7 segredos que você não sabia sobre terrenos virtuais

Descubra algumas curiosidades sobre os terrenos virtuais!

Anúncios



Quem acompanha as notícias sobre avanços tecnológicos, certamente, já ouviu falar no metaverso e em terrenos virtuais.

Cartões mais recomendados

O metaverso, que busca combinar o mundo real com o virtual, ainda está na fase de construção. Contudo, existem plataformas que já estão se adequando a essa realidade e, por isso, estão desenvolvendo universos digitais.

Desse modo, torna-se possível adquirir “pedaços de terra” para construir negócios digitais, também chamados de “terrenos do metaverso”.

Pensando nisso, criamos um conteúdo exclusivo para você. Neste guia, você vai descobrir o que são terrenos virtuais e alguns segredos sobre essa tecnologia! Continue a leitura para saber mais.

O que são terrenos virtuais?

A terra virtual é uma terra intangível que existe em mundos virtuais.

Essas porções de terra ficam em mundos como o Decentraland e o The Sandbox, que pelo menos por enquanto, são considerados os mais populares.

Anúncios


Assim como no mundo real, os pedaços são divididos em lotes e existe a possibilidade de valorização.

Os terrenos virtuais, que se encontram em fase de formação no metaverso, já estão sendo vendidos por centenas de milhares de dólares.


A realidade virtual pode revolucionar o mercado imobiliário

O mercado imobiliário é um setor que tem facilidade em se adaptar aos avanços da tecnologia.

Aliás, nos últimos meses, algumas tecnologias foram desenvolvidas para ajudar na venda de imóveis, como por exemplo, como o Tour Virtual 360º graus.

Basicamente, essa novidade faz com que o usuário possa se “sentir dentro do imóvel”, ou seja, ele vê imagens dos cômodos do imóvel.

E a realidade virtual tem tudo a ver com o metaverso, não é mesmo? Afinal, ela pode ajudar tanto na venda de imóveis físicos quanto na de terrenos virtuais.


7 segredos sobre terrenos virtuais

Anúncios


Certamente, o metaverso está despertando a curiosidade de pessoas e empresas.

Quem estiver de olho nessa tendência, pode se dar muito bem.

Mas o que muitos não sabem, é que existem algumas curiosidades bem legais sobre os terrenos virtuais. Vamos ver isso juntos?

Abaixo, descubra alguns segredos sobre essa novidade:

1. Já existem lojas no metaverso

Você já pensou na possibilidade de fazer compras online em uma loja real no metaverso?

Pois bem, a Lacta, por exemplo, lançou uma tecnologia de realidade virtual capaz de inserir consumidores no metaverso.

O objetivo é fazer com que os consumidores possam fazer suas compras nesse ambiente.

Desenvolvido em parceria com uma plataforma, o espaço permite os usuários a entrar na loja e “interagir” com os produtos disponíveis.


2. O mercado imobiliário virtual se tornará uma tendência

O mercado imobiliário está sendo revolucionado com o metaverso.

Com os recentes anúncios da Meta (antigo Facebook), que está investindo muito na criação de um universo virtual (já que este é capaz de  integrar todos os seus recursos), muitas empresas começaram a demonstrar interesse na aquisição de terrenos virtuais.

Desse modo, cada pessoa poderá criar o próprio avatar e participar do universo virtual.

E essas propriedades estão sendo vendidas por preços bem altos!


3. Os terrenos virtuais somam US$ 106 milhões em vendas

A especulação fundiária está muito forte no metaverso.

Segundo dados do site DappRadar, quatro projetos do nicho movimentaram US$ 100 milhões apenas na venda desses terrenos no formato de tokens não-fungíveis.

Somente o projeto The Sandboxgerou sozinho um volume de US$ 86,56 milhões no final de 2021.

Como você pode ver, esse mercado irá movimentar muito dinheiro no mundo inteiro.


4. Os terrenos virtuais são uma nova categoria de commodities

O termo commodities vem da língua inglesa e significa “mercadorias”.

No passado, ele era utilizado exclusivamente nesse sentido. Porém, devido aos avanços do mercado global, ele ganhou determinadas características.

Agora, ele é utilizado especificamente para mercadorias que são produtos básicos.

Aliás, as commodities são bens de consumo mundiais. Por esse motivo, podem ser negociadas na bolsa de valores.

Além da definição básica, uma commodity deve apresentar padrões de qualidade mundiais e alto nível de comercialização.

E o aumento da popularidade dos terrenos virtuais em conjunto com anúncios impulsionados pela Meta, fizeram com que esses “pedaços de terra” no universo virtual se tornassem uma categoria de commodities.


5. Um terreno em mundo virtual foi vendido por US$ 2,4 milhões

Um terreno virtual no mundo online Decentraland foi vendido por US$ 2,4 milhões.

A própria Decentraland afirmou que essa transação foi a mais cara até agora.

O terreno em questão fica na área “Fashion Street” do mapa da Decentraland e a Tokens.com.

Ele será usado para eventos digitais e venda de roupas virtuais para avatares.

O terreno adquirido tem um espaço online que equivale a mais de 560 metros quadrados.


6. É possível alugar terrenos no metaverso

As empresas interessadas em negócios virtuais podem alugar um terreno virtual no metaverso.

Assim como no mundo real, o valor do aluguel depende da localização. Quanto mais valorizado o terreno, maior é o preço.


7. Os principais metaversos são a Decentraland (MANA) e The Sandbox (SAND)

A Decentraland é um universo virtual que foi construído na blockchain do Ethereum (ETH) em 2015.

Através dela, os usuários podem adquirir terrenos virtuais, para que assim, seja possível transformá-los em negócios online.

Os desenvolvedores colocaram à venda 90 mil lotes que já foram adquiridos. Entretanto, ainda é possível negociar o comércio de terras no mercado secundário.

Já o  The Sandbox é um ambiente virtual que possibilita a criação de projetos digitais, como por exemplo, empresas e espaços online para eventos.


Como comprar terrenos virtuais no metaverso?

É possível comprar terrenos virtuais diretamente dos desenvolvedores, como o The Sandbox e Decentreland.

Os interessados podem comprar seu próprio ambiente virtual por meio das criptomoedas.

Também existe a possibilidade de fazer a aquisição no mercado secundário, como falamos.

As principais plataformas já possuem suas vitrines online. Contudo, há terrenos virtuais em marketplaces de NFTS, como o OpenSea.

Conclusão

É importante mencionar que investir em terrenos virtuais é algo que apresenta muitas oportunidades, mas também alguns riscos.

De qualquer forma, não há dúvidas de que o metaverso está chegando para ficar.

Aliás, isso irá influenciar não apenas no valor dos terrenos virtuais, mas também, na forma como nos relacionamos pessoalmente e profissionalmente.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu