7 dicas para negociar dívida com banco e pagar taxas menores

Negociar dívida com banco é a prioridade de milhões de brasileiros que estão inadimplentes

Anúncios



Negociar dívida com banco é uma alternativa para quem deseja quitar todas as pendências financeiras e conquistar o equilíbrio financeiro novamente.

Cartões mais recomendados

Em muitas situações, o problema pode parecer uma bola de neve que só aumenta. Contudo, é possível sim quitar todas as suas dívidas e voltar a ter mais controle do seu dinheiro.

Lembre-se de que essa situação é temporária, porém, é preciso planejamento e organização para quitar todos os débitos.

E se você quer saber como negociar dívida com o banco e, assim, conseguir condições mais vantajosas de pagamento, continue a leitura!

7 dicas para negociar dívida com banco

Como saber se tenho dívidas para renegociar?

O primeiro passo é saber se você tem dívidas e quais são elas.

Para isso, você pode consultar o seu CPF no site ou aplicativo da Serasa, disponível no Google Play e App Store.

Anúncios


Assim, você pode saber se tem dívidas e, caso possua, os principais detalhes sobre a pendência, como data da negativação, dados da empresa credora, o valor total da dívida, entre outros.

Depois de entrar no site ou aplicativo da Serasa, clique em “Consultar CPF Grátis”.

Digite o seu login ou senha. Caso não tenha, pode criar um na hora. Depois, clique em “CPF” e faça a consulta!

É importante lembrar que você não precisa pagar nada para consultar seu CPF. O cadastro é rápido e gratuito.


Dicas para negociar dívida com banco

A renegociação de dívidas é essencial para limpar o nome e recuperar o controle financeiro.

E para você começar o processo de negociação da dívida com o banco, nós separamos uma lista com várias dicas que podem te ajudar. Confira:


1. Busque saber se há cobranças abusivas

Anúncios


As instituições financeiras podem definir o valor do seu Custo Efetivo Total (CET) de acordo com regulamentações internas.

O CET representa os encargos e despesas que incidem sobre uma operação de crédito.

Isso significa que o valor de uma dívida, muitas vezes engloba outras taxas de juros, além das básicas que já conhecemos.

De qualquer forma, os consumidores podem alegar que as taxas estão acima da média do mercado e, assim, negociá-las.

Uma forma de fazer isso é entrar no site do Banco Central, pois lá, você encontra informações sobre juros das operações realizadas no mercado.

Se você acha que está recebendo cobranças abusivas, saiba que você possui os seus direitos. Aliás, pode-se utilizar esse argumento para tentar negociar a dívida.

Além disso, é importante lembrar que o Procon e a Justiça são meios para tentar resolver tais problemas.

negociar dívidas

2. Saiba o real valor da sua dívida

Antes de começar qualquer processo de negociação, é fundamental que você saiba exatamente o quanto está devendo.

Isso vai te ajudar a entender o valor total da dívida, para que assim, você possa apresentar uma proposta de pagamento, que esteja dentro do seu orçamento.

Para fazer isso, você pode entrar em contato com o credor e solicitar o valor da dívida atualizada, o que inclui os encargos e taxas envolvidas.


3. Priorize os débitos com as maiores taxas

As dívidas estão atreladas a uma taxa de juros. Ou seja, quanto mais o tempo passa, maior o valor a ser pago.

Sendo assim, podemos dizer também que quanto maior a taxa de juros, mais rápido o saldo devedor aumenta.

Portanto, depois que você analisar todas as suas dívidas, o ideal é começar a classificá-las por ordem decrescente da taxa de juros.

As mais caras devem ser prioridade na hora de realizar o pagamento.


4. Entenda as condições de negociação

Quando você começar o processo de negociação, é bem provável que o agente financeiro lhe apresente uma proposta.

Neste momento, não aceite qualquer condição. Afinal, para ter certeza de que você vai conseguir realizar o pagamento, a proposta deve estar de acordo com a sua realidade financeira.

Você também pode oferecer uma contraproposta e tentar negociar com o banco a redução dos juros e parcelas.


5. Pesquise e compare taxas de outros bancos

Se a tentativa de negociar as dívidas com o banco não estiver dando certo, você pode transferir a sua dívida para outro agente financeiro.

Esse processo é conhecido como portabilidade de crédito, que na prática, é uma troca de dívida.

Funciona dessa maneira: você encontra uma nova instituição para pagar a dívida em aberto e assume um compromisso financeiro, que na maioria das vezes, oferece condições mais vantajosas de pagamento.

Devido a essa possibilidade, o indicado é procurar condições e modalidades mais adequadas a sua realidade financeira.

Aliás, é possível fazer simulações de crédito de forma totalmente online, para identificar outras propostas e, assim, fechar o acordo de negociação.


6. Renegocie a quitação total do débito

A melhor opção é encontrar formas de eliminar completamente a dívida, ou seja, realizar o pagamento total do débito.

Aliás, grande parte dos credores oferece descontos mais vantajosos para saldos maiores de quitação.


7. Pagamento à vista

Caso você não possa realizar o pagamento à vista ou os descontos não estiverem favoráveis, o parcelamento até pode valer a pena.

Entretanto, o ideal é que você se livre da dívida com apenas uma única parcela, para que assim, você não precise mais se preocupar com ela nos próximos meses.

Contudo, só escolha a opção pagamento à vista se isso não comprometer o seu orçamento.

Afinal, pagar o valor total da dívida, mas deixar uma conta em aberto, pode fazer com que você tenha outro problema financeiro.

Aliás, o pagamento à vista se torna ainda mais vantajoso quando você consegue um bom desconto, pois desse modo, você economiza um bom dinheiro.

Conclusão

Essas são as nossas dicas para negociar a dívida com o banco e encontrar opções de pagamento mais vantajosas e alinhadas com a sua realidade financeira.

Busque pagar a sua dívida o quanto antes, para os juros não se acumularem e a dívida ficar ainda maior.

Independentemente do tipo de pendência financeira, renegociar dívidas é essencial para você colocar as contas em dia.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Leia Mais

Cartão VISA com limite INACREDITÁVEL

Você já descobriu a novidade que a VISA está proporcionando aos clientes? Um novo cartão com limite inacreditável está na área! Anúncios Nossa equipe decidiu