 a 18 anos: R$ 50,00 por criança/adolescente;
  • Gestantes: R$ 50,00 por cada mulher gestante no grupo familiar.

Além destes adicionais, os beneficiários ainda podem ser incluídos automaticamente em outros benefícios, como Tarifa Social de Energia Elétrica e Auxílio-gás.

Veja como se cadastrar no Bolsa Família 

Para se cadastrar no Bolsa Família é bem simples, isso porque, o Cadastro Único é o procedimento oficial de adesão.

Portanto, tudo o que você precisa fazer é marcar horário no Centro de Referência de Assistência Social da sua cidade, a fim de realizar ou atualizar o seu cadastro.

Isso feito, caso a sua família atenda aos critérios de renda, o próprio sistema realizará a inclusão no benefício.

Dessa forma, em pouco tempo será possível receber os valores, e assim melhorar a qualidade de vida da sua família.

Então, se gostou da possibilidade, se informe sobre o cadastramento no CadÚnico, a fim de garantir o seu Bolsa Família!